segunda-feira, 29 de fevereiro de 2016

Espírito de luz e verdade, dissipe as trevas multiplique a luz!

O Espírito Divino, Espírito de luz e verdade, reside em minha alma continuamente pela graça de Deus, que a tua inspiração dissipe as trevas, e nessa luz multipliquem-se as boas obras! [Diário de Santa Faustina 1411]. Jesus eu confio em Vós!
Eis o tempo de conversão
Eis o dia da salvação
Ao pai voltemos, juntos andemos.
Eis o tempo de conversão!
1 Os caminhos do Senhor
São verdade, são amor:
Dirigi os passos meus:
Em vós espero, ó Senhor!
1b. Ele guia ao bom caminho
Quem errou e quer voltar
Ele é bom, fiel e justo
Ele busca e vem salvar
2 Viverei com o senhor
Ele é meu sustento.
Eu confio, mesmo quando
Minha dor não mais aguento
2 Tem valor aos olhos seus
Meu sofrer e meu morrer
Libertai o vosso servo
E fazei-o reviver!
3 A palavra do Senhor
É a luz do meu caminho
Ela é vida, é alegria
Vou guarda-la com carinho


4 Sua lei, seu mandamento
É viver a caridade
Caminhemos todos juntos
Construindo a unidade!
Novena "Almas Aflitas"
Segunda-feira, dia dedicado as Almas do Purgatório.
"Pai Eterno, eu vos ofereço o sangue de nosso Senhor Jesus Cristo, intercedei pelas almas aflitas.
E vós, almas aflitas, ide perante a Deus e pedi a graça que necessito (fazer o pedido)". Rezar: Pai Nosso, Ave Maria e o Glória.

domingo, 28 de fevereiro de 2016

3º domingo da quaresma.

... Os sofrimentos e as contrariedades no começo da vida religiosa me assustavam e me tiravam a coragem. Era por isso que rezava sem cessar para que Nosso Senhor me fortalecesse e me desse a força do Seu Santo Espírito, a fim de que eu pudesse cumprir em tudo a Sua santa vontade, porque desde o início conhecia e reconheço a minha fraqueza. [Diário de Santa Faustina 56]. Jesus eu confio em Vós!
EVANGELHO – Lc 13,1-9

Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo segundo São Lucas


Naquele tempo, vieram contar a Jesus que Pilatos mandara derramar o sangue de certos galileus, juntamente com o das vítimas que imolavam.
Jesus respondeu-lhes: «Julgais que, por terem sofrido tal castigo,
esses galileus eram mais pecadores do que todos os outros galileus?
Eu digo-vos que não.
E se não vos arrependerdes, morrereis todos do mesmo modo.
E aqueles dezoito homens, que a torre de Siloé, ao cair, atingiu e matou?
Julgais que eram mais culpados do que todos os outros habitantes de Jerusalém?
Eu digo-vos que não.
E se não vos arrependerdes, morrereis todos de modo semelhante.
Jesus disse então a seguinte parábola: «Certo homem tinha uma figueira plantada na sua vinha.
Foi procurar os frutos que nela houvesse, mas não os encontrou.
Disse então ao vinhateiro: ‘Há três anos que venho procurar frutos nesta figueira e não os encontro.
Deves cortá-la.
Porque há-de estar ela a ocupar inutilmente a terra?’
Mas o vinhateiro respondeu-lhe: ‘Senhor, deixa-a ficar ainda este ano, que eu, entretanto, vou cavar-lhe em volta e deitar-lhe adubo. Talvez venha a dar frutos.
Se não der, mandá-la-ás cortar no próximo ano».
Palavra da Salvação. Glória a vos Senhor!

Oração da Misericórdia - ano Jubilar Extraordinário dedicado à Misericórdia – período de 08/12/2015  a 20/11/2016.
Senhor Jesus Cristo, Vós que nos ensinastes a ser misericordiosos como o Pai celeste, e nos dissestes que quem Vos vê, vê a Ele. Mostrai-nos o Vosso rosto e seremos salvos. O Vosso olhar amoroso libertou Zaqueu e Mateus da escravidão do dinheiro; a adúltera e Madalena de colocar a felicidade apenas numa criatura; fez Pedro chorar depois da traição, e assegurou o Paraíso ao ladrão arrependido. Fazei que cada um de nós considere como dirigida a si mesmo as palavras que dissestes à mulher samaritana: Se tu conhecesses o dom de Deus! Vós sois o rosto visível do Pai invisível, do Deus que manifesta sua omnipotência sobretudo com o perdão e a misericórdia: fazei que a Igreja seja no mundo o rosto visível de Vós, seu Senhor, ressuscitado e na glória. Vós quisestes que os Vossos ministros fossem também eles revestidos de fraqueza para sentirem justa compaixão por aqueles que estão na ignorância e no erro: fazei que todos os que se aproximarem de cada um deles se sintam esperados, amados e perdoados por Deus. Enviai o Vosso Espírito e consagrai-nos a todos com a sua unção para que o Jubileu da Misericórdia seja um ano de graça do Senhor e a Vossa Igreja possa, com renovado entusiasmo, levar aos pobres a alegre mensagem proclamar aos cativos e oprimidos a libertação e aos cegos restaurar a vista. Nós Vo-lo pedimos por intercessão de Maria, Mãe de Misericórdia, a Vós que viveis e reinais com o Pai e o Espírito Santo, pelos séculos dos séculos. Amém.

sábado, 27 de fevereiro de 2016

Jesus é inesgotável nos perdões!

Estás vendo, Minha Filha, o que és por ti mesma, e que a causa das tuas quedas é o fato de contares demais contigo mesma e pouco te apoiares em Mim. Mas que isso não te entristeça demasiadamente. Estás tratando com o Deus da Misericórdia; a tua miséria não a esgotará, pois não limitei o número dos Meus perdões. [Diário de Santa Faustina 1488]. Jesus eu confio em Vós!

Ave Maria, por tua pureza, conserva puro meu corpo e minha alma. Abre-me largamente o teu coração e o coração de teu divino Filho. Concede-me um profundo reconhecimento de mim mesmo e a graça da perseverança até a morte. Dá-me almas e tudo mais toma-o para ti.
 Composta por Padre Kentenich quando criança
CAMPANHA DA FRATERNIDADE 2016
Tema: Casa Comum, nossa responsabilidade.
Lema: “Quero ver o direito brotar como fonte e correr a justiça qual riacho que não seca” (Am 5.24).
Objetivo geral: Assegurar o direito ao saneamento básico para todas as pessoas e empenharmo-nos, à luz da fé, por políticas públicas e atitudes responsáveis que garantam a integridade e o futuro de nossa Casa Comum.
Objetivos específicos: Unir igrejas, diferentes expressões religiosas e pessoas de boa vontade na promoção da justiça e do direito ao saneamento básico;
Estimular o conhecimento da realidade local em relação aos serviços de saneamento básico;
Incentivar o consumo responsável dos dons da natureza, principalmente da água;
Apoiar e incentivar os municípios para que elaborem e executem o seu Plano de Saneamento Básico;
Acompanhar a elaboração e a execução dos Planos Municipais de Saneamento Básico;
Desenvolver a consciência de que políticas públicas na área de saneamento básico apenas tornar-se-ão realidade pelo trabalho e esforço conjunto;
Denunciar a privatização dos serviços de saneamento básico, pois eles devem ser política pública como obrigação do Estado;
Desenvolver a compreensão da relação entre ecumenismo, fidelidade à proposta cristã e envolvimento com as necessidades humanas básicas.
Dimensões básicasO cuidado com a criação e a luta pela justiça;
Instaurar processos de diálogo para a reflexão crítica dos modelos de desenvolvimento que orientam a política e a economia.
Com quem estamos em sintonia?Com o Conselho Mundial de Igrejas e com o Papa Francisco que chamam a atenção que o atual modelo de desenvolvimento ameaça a vida e o sustento das pessoas.
É um modelo que destrói a biodiversidade;
Portanto, promover a justiça climática, assumir o cuidado com a Casa Comum e denunciar os pecados que ameaçam a vida no planeta é missão confiada por Deus para nós.
Fonte: Conic

sexta-feira, 26 de fevereiro de 2016

Sagrado Coração de Jesus tenho grande confiança em Vós!

Ó meu Senhor, inflamai o meu amor para Convosco, para que em meio às tempestades, sofrimentos e provações o meu espírito não desfaleça. Vos vedes como sou fraca. O amor tudo pode. [Diário de Santa Faustina 94]. Sagrado Coração de Jesus tenho grande confiança em Vós!
 Campanhas da Fraternidade Ecumênica

-2000: Novo Milênio sem Exclusão: Dignidade Humana e Paz;
-2005: Felizes os que promovem a paz;
-2010: Economia e vida: vocês não podem servir a Deus e ao dinheiro (Mt 6.24)
Por que uma Campanha da Fraternidade Ecumênica?
Porque acreditamos em Jesus Cristo que nos anima e pede: “Que todos sejam um, como Tu, Pai, estás em mim e eu em ti; que também eles estejam em nós, a fim de que o mundo creia que tu me enviaste”. (Jo 17.21)
Porque o diálogo e o testemunho conjunto são possíveis;
Porque o testemunho ecumênico não é proselitista;
Porque, como igrejas, podemos compartilhar dons e recursos;
Porque temos o desafio de construir uma Casa Comum justa, sustentável e habitável para todos os seres vivos.
Fonte: Conic

Oração conjunta Misereor e Pão Para o Mundo
Deus, justo e misericordioso, a Tua Terra, nossa Casa Comum, está em um estado deplorável.
Milhões de pessoas sofrem com a fome.
Em muitos lugares, o direito à moradia, à água e ao saneamento básico, o direito à autodeterminação econômica, social e cultural é largamente desrespeitado.
Estas realidades são difíceis de suportar. Assustam-nos. Fechamos os olhos e a sensação de que “ Não há nada que eu possa fazer” é forte. Paralisa-nos. Queremos sair dessa armadilha. Queremos acolher o dom da Tua Criação e assumir a responsabilidade por ela. Por isso, necessitamos da Tua ajuda e Te rogamos: Que o cuidado para com a nossa Casa Comum nos dê uma voz forte para denunciar todas as formas abusivas de exploração econômica.
Fonte: Conic

quinta-feira, 25 de fevereiro de 2016

A minha alma mergulha no Senhor.

Hoje, o amor de Deus me transporta ao outro mundo. Estou submersa no amor, amo e sinto que sou amada, e experimento isto em plena consciência. A minha alma mergulha no Senhor, conhecendo a grande majestade de Deus e a minha pequenez, mas por esse conhecimento aumenta a minha felicidade. Essa consciência é tão viva na alma, tão poderosa e, ao mesmo tempo, tão doce. [Diário de Santa Faustina n° 1500]. Jesus eu confio em Vós!



AÇÃO DE GRAÇAS APÓS A COMUNHÃO.
Alma de Cristo, santificai-me.
Corpo de Cristo, salvai-me.
Sangue de Cristo, inebriai-me.
Água do lado de Cristo, lavai-me
Paixão de Cristo, confortai-me.
Oh! bom Jesus, ouvi-me.
Dentro dos vossas chagas, escondei-me
Não permitais, que eu me separe de vós.
Do espírito maligno, defendei-me.
No hora da minha morte, chamai-me.
E mandai-me ir, para Vós.
Para que com os vossos santos, vos louve.
Por todos os séculos dos séculos. Amém.


Adoração ao Santíssimo Sacramento
Composta por São Tomás de Aquino, a pedido do Papa Urbano IV. 1263
Eu vos adoro devotamente, oh! Divindade escondida, que verdadeiramente Se oculta sob estas aparências, a Vós, meu coração submete-se todo inteiro, porque, vos contemplando, tudo desfalece.
A vista, o tato, o gosto falham com relação a Vós mas, somente em vos ouvir em tudo creio. Creio em tudo aquilo que disse o Filho de Deus, nada mais verdadeiro que esta Palavra de Verdade.
Na Cruz, estava oculta somente a vossa Divindade, mas aqui, oculta-se também a vossa Humanidade.
Eu, contudo, crendo e professando ambas, peço aquilo que pediu o ladrão arrependido.
Não vejo, como Tomé, as vossas chagas, entretanto, vos confesso meu Senhor e meu Deus.
Faça que eu sempre creia mais em Vós, em vós esperar e vos amar.
Oh! memorial da morte do Senhor, Pão vivo que dá vida aos homens, faça que minha alma viva de Vós, e que à ela seja sempre doce este saber.
Senhor Jesus, bondoso pelicano, lava-me, eu que sou imundo, em teu sangue, pois que uma única gota faz salvar todo o mundo e apagar todo pecado.
Oh! Jesus, que velado agora vejo, peço que se realize aquilo que tanto desejo: Que eu veja claramente vossa face revelada; que eu seja feliz contemplando a vossa glória. Amém. 


quarta-feira, 24 de fevereiro de 2016

Livre arbítrio.

Deus nunca força a nossa livre vontade. [Diário de Santa Faustina 107]. Jesus eu confio em Vós!

ORAÇÃO A SÃO JOSÉ PARA OBTER UMA SANTA MORTE - toda quarta é dedicada a São José.
Glorioso S. José, que sois o modelo, o padroeiro e o consolador dos moribundos, hoje vos peço a vossa proteção para o ultimo instante da minha vida, terrível momento, que não sei se terei forças para vos chamar em minha ajuda.
Ah! Fazei que eu morra com a morte dos justos! Mas para que possa esperar graça tão grande, alcançai-me que eu viva como vós na presença de Jesus e de Maria, e que nunca ofenda seus olhos divinos com a mancha hedionda do pecado.
Praza, pois, ao céu que eu morra desde agora para mim mesmo, para as minhas paixões, para os desejos terrestres, e para tudo que não é Deus, a fim de viver unicamente para Aquele que morreu por mim.
Jesus, Maria e José, na esperança do vosso socorro, e sob os vossos auspícios, é que eu tomo esta resolução.
Sede-me, pois, propícios agora e na hora da minha morte, a fazei que eu expire pronunciando os vossos sacratíssimos nomes. Amem.
(Indulgência de 7 anos. Plenária nas condições do costume)
Amado Jesus, José e Maria, Meu coração vos dou a alma minha.
Amado Jesus, José e Maria, Assisti-me na última agonia.
Amado Jesus, José e Maria, Expire em paz, entre Vós, a alma minha.
Indulg. De 300 dias, por cada vez que se recitarem as três referidas jaculatórias.

Indulgência de 100 dias por cada vez que se recitar uma delas).

terça-feira, 23 de fevereiro de 2016

Trindade Santa

                                                          Trindade Santa
         Disse Jesus:__ Sou três vezes Santo e abomino o menor pecado. Não posso amar uma alma manchada pelo pecado, mas, quando se arrepende, não há limites para a Minha generosidade com ela. A Minha misericórdia a envolve e justifica. Com a Minha misericórdia persigo os pecadores em todos os seus caminhos, e o Meu Coração se alegra quando eles voltam a Mim. Esqueço as amarguras com que alimentaram o Meu Coração e alegro-Me com a volta deles.
        Diz aos pecadores que ninguem escapará ao Meu braço. Se fogem do Meu misericórdioso Coração, hão-de cair nas mãos da Minha justiça. Diz aos pecadores que sempre espero por eles, presto atenção ao pulsar do coração deles, para ver quanto baterá por Mim. Escreve que falo a eles pelos remorsos da conciência, pelos malogros e sofrimentos, pelas tempestades e raios; falo pela voz da Igreja e, se menosprezarem todas as Minhas graças, começarei a Me zangar com eles, deixando-os a si mesmos, e dou-lhes o que desejam.  [ Diário 1728 ]. Jesus eu confio em Vós!

 
PAPA FRANCISCO: QUARESMA TEMPO
 DE CONVERSÃO E RENOVAÇÃO
 PESSOAL – 05/03/2014

O Papa Francisco encontrou-se com os fiéis e peregrinos de todas as partes do mundo na Praça São Pedro para a tradicional audiência geral das quartas-feiras. Mais de 30 mil os presentes numa manhã de sol.

Na sua catequese, lida em italiano, o Papa iniciou recordando que, hoje, Quarta-feira de Cinzas, tem início a Quaresma, quarenta dias que nos conduzirá ao Tríduo Pascal, memória da paixão, morte e ressurreição do Senhor, coração do mistério da nossa salvação.

A Quaresma, disse o Papa, é um tempo “forte”, um ponto de reviravolta que pode favorecer em cada um de nós a mudança, a conversão, para sair dos costumes cansados e do preguiçoso vício do mal que nos engana.

“No tempo quaresmal a Igreja nos dirige dois importantes convites: ter uma consciência mais viva da obra redentora de Cristo; e viver com mais compromisso o próprio Batismo”.

Viver profundamente o Batismo – disse o Papa – significa não nos acostumarmos às situações de degradação e de miséria que encontramos caminhando pelas ruas de nossas cidades e de nossos países.

“Há o risco de aceitarmos passivamente certos comportamentos e de não nos surpreendermos diante das tristes realidades que nos circundam. Acostumamo-nos à violência, como se fosse uma notícia cotidiana normal; acostumamo-nos a irmãos e irmãs que dormem pelas ruas, que não têm um teto para se abrigar. Acostumamo-nos aos refugiados em busca de liberdade e dignidade, que não são acolhidos como deveriam ser. Acostumamo-nos a viver em uma sociedade que pretende deixar Deus de lado, na qual os pais não ensinam mais aos filhos a rezar nem a fazer o sinal da cruz. Este vício de comportamentos não cristãos e de comodidades nos anestesia o coração!”

O Papa perguntou então aos presentes, dirigindo-se aos pais e avós, se eles ensinam seus filhos e netos a rezar e a fazer o Sinal da Cruz. Se ensinam suas crianças a se dirigirem a Deus com a oração do Pai-Nosso e a Nossa Senhora com a oração da Ave-Maria. Uma pergunta que pediu que respondessem em silêncio, no coração.

A Quaresma, continuou o Papa deve ser vivida como tempo de conversão, de renovação pessoal e comunitária através da aproximação a Deus e da adesão confiante ao Evangelho. Por isso a Quaresma é momento favorável para converter-se ao amor ao próximo.

Demos graças a Deus pelo mistério de seu amor crucificado – disse ainda o Papa recordando os elementos essenciais para viver o tempo da Quaresma: fé autêntica, conversão e abertura de coração aos irmãos.

O Papa concluiu invocando com particular confiança a proteção e a ajuda de Nossa Senhora neste caminho, a nos acompanhar nos dias de oração intensa e de penitência, para chegar a celebrar, purificados e renovados no espírito, o grande mistério da Páscoa de seu Filho.

Por Rádio Vaticano

segunda-feira, 22 de fevereiro de 2016

Confiança na Misericórdia!!

As graças da Minha misericórdia coIhem-se com o único vaso, que é a confiança. Quanto mais a alma confiar, tanto mais receberá. Grande consolo Me dão as almas de ilimitada confiança, porque, em almas assim derramo todos os tesouros das Minhas graças. Alegro-Me por pedirem muito, porque o Meu desejo é dar muito, muito mesmo. Fico triste, entretanto, quando as almas pedem pouco, quando estreitam os seus corações". [Diário 1578]. Jesus eu confio em Vós!
  TEMPO DA QUARESMA
Para qualquer festa importante, a gente costuma se preparar. E se prepara bem! Festa de 15 anos, formatura, casamento, bodas etc.... E quanto mais importante a festa, parece que mais tempo leva a preparação. Você com certeza conhece exemplos de festa preparada até com mais de um ano de antecedência... Na preparação já se começa a viver a festa.

Nós cristãos celebramos todo ano a festa da Páscoa: Morte e ressurreição de Jesus e nossa. É a maior de todas as festas. A mais importante... Grande demais para ser preparada em apenas três dias ou uma semana. Por isso, estendemos a sua preparação para quarenta dias. Daí Quaresma, período de quarenta dias, que vai da quarta-feira de cinzas até a quinta-feira santa pela manhã.

É um tempo forte na vida da Igreja, em que fazemos o caminho para a Páscoa, motivados pela Palavra e unidos aos sentimentos de Jesus Cristo, cultivando a oração, o amor a Deus e a solidariedade com os irmãos.

É um tempo em que, na tradição da Igreja, os catecúmenos se preparam intensamente para o batismo na noite da Páscoa, isto é, na Vigília pascal.

É um tempo de graça e bênção, escuta mais intensa da palavra de Deus, de conversão e mudança de vida, de recordação e preparação do batismo, de reconciliação com Deus e com os irmãos; tempo de oração mais intensa; tempo de jejum como aprendizagem, entrega e docilidade à vontade do Pai; tempo de esmola ou de partilha de bens e de gestos solidários, de carinho com os pobres e necessitados.

As celebrações mais importantes do tempo da Quaresma são: Quarta-feira de cinzas, através da qual abrimos esse tempo de preparação pascal: "Convertei-vos, e crede no Evangelho!".

Depois temos cinco domingos da Quaresma, nos quais as comunidades se reúnem para celebrar a presença viva do Senhor que nos mostra o caminho para a vitória definitiva da Páscoa.

E então vem o domingo de ramos, no qual lembramos a entrada triunfal de Jesus em Jerusalém, onde ele sofrerá a paixão e mergulhará na morte, para depois ressuscitar vitorioso.

Ainda, como parte da Quaresma, se celebra na quinta-feira santa pela manhã a missa dos santos óleos.

Nas comunidades durante a Quaresma, se fazem também celebrações penitenciais, como sinais da nossa busca de conversão e da misericórdia de Deus que nos acolhe em seu perdão. Nelas, também se celebram ofícios próprios, como meio de intensificar a oração.

Concluindo, lembramos esta belíssima oração que a Igreja faz, já no primeiro domingo deste tempo forte de sua vida: "Concedei-nos, ó Deus onipotente, que, ao longo desta Quaresma, possamos progredir no conhecimento de Jesus Cristo, e corresponder a seu amor por uma vida santa. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo". E toda a assembleia confirma dizendo: "Amém".
FONTE:http://www.universocatolico.com.br/index.php?/o-tempo-da-quaresma.html
Novena "Almas Aflitas"
Segunda-feira, dia dedicado as Almas do Purgatório.
"Pai Eterno, eu vos ofereço o sangue de nosso Senhor Jesus Cristo, intercedei pelas almas aflitas.
E vós, almas aflitas, ide perante a Deus e pedi a graça que necessito (fazer o pedido)". Rezar: Pai Nosso, Ave Maria e o Glória.

domingo, 21 de fevereiro de 2016

2º domingo da quaresma.

Antes da confissão, ouvi na alma estas palavras: Minha filha, conta-lhe tudo e desvenda tua alma diante dele, como o fazes diante de Mim. Nada receies; para a tua tranqüilidade, coloco esse sacerdote entre Mim e a tua alma, e as palavras que ele te disser, são Minhas. Desvenda diante dele as coisas mais ocultas que tens na alma. Eu lhe concederei luzes para que conheça a tua alma. [Diário de Santa Faustina 232]. Jesus eu conftio em Vós!
EVANGELHO – Lc 9,28b-36

Evangelho de Nosso senhor Jesus Cristo segundo São Lucas

Naquele tempo, Jesus tomou consigo Pedro, João e Tiago e subiu ao monte, para orar.
Enquanto orava, alterou-se o aspecto do seu rosto e as suas vestes ficaram de uma brancura refulgente.
Dois homens falavam com Ele: eram Moisés e Elias, que, tendo aparecido em glória, falavam da morte de Jesus, que ia consumar-se em Jerusalém.
Pedro e os companheiros estavam a cair de sono; mas, despertando, viram a glória de Jesus e os dois homens que estavam com Ele.
Quando estes se iam afastando, Pedro disse a Jesus: «Mestre, como é bom estarmos aqui!
Façamos três tendas: uma para Ti, outra para Moisés e outra para Elias».
Não sabia o que estava a dizer. Enquanto assim falava,
veio uma nuvem que os cobriu com a sua sombra; e eles ficaram cheios de medo, ao entrarem na nuvem. Da nuvem saiu uma voz, que dizia: «Este é o meu Filho, o meu Eleito: escutai-O».
Quando a voz se fez ouvir, Jesus ficou sozinho.
Os discípulos guardaram silêncio e, naqueles dias, a ninguém contaram nada do que tinham visto. Palavra da Salvação. Glória a vos Senhor!
Oração da Misericórdia - ano Jubilar Extraordinário dedicado à Misericórdia – período de 08/12/2015  a 20/11/2016.

Senhor Jesus Cristo, Vós que nos ensinastes a ser misericordiosos como o Pai celeste, e nos dissestes que quem Vos vê, vê a Ele. Mostrai-nos o Vosso rosto e seremos salvos. O Vosso olhar amoroso libertou Zaqueu e Mateus da escravidão do dinheiro; a adúltera e Madalena de colocar a felicidade apenas numa criatura; fez Pedro chorar depois da traição, e assegurou o Paraíso ao ladrão arrependido. Fazei que cada um de nós considere como dirigida a si mesmo as palavras que dissestes à mulher samaritana: Se tu conhecesses o dom de Deus! Vós sois o rosto visível do Pai invisível, do Deus que manifesta sua omnipotência sobretudo com o perdão e a misericórdia: fazei que a Igreja seja no mundo o rosto visível de Vós, seu Senhor, ressuscitado e na glória. Vós quisestes que os Vossos ministros fossem também eles revestidos de fraqueza para sentirem justa compaixão por aqueles que estão na ignorância e no erro: fazei que todos os que se aproximarem de cada um deles se sintam esperados, amados e perdoados por Deus. Enviai o Vosso Espírito e consagrai-nos a todos com a sua unção para que o Jubileu da Misericórdia seja um ano de graça do Senhor e a Vossa Igreja possa, com renovado entusiasmo, levar aos pobres a alegre mensagem proclamar aos cativos e oprimidos a libertação e aos cegos restaurar a vista. Nós Vo-lo pedimos por intercessão de Maria, Mãe de Misericórdia, a Vós que viveis e reinais com o Pai e o Espírito Santo, pelos séculos dos séculos. Amém.

sábado, 20 de fevereiro de 2016

Amor e sempre amor!

Oh! como é doce ter no fundo da alma aquilo em que a igreja nos diz que devemos acreditar! Quando a minha alma está imersa no amor, resolvo claramente e depressa as questões mais complicadas. Só o amor é capaz de passar por sobre os abismos e pelos cumes das montanhas.amor, e sempre amor. [Diário de Santa Faustina n° 1123]. Jesus eu confio em Vós!
Viver o tempo da Quaresma com Nossa Senhora

"Arrependei-vos e crede no Evangelho".(Mc 1,15)

Podemos afirmar que não tem tempo litúrgico na Igreja em que a Virgem Maria esteja ausente. Há, porém, alguns tempos, como o Advento, em que é mais fácil associá-los à presença de Nossa Senhora. Cabe lembrar, que Maria é a Mãe da Igreja (Mater Ecclesiae), portanto, está vinculada, intrinsecamente aos mistérios de Seu Filho, Nosso Senhor Jesus Cristo.

Quaresma é um tempo de livre empenho no seguimento de Cristo e de que Nossa Senhora nos chama à mudança de vida. Maria Santíssima é o exemplo de quem medita e ouve a Palavra de Deus. Maria é obediente à vontade do Pai. Ela também caminha em direção à cruz. Maria é a premissa e o modelo de atitude que devemos tomar não somente na Quaresma, mas em todos os tempos de nossas vidas. Com Ela aprenderemos andar no caminho da oração, do jejum, da caridade, do recolhimento e do silêncio. Maria é o caminho que nos leva a Jesus.

Que nesta quaresma, cresça em nós o amor filial Àquela que, aos pés da Cruz, nos deu seu Filho Amado para nossa salvação. Caminhemos com Maria meditando os mistérios do Santo Rosário, praticando a devoção das sete dores da Virgem Maria, rezando a ladainha de Nossa Senhora e outras orações que honrem Nossa Senhora e Nosso Senhor Jesus Cristo!

Salve Maria Imaculada!
Fonte:www.nospassosdemaria.com.br

sexta-feira, 19 de fevereiro de 2016

Coração misericordiosíssimo de Jesus, Fonte viva de todas as graças!!

Saúdo-Vos, Coração misericordiosíssimo de Jesus, Fonte viva de todas as graças, Nossa única proteção e refúgio, Em Vós tenho o brilho da esperança! (Diário de Santa Faustina nº 1321). Jesus eu confio em Vós!
ORAÇÃO: Deus onipotente e eterno, olhai para o coração de vosso filho diletíssimo e para os louvores e as satisfações que ele, em nome dos pecadores, vos tributa; e aos que imploram a vossa misericórdia concedei o benigno o perdão em nome do vosso mesmo Filho Jesus Cristo, que convosco vive e reina em união com o Espírito Santo, Deus por todos os séculos dos séculos. Amém.
Ano Jubilar Extraordinário dedicado à Misericórdia – período de 08/12/2015 a 20/11/2016.

Na catequese do dia 16 de dezembro de 2015, o Papa Francisco falou de alguns sinais que caracterizam o Ano da Misericórdia: atravessar a Porta Santa, aproximar-se do sacramento da Confissão e amar e perdoar todos.


Francisco destacou que a misericórdia e o perdão não podem ficar reduzidos a belas palavras, devem ser exercidos na vida cotidiana. “Amar e perdoar são os sinais concretos e visíveis de que a fé transformou os nossos corações e nos permite exprimir em nós a própria vida de Deus”.

Este grande sinal da vida cristã, segundo o Papa, se transforma em outros sinais que são característicos do Jubileu, como atravessar a Porta Santa, um sinal de confiança em Jesus que não veio para julgar, mas para salvar. E essa salvação é gratuita, ressaltou Francisco. “A salvação não se paga. A salvação não se compra. A Porta é Jesus, e Jesus é grátis”.



Atravessar a Porta Santa também significa uma verdadeira conversão do coração, disse o Papa. “Não teria muita eficácia o Ano Santo se a porta do nosso coração não deixasse Cristo passar (…) Como a Porta Santa fica aberta, porque é o sinal do acolhimento que o próprio Deus nos reserva, assim também a nossa porta, aquela do coração, esteja sempre escancarada para não excluir ninguém. Nem mesmo aquele que me incomoda, ninguém”.
Confissão
Outro sinal importante do Jubileu da Misericórdia é o sacramento da Confissão. Aproximar-se desse sacramento, disse o Papa, é fazer experiência direta da misericórdia de Deus. “Deus perdoa tudo. Deus nos compreende mesmo nos nossos limites (…) Quando reconhecemos os nossos pecados e pedimos perdão, há festa no Céu: Jesus faz festa”.
O Santo Padre lembrou que tão importante quanto pedir perdão a Deus é saber perdoar, embora essa não seja tarefa fácil. É preciso abrir-se para acolher a misericórdia de Deus para tornar-se capaz de perdão. “Portanto, coragem! Vivamos o Jubileu começando com estes sinais que comportam uma grande força de amor”.
Fonte:http://papa.cancaonova.com/papa-indica-sinais-que-caracterizam-o-ano-da-misericordia/


quinta-feira, 18 de fevereiro de 2016

Graças e louvores sejam dados a todo o momento, ao Santíssimo e Divinissimo Sacramento.

O Escondido, com corpo, a alma e a divindade, sob as frágeis espécies do Pão, Vós sois minha vida, de Vós brotam para mim graças inúmeras, Vós sois, para mim, mais que as delícias do céu. (Diário de Santa Faustina nº 1718). Jesus eu confio em Vós!
“Ó minha alma, louva ao Senhor. Louvarei ao Senhor durante a minha vida; cantarei louvores ao meu Deus enquanto eu for vivo.” Salmo 146,1
“Graças e louvores sejam dados a todo o momento, ao Santíssimo e Diviníssimo Sacramento.”
DIA 18 - DIA DA RENOVAÇÃO DA ALIANÇA DE AMOR

CONSAGRAÇÃO A NOSSA SENHORA
Ó minha Senhora, ó minha Mãe, eu me ofereço toda a Vós, e em prova de minha devoção para convosco, eu vos consagro neste dia meus olhos, meus ouvidos, minha boca, meu coração e inteiramente todo o meu ser.
E porque assim sou vossa, ó incomparável Mãe,
guardai-me, defendei-me como coisa e propriedade vossa. Amém.

CONFIO
Confio em teu poder, e em tua bondade, em ti confio com filialidade.
Confio cegamente em toda a situação,
Mãe, no teu Filho e na tua proteção. (3x)
Objetivo geral da Campanha da Fraternidade 2016: Assegurar o direito ao saneamento básico para todas as pessoas.

Oração da CFE 2016

Deus da vida, da justiça e do amor,
Tu fizeste com ternura o nosso planeta,
morada de todas as espécies e povos.

Dá-nos assumir, na força da fé
e em irmandade ecumênica,
a corresponsabilidade na construção
de um mundo sustentável
e justo, para todos.

No seguimento de Jesus,
Com a Alegria do Evangelho
e com a opção pelos pobres. Amém!

quarta-feira, 17 de fevereiro de 2016

Toda a graça provém da oração!

"É pela oração que a alma se arma para toda espécie de combate. Em qualquer estado em que se encontre, a alma deve rezar. Tem que rezar a alma pura e bela, porque de outra forma perderia a sua beleza; deve rezar a alma que está buscando essa pureza, porque de outra forma não a atingiria; deve rezar a alma recém-convertida, porque de outra forma cairia novamente; deve rezar a alma pecadora, atolada em pecados, para que possa levantar-se. E não existe uma só alma que não tenha a obrigação de rezar, porque toda a graça provém da oração" [Diário 146]. Jesus eu confio em Vós!

O tema da Campanha da Fraternidade 2016 é: “Casa comum, nossa responsabilidade”,
e o lema: “Quero ver o direito brotar como fonte e correr a justiça qual riacho que não seca” (Am 5.24)

Hino da Campanha da Fraternidade 2016

Eis, ó meu povo o tempo favorável
Da conversão que te faz mais feliz
Da construção de um mundo sustentável
“Casa comum” é teu senhor quem diz


Quero ver, como fonte o direito a brotar
A gestar tempo novo: E a justiça
Qual rio em seu leito, dar mais vida
Pra vida do povo


Eu te carrego sobre as minhas asas
Te fiz a terra com mãos de ternura
Vem, povo meu, cuidar da nossa casa!
Eu sonho verde, o ar, a água pura


Te dei um mundo de beleza e cores
Tu me devolves esgoto e fumaça
Criei sementes de remédio e flores
Semeias lixo pelas tuas praças


Justiça e paz, saúde e amor têm pressa
Mas, não te esqueças, há uma condição
O saneamento de um lugar começa
Por sanear o próprio coração


Eu sonho ver o pobre, o excluído
Sentar-se à mesa da fraternidade
Governo e povo trabalhando unidos
Na construção da nova sociedade

segunda-feira, 15 de fevereiro de 2016

Jesus sente dor a falta de confiança em Sua bondade.

Tudo que existe, está encerrado nas entranhas da Minha misericórdia, e de forma mais profunda que a criança no ventre da mãe. Quanta dor Me causa a falta de confiança em Minha bondade. Os pecados que Me ferem mais dolorosamente são os de desconfiança. [Diário de Santa Faustina n° 1076]. Jesus eu confio em Vós!
 
Oração para a Quaresma

Pai nosso,
que estais no Céu,
durante esta época
de arrependimento,
tende misericórdia de nós.

Com nossa oração,
nosso jejum
e nossas boas obras,
transformai
o nosso egoísmo
em generosidade.

Abri nossos corações
à vossa Palavra,
curai as nossas feridas do pecado,
ajudai-nos a fazer o bem neste mundo.

Que transformemos a escuridão
e a dor em vida e alegria.
Concedei-nos estas coisas
por Nosso Senhor Jesus Cristo.
Amém.

Jesus abismo de misericórdia insondável!

Quando recebi Jesus, joguei-me toda n'Ele como num abismo de misericórdia insondável e, quanto mais eu sentia que sou a própria miséria, tanto mais aumentava a minha confiança n'Ele. [Diário de Santa Faustina n° 1817]. Jesus eu confio em Vós!
Novena "Almas Aflitas"
Segunda-feira, dia dedicado as Almas do Purgatório.
"Pai Eterno, eu vos ofereço o sangue de nosso Senhor Jesus Cristo, intercedei pelas almas aflitas.
E vós, almas aflitas, ide perante a Deus e pedi a graça que necessito (fazer o pedido)". Rezar: Pai Nosso, Ave Maria e o Glória.
O que é a Quaresma?
A quaresma é o tempo litúrgico de conversão, que a Igreja marca para nos preparar para a grande festa da Páscoa. É tempo para nos arrepender de nossos pecados e de mudar algo de nós para sermos melhores e poder viver mais próximos de Cristo.
A Quaresma dura 40 dias; começa na Quarta-feira de Cinzas e termina no Domingo de Ramos. Ao longo deste tempo, sobretudo na liturgia do domingo, fazemos um esfoço para recuperar o ritmo e estilo de verdadeiros fiéis que devemos viver como filhos de Deus.
A cor litúrgica deste tempo é o roxo, que significa luto e penitência. É um tempo de reflexão, de penitência, de conversão espiritual; tempo e preparação para o mistério pascal.
Na Quaresma, Cristo nos convida a mudar de vida. A Igreja nos convida a viver a Quaresma como um caminho a Jesus Cristo, escutando a Palavra de Deus, orando, compartilhando com o próximo e praticando boas obras. Nos convida a viver uma série de atitudes cristãs que nos ajudam a parecer mais com Jesus Cristo, já que por ação do pecado, nos afastamos mais de Deus.

Por isso, a Quaresma é o tempo do perdão e da reconciliação fraterna. Cada dia, durante a vida, devemos retirar de nossos corações o ódio, o rancor, a inveja, os zelos que se opõem a nosso amor a Deus e aos irmãos. Na Quaresma, aprendemos a conhecer e apreciar a Cruz de Jesus. Com isto aprendemos também a tomar nossa cruz com alegria para alcançar a glória da ressurreição.

40 dias
A duração da Quaresma está baseada no símbolo do número quarenta na Bíblia. Nesta, é falada dos quarenta dias do dilúvio, dos quarenta anos de peregrinação do povo judeu pelo deserto, dos quarenta dias e Moisés e de Elias na montanha, dos quarenta dias que Jesus passou no deserto antes de começar sua vida pública, dos 40 anos que durou o exílio dos judeus no Egito.
Na Bíblia, o número quatro simboliza o universo material, seguido de zeros significa o tempo de nossa vida na terra, seguido de provações e dificuldades.
A prática da Quaresma data desde o século IV, quando se dá a tendência a constituí-la em tempo de penitência e de renovação para toda a Igreja, com a prática do jejum e da abstinência. Conservada com bastante vigor, ao menos em um princípio, nas Igrejas do oriente, a prática penitencial da Quaresma tem sido cada vez mais abrandada no ocidente, mas deve-se observar um espírito penitencial e de conversão.
Fonte:http://www.catequisar.com.br/texto/materia/celebracoes/quaresma/15.htm