terça-feira, 28 de fevereiro de 2017

Santo Anjo da Guarda, meu poderoso protetor.

Pedia então a Jesus que concedesse essas graças a uma outra pessoa, porque eu não sei aproveitá-las e apenas as desperdiço. ¨Jesus, tende misericórdia de mim, não me confieis coisas tão grandes, bem vedes que sou um pozinho incompetente.
Contudo, a bondade de Jesus é infinita e Ele prometeu-me ajuda visível na Terra e recebi-(a) em breve em Vilna. Reconheci no Padre Sopocko essa ajuda de Deus. Antes de chegar a Vilna, conheci-o por um visão interior. Certo dia, vi-o na nossa capela entre o altar e o confessionário. Então ouvi uma voz na alma: Eis tua ajuda visível na Terra. Ele te ajudará a cumprir a Minha vontade na Terra. [Diário de Santa Faustina nº 53-continuação]. Jesus eu confio em Vós!

Santo Anjo da Guarda, meu poderoso protetor,
 guardai-me sempre na paz de vosso amor.

Dos perigos, livrai-me;
 do mal, libertai-me;
 e nos momentos de angústia, consolai-me!

Durante o sono, velai sobre meu descanso,
 não deixais o mal de mim se aproximar.
 Sob as asas do seu amor,
 possa nos meus sonhos habitar!

Nesta dia de luz, afugentai as trevas do medo,
 afastai também as tentações,
 para que minha alma tranquila
 tenha esperança sem aflições.

E que ao anoitecer desse dia,
 eu durma feliz e restaurado,
 e seja para o mundo
 testemunha de ser sempre por vós amado!
Meu amado Deus, eu Te sou muito grata por este presente maravilhoso que é a vida! Agradeço também pelas pessoas que o Senhor colocou em meu caminho. As pessoas na nossa vida nos inspiram, nos ajudam, nos desafiam e nos encorajam a ser cada dia melhor.
Eu Te agradeço, Senhor, por todas as coisas boas e más que me aconteceram. Cada uma delas, ao seu modo, me fizeram chegar onde eu cheguei, e me fizeram ser quem eu sou. Foi a minha jornada de tropeços, vitórias e derrotas, que me fez enxergar o verdadeiro significado e beleza da vida. 
Eu amo a minha vida, Senhor! Abençoa-me com boa saúde, segurança, conforto, paz e alegria. Que as minhas preces e a minha gratidão cheguem ao Senhor. Amém!

segunda-feira, 27 de fevereiro de 2017

É uma benção ter um diretor espiritual.

Fiquei imensamente preocupada com tudo isso. Pensei que me livraria de tudo e aconteceu o contrário: uma ordem explícita para atender às exigências de Jesus. E agora um novo tormento, de não ter um confessor permanente. E se, durante algum tempo me confesso (com algum padre), não posso desvendar-lhe a minha alma quanto às graças, o que me causa um sofrimento indizível. [Diário de Santa Faustina nº 53]. Jesus eu confio em Vós!
ORAÇÃO PELAS ALMAS DO PURGATÓRIO
Senhor Jesus, dignai-Vos, pelo Sangue precioso que derramastes no Jardim das Oliveiras, socorrer e livrar as Almas do Purgatório, principalmente a mais desamparada. Levai-a hoje para o Céu, a fim de que, unida aos Anjos e a Vossa Mãe Santíssima, ela Vos bendiga para sempre. Amém. 

Senhor Jesus, pelo Sangue precioso que derramastes durante a Vossa Flagelação, dignai-Vos socorrer e livrar as Almas do Purgatório, principalmente a que em vida me fez mais benefícios. Levai-a hoje para o Céu, a fim de que, unida aos Anjos e a Vossa Mãe Santíssima, ela vos bendiga para sempre. Amém.

Senhor Jesus, pelo Sangue precioso que derramastes durante a Vossa Coroação de espinhos, dignai-Vos socorrer e livrar as Almas do Purgatório, principalmente a que mais amou a Santíssima Virgem. Levai-a hoje para o Céu, a fim de que, unida aos Anjos e  Vossa Mãe Santíssima, ela Vos bendiga para sempre. Amém.

Senhor Jesus, pelo Sangue precioso que derramastes carregando a Vossa Cruz, dignai-Vos socorrer e livrar as Almas do Purgatório, principalmente a que sofre, pelos maus exemplos que lhe dei. Levai-a hoje para o Céu, a fim de que, unida aos Anjos e a Vossa Mãe Santíssima, ela Vos bendiga para sempre. Amém.

Senhor Jesus, pelos merecimentos do Sangue precioso contido no cálice que apresentastes aos Vossos apóstolos depois da Ceia, dignai-Vos socorrer e livrar as Almas do Purgatório, principalmente a que foi mais fervorosa com o Santíssimo Sacramento do Altar. Levai-a hoje para o Céu, a fim de que, unida aos Anjos e a Vossa Mãe Santíssima, Vos bendiga para sempre. Amém.

Senhor Jesus, pelos méritos do Sangue precioso que emanou das Vossas Chagas, dignai-Vos socorrer e livrar as Almas do Purgatório, principalmente aquela a quem me confiastes na terra. Levai-a hoje para o Céu, a fim de que, unida aos Anjos e a Vossa Mãe Santíssima, ela Vos bendiga para sempre. Amém.

Senhor Jesus, pelos méritos do Sangue precioso que emanou do Vosso Sagrado Coração, dignai-Vos socorrer e livrar as Almas do Purgatório, principalmente a que mais propagou o culto do Vosso Sacratíssimo Coração. Levai-a hoje para o Céu, a fim de que, unida aos Anjos e a Vossa Mãe Santíssima, ela Vos bendiga para sempre. Amém.

Senhor Jesus, pelos merecimentos da Vossa adorável resignação sobre a Cruz, dignai-Vos socorrer e livrar as Almas do Purgatório, principalmente a que mais padece por minha causa. Levai-a hoje para o Céu, a fim de que, unida aos Anjos e a Vossa Mãe Santíssima, ela Vos bendiga para sempre. Amém.


Senhor Jesus, pelos méritos das Lágrimas que a Santíssima Virgem derramou aos pés da Vossa Cruz, dignai-Vos socorrer e livrar as Almas do Purgatório, principalmente a que Vos é mais querida. Levai-a hoje para o Céu, a fim de que, unida aos Anjos e a Vossa Mãe Santíssima, ela Vos bendiga para sempre. Amém.
Novena "Almas Aflitas"
Segunda-feira, dia dedicado as Almas do Purgatório.
"Pai Eterno, eu vos ofereço o sangue de nosso Senhor Jesus Cristo, intercedei pelas almas aflitas.

E vós, almas aflitas, ide perante a Deus e pedi a graça que necessito (fazer o pedido)". Rezar: Pai Nosso, Ave Maria e o Glória.

domingo, 26 de fevereiro de 2017

Deve ter um confessor permanente, isto é, um diretor espiritual.

Sempre que me queria afastar destas inspirações interiores Deus disse-me que no dia do Juízo exigirá de mim um grande número de almas.
Certa vez, cansada dessas diversas dificuldades que tinha por causa de Jesus falar-me e exigir a pintura da Imagem, decidi firmemente, antes dos votos perpétuos, pedir ao Frei Andrasz que deu-me esta resposta: ¨Não dispenso a Irmã de nada e a Irmã não pode esquivar-se dessas inspirações interiores, mas a Irmã deve, necessariamente, relatar tudo ao confessor, sem falta, porque de outra forma a Irmã incorrerá em erro apesar dessas grandes graças de Deus. Neste momento, a Irmã esta se confessando comigo, mas saiba que devia ter um confessor permanente, isto é, um diretor espiritual.¨ [Diário de Santa Faustina nº 52]. Jesus eu confio em Vós!

Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo 
segundo Mateus 6,24-34
Naquele tempo, disse Jesus a seus discípulos:
 Ninguém pode servir a dois senhores:
 pois, ou odiará um e amará o outro,
 ou será fiel a um e desprezará o outro.
 Vós não podeis servir a Deus e ao dinheiro.
 Por isso eu vos digo:
 não vos preocupeis com a vossa vida,
 com o que havereis de comer ou beber;
 nem com o vosso corpo,
 com o que havereis de vestir.
 Afinal, a vida não vale mais do que o alimento,
 e o corpo, mais do que a roupa?
 Olhai os pássaros dos céus:
 eles não semeiam, não colhem,
 nem ajuntam em armazéns.
 No entanto, vosso Pai que está nos céus os alimenta.
 Vós não valeis mais do que os pássaros?
Quem de vós pode prolongar a duração da própria vida,
 só pelo fato de se preocupar com isso?
 E por que ficais preocupados com a roupa?
 Olhai como crescem os lírios do campo:
 eles não trabalham nem fiam.
 Porém, eu vos digo:
 nem o rei Salomão, em toda a sua glória,
 jamais se vestiu como um deles.
 Ora, se Deus veste assim a erva do campo,
 que hoje existe e amanhã é queimada no forno,
 não fará ele muito mais por vós, gente de pouca fé?
 Portanto, nóo vos preocupeis, dizendo:
 O que vamos comer? O que vamos beber?
 Como vamos nos vestir?
 Os pagãos é que procuram essas coisas.
 Vosso Pai, que está nos céus,
 sabe que precisais de tudo isso.
 Pelo contrário, buscai em primeiro lugar
 o Reino de Deus e a sua justiça,
 e todas estas coisas vos serão dadas por acréscimo.
 Portanto, não vos preocupeis com o dia de amanhã,
 pois o dia de amanhã terá suas preocupações!
 Para cada dia, bastam seus próprios problemas.'
 Palavra da Salvação. Glória a Vós Senhor!
Ensina-me, Senhor, a amar este minuto que estou vivendo agora, este dia de hoje, que é o único que possuo; a entregar-me a ele sem pensar naquele que passou nem naquele que há de vir.

Ensina-me a consagrar-me ao instante presente como se fosse o objetivo primordial e exclusivo da minha vida; a amar cada hora, humildemente, sem pausa e sem pressa, saboreando plenamente todo o seu conteúdo e toda a sua riqueza.

Ensina-me, Senhor, a inserir em cada tarefa, por mais insignificante que seja, a totalidade do meu ser como se estivesse fazendo uma obra de arte exclusivamente para agradar-Te, engrandecer a Tua glória e cantar o Teu louvor.

Ensina-me a viver cada minuto com vibração de eternidade, a fazer o que devo e estar plenamente no que faço por amor, para que também, no último minuto da minha vida, possa exclamar, impregnado da Tua paz: Senhor, nas tuas mãos entrego o meu espírito.

sábado, 25 de fevereiro de 2017

Maria, Virgem Imaculada, colocai-me sob a Vossa especial proteção.


Quando falei disso à Madre Superiora, do que Deus esta exigindo de mim, respondeu-me que, através de algum sinal, Jesus disse a conhecer mais claramente o que pretendia. Quando pedia a Nosso Senhor algum sinal como prova ¨de que verdadeiramente sois Deus e meu Senhor e de Vós procedem essas exigências, ¨ouvi esta voz interior: - Darei a conhecer aos Superiores, por meio das graças que concederei através dessa Imagem. [Diário de Santa Faustina nº 51]. Jesus eu confio em Vós!
Ó Coração de Maria, venho aos teus pés, manifestar-te todas as necessidades da minha vida e da hora de minha morte. Venho implorar o teu maternal socorro para que me protejas, em todas elas. Venho ainda suplicar-te pela necessidade de minha família e de minha pátria. Digna-te Mãe querida, escutar-me dos altos céus. Lembre-te, em meu favor, da tua misericórdia e magnificas promessas. Vem em meu socorro, ó Mãe de bondade! Em todas as minhas dificuldades, Vem em meu socorro, ó mãe de bondade. Nas minhas penas e misérias, Contra as seduções do mundo, Quando tiver a desgraça de pecar. Quando for escrava de alguma paixão. Quando cair em tibieza, quando me esquecer de recorrer a ti, na obrigação de me confessar e comungar. Para conservar ou recuperar a castidade. Para adquirir a humildade, Para ter paciência nos meus trabalhos, Em todos os meus pensamentos, palavras e obras, no cumprimento das minhas obrigações, quando me assaltar a tristeza, quando o mundo me perseguir, na nobreza e na desgraça, Quando for humilhado ou contrariado, para conseguir a conversão das pessoas que estimo, quando cair n'alguma enfermidade, Quando estiver próximo a expirar, para morrer confortado com os Santos Sacramentos. Ao deixar o derradeiro suspiro, quando for por Deus julgado, para te servir e amar durante toda a minha vida.
OREMOS: Ó Maria, minha Mãe! Guia meus passos por toda a minha vida: e na hora da minha morte acompanha a minha alma até à presença de teu filho, Jesus, de quem espero receber a coroa da vitória. Maria, em ti confio! Tu és minha Mãe. Amém.

sexta-feira, 24 de fevereiro de 2017

Que o pecador não tenha medo de se aproximar de Mim.

+ Desejo que os sacerdotes anunciem essa Minha grande misericórdia para com as almas pecadoras. Que o pecador não tenha medo de se aproximar de Mim. Queimam-Me as chamas da misericórdia; quero derramá-las sobre as almas! 
Jesus queixou-se diante de mim com estas palavras: A falta de confiança das Almas dilacera-Me as entranhas. Dói-Me ainda mais a desconfiança da alma escolhida. Apesar do Meu amor não lhes é suficiente. Ai da alma que deles abusar! [Diário de Santa Faustina nº 50]. Jesus eu confio em Vós!

Consagração ao Sagrado Coração de Jesus
Me entrego e consagro ao Sagrado Coração de Nosso Senhor Jesus Cristo, minha pessoa e vida, ações, dores e sofrimentos para que utilize meu corpo somente para honrar, amar e glorificar ao Sagrado Coração.

Este é meu propósito definitivo, único, ser todo d’Ele, e fazer tudo por amor a Ele, e ao mesmo tempo renunciar com todo meu coração qualquer coisa que não lhe compraz, além de tomar-te, Ó Sagrado Coração, para que sejas ele o único objeto de meu amor, o guardião de minha vida, meu seguro de salvação, o remédio para minhas fraquezas e inconstância, a solução aos erros de minha vida e meu refúgio seguro à hora da morte.

Seja, Ó Coração de Bondade, meu intercessor ante Deus Pai, e livra-me de sua sabia ira. Ó Coração de amor, ponho toda minha confiança em ti, temo minhas fraquezas e falhas, mas tenho esperança em tua Divindade e Bondade.

Tira de mim tudo o que está mal e tudo o que provoque que não faça tua santa vontade, permite a teu amor puro a que se imprima no mais profundo de meu coração, para que eu não me esqueça nem me separe de ti.

Que eu obtenha de tua amada bondade a graça de Ter meu nome escrito em Teu coração, para depositar em ti toda minha felicidade e glória, viver e morrer em tua bondade. Amém
Santa Margarida Maria Alacoque

quinta-feira, 23 de fevereiro de 2017

Jesus, eu confio em Vós.

Quando falei disso ao confessor, recebi esta resposta: ¨Isso diz respeito à tua alma. ¨Disse-me assim: ¨Pinta a imagem de Deus na tua alma.¨Quando saí do confessionário, ouvi novamente estas palavras: A minha imagem já está na tua alma. Eu desejo que haja a Festa da Misericórdia. Quero que essa Imagem, que pintarás com o pincel, seja benzida solenemente no primeiro domingo depois da Páscoa, e esse domingo deve ser a Festa da Misericórdia.  [Diário de Santa Faustina nº 49]. Jesus eu confio em Vós!
“Adorar a Deus no respeito e na submissão absoluta, reconhecendo os  direitos soberanos que Ele tem sobre nós, reconhecer “o nada da criatura”, que não existe a não ser por Deus. Adorar a Deus reconhecendo o Seu  senhorio sobre as nossas vidas, louvá-Lo, exaltá-Lo e humilhar-se a si mesmo,  confessando com gratidão que Ele fez grandes coisas e santo é o Seu nome”. Monsenhor Jonas Abib.

Por isso, rezemos como os anjos ensinaram os pastorzinhos em Fátima: “Meu Deus, eu creio, adoro, espero e amo-Vos; peço-Vos perdão para os que não crêem, não adoram, não esperam e não Vos amam”.
São Policarpo foi ordenado Bispo de Esmirna pelo próprio São João, o Evangelista. De caráter reto, de elevado saber, amor à Igreja e fiel à ortodoxia da fé, era respeitado por todos no Oriente.
Com a perseguição aos cristãos, o santo Bispo de 86 anos, escondeu-se até ser preso e levado para o governador, que pretendia convencê-lo de ofender a Cristo. Policarpo, porém, proferiu estas palavras: “Há oitenta e seis anos sirvo a Cristo e nenhum mal tenho recebido dele. Como poderei rejeitar Àquele a quem prestei culto e reconheço como meu Salvador”.
Condenado à morte no estádio da cidade, ele próprio subiu na fogueira e testemunhou para o povo: “Sede bendito para sempre, ó Senhor; que o Vosso Nome adorável seja glorificado por todos os séculos”. São Policarpo viveu o seu nome – poli=muitos, carpo=fruto – muitos frutos”, que foram regados com suor, lágrimas e, no seu martírio no ano de 155, regado também com sangue.
Oração: Ó Deus, Pai de Bondade, faça que minha palavra console os que sofrem e que minha presença sustente os que vacilam. Faça, também, que eu seja capaz de imitar firmemente seu exemplo e que seja para meus irmãos fonte de alegria, esperança e paz. Amém.

quarta-feira, 22 de fevereiro de 2017

Honra e glória a Deus.

Prometo que a alma que venerar esta Imagem não perecerá. Prometo também, já aqui na Terra, a vitória sobre os inimigos e, especialmente, na hora da morte. Eu mesmo a defenderei com Minha própria glória. [Diário de Santa Faustina 48]. Jesus eu confio em Vós!
TODA QUARTA FEIRA É DEDICADA A SÃO JOSÉ E ESSE SANTO É VENERADO COMO PROTETOR DA BOA MORTE
Oração pedindo a graça de uma Boa Morte
Divino Jesus, Filho de Deus encarnado, 
que pela nossa salvação Vos dignastes nascer em um estábulo, 

para passar vossa vida na pobreza, na provação e na miséria 

e morrer cheio de dores pregado na cruz; 

eu Vos suplico, dizei ao vosso Pai celeste, 

no momento da minha morte: 
"Meu Pai, perdoai-lhe!" Dizei à minha alma: 
"Ainda hoje estarás comigo no paraíso".

Meu Deus, meu Deus, não me abandoneis nessa hora! 

Tenho sede! Sim meu Deus, minha alma tem sede de Vós, 

que sois a fonte das águas vivas. 

Minha vida passa como uma sombra.

Ainda um pouco e tudo estará consumado! 

E por isto, meu adorável Salvador, desde este momento, 

entrego minha alma nas vossas mãos, por toda a eternidade.

Jesus, Maria e José, dignai-vos recebê-la. Amém.
CÁTEDRA DE SÃO PEDRO, APÓSTOLO
Desde o século IV, a festa da Cátedra de Pedro é celebrada neste dia em Roma, 
como sinal da unidade da Igreja, fundada sobre o Apóstolo.
Oração: Concedei, ó Deus todo-poderoso, que nada nos possa abalar, pois edificastes a vossa Igreja sobre aquela pedra que foi a profissão de fé do apóstolo Pedro. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo.

terça-feira, 21 de fevereiro de 2017

Desejo que esta Imagem seja venerada, primeiramente, na vossa capela e, depois, no mundo inteiro.

Á noite, quando me encontrava na minha cela, vi Nosso Senhor vestido de branco. Uma das mãos erguida para a benção, e a outra tocava-lhe a túnica, sobre o peito. Da túnica entreaberta sobre o peito saíam dois grandes raios, um vermelho e o outro pálido. Em silêncio, eu contemplava o Senhor; a minha alma estava cheia de temor, mas também de grande alegria. Logo depois, Jesus me disse: Pinta uma imagem de acordo com o modelo que estás vendo, com a inscrição: Jesus, eu confio em Vós. Desejo que esta Imagem seja venerada, primeiramente, na vossa capela e, depois, no mundo inteiro.  [Diário de Santa Faustina nº 47]. Jesus eu confio em Vós!
CATEQUESE
Praça São Pedro – Vaticano
Quarta-feira, 31 de agosto de 2016
Tema: a misericórdia oferece dignidade.

Queridos irmãos e irmãs, bom dia!
O Evangelho que ouvimos nos apresenta uma figura que se destaca pela sua fé e sua coragem. Trata-se da mulher que Jesus curou das suas perdas de sangue (cfr Mt 9, 20-22). Passando em meio à multidão, aproxima-se por trás de Jesus para tocar a orla do seu manto. “Dizia consigo: se conseguir tocar apenas o seu manto serei curada” (v. 21). Quanta fé! Quanta fé esta mulher tinha! Pensa assim porque é animada pela fé e por tanta esperança e, com um toque de astúcia, realiza quanto tem no coração. O desejo de ser salva por Jesus é tal a fazê-la ir além das prescrições estabelecidas pela lei de Moisés. Esta pobre mulher há muitos anos não estava simplesmente doente, mas era considerada impura porque tinha hemorragias (cfr Lv 15, 19-30). É, por isso, excluída das liturgias, da vida conjugal, das relações normais com o próximo. O evangelista Marcos acrescenta que tinha consultado muitos médicos, dando fundos aos seus meios para pagá-los e suportando tratamento doloroso, mas havia somente piorado. Era uma mulher descartada da sociedade. É importante considerar essa condição – de descartada – para entender o seu estado de alma: ela sente que Jesus pode libertá-la da doença e do estado de marginalização e de indignidade em que há anos se encontra. Em uma palavra: sabe, sente que Jesus pode salvá-la.

Este caso faz refletir sobre como a mulher muitas vezes é percebida e representada. Todos devemos prestar atenção, também as comunidades cristãs, para óticas da feminilidade cheias de preconceitos e suspeitas que lesam a intangível dignidade da mulher. Nesse sentido, são os próprios Evangelhos a restaurar a verdade e a reconduzir a um ponto de vista libertador. Jesus admirou a fé desta mulher que todos evitavam e transformou a sua esperança em salvação. Não sabemos o seu nome, mas as poucas linhas com que os Evangelhos descrevem o seu encontro com Jesus traçam um itinerário de fé capaz de restabelecer a verdade e a grandeza da dignidade de cada pessoa. No último encontro com Cristo, abre-se para todos, homens e mulheres de todo lugar e de todo tempo, a via da liberdade e da salvação.

O Evangelho de Mateus diz que, quando a mulher tocou o manto de Jesus, Ele “se voltou” e “a viu” (v. 22) e, portanto, dirigiu-lhe a palavra. Como diziam, por causa do seu estado de exclusão, a mulher agiu escondido, atrás de Jesus, um pouco temerosa, para não ser vista, porque era uma descartada. Jesus, em vez disso, a vê e o seu olhar não é de reprovação, não diz: “Vá embora, você é uma descartada”, como se dissesse: “Você é uma leprosa, vá embora!”. Não, não reprova, mas o olhar de Jesus é de misericórdia e ternura. Ele sabe o que aconteceu e procura o encontro pessoal com ela, aquilo que no fundo a mulher desejava. Isso significa que Jesus não só acolhe, mas a faz digna de tal encontro ao ponto de dirigir-lhe a palavra e sua atenção.

Na parte central do relato, o termo salvação é repetido três vezes. “Se eu somente tocar na sua vestimenta, serei curada. Jesus virou-se, viu-a e lhe disse: ‘Tem confiança, minha filha, tua fé te salvou’” (vv. 21-22). Este “coragem, filha” exprime toda a misericórdia de Deus por aquela pessoa. E por toda pessoa descartada. Quantas vezes nos sentimos interiormente descartados pelos nossos pecados, cometemos tantos, tantos… E o Senhor nos diz: “Coragem! Venha! Para mim você não é um descartado. Coragem, filha. Tu és um filho, uma filha”. E esse é o momento da graça, é o momento do perdão, é o momento da inclusão na vida de Jesus, na vida da Igreja. É o momento da misericórdia. Hoje, a todos nós pecadores, que somos grandes pecadores ou pequenos pecadores, mas todos o somos, a todos nós o Senhor diz: “Coragem, venha! Não estás mais descartado, não estás mais descartada: eu te perdoo, eu te abraço”. Assim é a misericórdia de Deus. Devemos ter coragem e ir até Ele, pedir perdão pelos nossos pecados e ir adiante. Com coragem, como fez esta mulher. Depois, a “salvação” assume múltiplas conotações: antes de tudo, restitui à mulher a saúde; depois, a liberta das discriminações sociais e religiosas; além disso, realiza a esperança que ela levava no coração anulando os seus medos e o seu desespero; enfim, a restitui à comunidade libertando-a da necessidade de agir escondido. E essa última coisa é importante: uma pessoa descartada age sempre escondido, algumas vezes ou toda a vida: pensemos nos leprosos daqueles tempos, nos sem-teto de hoje…pensemos nos pecadores, em nós pecadores: fazemos sempre algo escondido, temos a necessidade de fazer qualquer coisa escondido, porque nos envergonhamos daquilo que somos…E Ele nos livra disso, Jesus nos liberta e nos faz nos colocarmos em pé: “Levanta-te, venha, de pé!”. Como Deus nos criou: Deus nos criou de pé, não humilhados. De pé. A salvação que Jesus dá é uma salvação total, que reintegra a vida da mulher na esfera do amor de Deus e, ao mesmo tempo, a restabelece na sua plena dignidade.

Em resumo, não é o manto que a mulher tocou que lhe deu a salvação, mas a palavra de Jesus, acolhida na fé, capaz de consolá-la, curá-la e restabelecê-la na relação com Deus e com o seu povo. Jesus é a única fonte de benção da qual surge a salvação para todos os homens, e a é a disposição fundamental para acolhê-la. Jesus, uma vez mais, com o seu comportamento cheio de misericórdia, indica à Igreja o percurso a cumprir para ir ao encontro de cada pessoa, para que cada um possa ser curado no corpo e no espírito e recuperar a dignidade de filhos de Deus. Obrigado.
Fonte:http://noticias.cancaonova.com/especiais/pontificado/francisco/catequese/catequese-do-papa-francisco-310816/

segunda-feira, 20 de fevereiro de 2017

O amor suporta tudo, o amor vencerá a morte, o amor não teme nada.

Frequentemente, eu sentia a Paixão do Senhor no meu corpo, embora de forma imperceptível. Alegrava-me com isso, porque Jesus assim o queria. Mas isso durou pouco tempo. Esses sofrimentos inflamavam a minha alma com o fogo do amor a Deus ás almas imortais. O amor suporta tudo, o amor vencerá a morte, o amor não teme nada...[Diário de Santa Faustina nº 46]. Jesus eu confio em Vós!
ORAÇÃO DIÁRIA PELAS ALMAS DO PURGATÓRIO
Senhor e Deus Omnipotente, suplico-Vos que, pelo precioso Sangue que o Vosso Santíssimo Filho derramou na Sua Coroação de espinhos, livreis as Almas do Purgatório e, em especial, aquela que deveria ser a última a sair desse lugar de tormentos, para que desde já comece a louvar-Vos e bendizer-Vos eternamente no Céu. Amém. 3 Pai Nossos, 3 Ave Marias, 3 Glórias.
Novena "Almas Aflitas"
Segunda-feira, dia dedicado as Almas do Purgatório.
"Pai Eterno, eu vos ofereço o sangue de nosso Senhor Jesus Cristo, intercedei pelas almas aflitas.
E vós, almas aflitas, ide perante a Deus e pedi a graça que necessito (fazer o pedido)". Rezar: Pai Nosso, Ave Maria e o Glória.

domingo, 19 de fevereiro de 2017

Sede perfeitos como o vosso Pai celeste é perfeito.

Em determinado momento, Jesus me disse: Diz à Madre Geral que nesta casa... está sendo cometida tal e tal coisa... que não Me agrada e que muito Me ofende. Não contei isso logo à Madre, mas a inquietação que o Senhor enviou sobre mim não permitiu que eu demorasse sequer mais um momento, e imediatamente escrevi à Madre Geral e a paz entrou em minha alma. [Diário de Santa Faustina nº 45]. Jesus eu confio em Vós!
Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo 
segundo Mateus 5,38-48
Naquele tempo, disse Jesus a seus discípulos:  Vós ouvistes o que foi dito:
'Olho por olho e dente por dente!'
Eu, porém, vos digo:  Não enfrenteis quem é malvado!
Pelo contrário, se alguém te dá um tapa na face  direita, oferece-lhe também a esquerda!
Se alguém quiser abrir um processo  para tomar a tua túnica, dá-lhe também o manto! Se alguém te forçar a andar um quilômetro,  caminha dois com ele!
Dá a quem te pedir  e não vires as costas a quem te pede emprestado.
Vós ouvistes o que foi dito:  'Amarás o teu próximo e odiarás o teu inimigo!'
Eu, porém, vos digo: Amai os vossos inimigos  e rezai por aqueles que vos perseguem!
Assim, vos tornareis filhos  do vosso Pai que está nos céus,  porque ele faz nascer o sol sobre maus e bons,  e faz cair a chuva sobre justos e injustos.
Porque, se amais somente aqueles que vos amam,  que recompensa tereis?
Os cobradores de impostos não fazem a mesma coisa?
E se saudais somente os vossos irmãos,  o que fazeis de extraordinário?
Os pagãos não fazem a mesma coisa?
Portanto, sede perfeitos  como o vosso Pai celeste é perfeito.
Palavra da Salvação. Glória a Vós Senhor.
Reflexão Mananciais no Deserto - 
19 de Janeiro 
Orar sempre e nunca esmorecer. (Lc 18.1.) "Vai ter com a formiga." Tamerlane costumava contar aos amigos uma estória de sua mocidade. "Certa vez," dizia ele, "para escapar de inimigos, fui forçado a me esconder nas ruínas de um edifício, e passei ali sentado muitas horas. Desejando distrair a mente da triste situação em que me achava, fiquei olhando uma formiga que subia por uma parede, carregando um grão de trigo maior do que ela; contei todas as suas tentativas para alcançar o objetivo. O grãozinho caiu sessenta e nove vezes, mas o inseto perseverou, e, ao completar setenta vezes, alcançou o topo. Aquela cena me deu coragem no momento, e nunca esqueci a lição." — The King´s Business.
A oração que toma como razão para desânimo o fato de orações passadas não terem sido respondidas, já deixou de ser a oração da fé. Para a oração da fé, a ausência de resposta é apenas evidência de que o momento da resposta está muito mais perto. De princípio a fim, as lições e os exemplos do Senhor nos ensinam: a oração que não persevera, não insiste no pedido e não se renova mais e mais, tomando forças de cada petição anterior, não é a oração que prevalece. — William Arthur Certa vez o grande músico Rubenstein disse: "Se passo um dia sem praticar, eu noto a diferença; se passo dois dias, meus amigos notam a diferença; se passo três dias, o público nota a diferença." É como se costuma dizer: a perfeição vem da prática. Assim, pois, continuemos crendo, continuemos orando, continuemos a fazer a Sua vontade. Em qualquer ramo da arte, por exemplo, se alguém deixar de praticar, sabemos qual será o resultado. Se apenas usássemos em nossa vida religiosa o mesmo tipo de senso comum que usamos em nosso viver diário, caminharíamos para a perfeição. Este era o modo de Davi Livingstone: "Eu resolvi nunca parar sem ter chegado ao fim e cumprido o meu propósito." Com firme persistência, e confiante em Deus, ele venceu.

sábado, 18 de fevereiro de 2017

Confio em teu poder, e em tua bondade, em ti confio com filialidade.

Na minha alma acendeu-se, de repente, um vivo amor para com Jesus. Disse-lhe: ¨E eu não Vos deixarei desta casa, Jesus.¨ E novamente Jesus desapareceu e a Hóstia pousou nas minhas mãos. Uma vez mais coloquei-a no cálice e fechei o Sacrário. E assim Jesus ficou conosco. Procurei por três dias fazer uma adoração reparadora.  [Diário de Santa Faustina nº 44]. Jesus eu confio em Vós!
DIA 18 RENOVAÇÃO  DA ALIANÇA DE AMOR - 
CONSAGRAÇÃO A NOSSA SENHORA. 
Ó minha Senhora, ó minha Mãe, eu me ofereço toda a Vós, e em prova de minha devoção para convosco, eu vos consagro neste dia meus olhos, meus ouvidos, minha boca, meu coração e inteiramente todo o meu ser.
E porque assim sou vossa, ó incomparável Mãe, guardai-me, defendei-me como coisa e propriedade vossa. Amém.
CONFIO
Confio em teu poder, e em tua bondade, em ti confio com filialidade. Confio cegamente em toda a situação, Mãe, no teu Filho e na tua proteção. (3x)
UM POUCO DA HISTÓRIA DE SCHOENSTATT - O FUNDADOR PADRE JOSE KENTENICH (1885 – 1968)
P. José Kentenich - Nasceu no dia 18 de novembro de 1885 perto de Colônia (Alemanha) e foi ordenado sacerdote em 8 de julho de 1910. Nos primeiros anos do seu trabalho pastoral foi Diretor Espiritual do seminário menor dos Palotinos em Schoenstatt, perto do Reno, e nesta época construiu os fundamentos de sua Obra: a Família de Schoenstatt. 
Nos anos seguintes formou as comunidades sacerdotais e laicais que a compõe e a partir de 1926 fundou os diferentes Institutos Seculares de Schoenstatt.
Detido pela Gestapo em setembro de 1941, foi enviado ao campo de concentração de Dachau, onde permaneceu até abril de 1945. Ali consolidou sua Obra e lhe deu abrangência internacional. A partir de 1949 a Igreja submeteu Schoenstatt à prova e a maior parte dos anos seguintes o Fundador passou em Milwaukee (EUA). No Natal de 1965 regressou a Schoenstatt e sem preocupar-se com sua idade avançada, dedicou-se com todas as suas energias na direção de sua Obra presente em todo o mundo. Inesperadamente, em pleno trabalho sacerdotal, Deus o chamou à Casa Paterna no dia 15 de setembro de 1968, logo após ter celebrado a Santa Missa.
O mais característico de sua personalidade são os traços de uma paternidade única e sobrenatural que Deus presenteou de forma especial. Capacitou-o com extraordinários dotes naturais e abundantes dons sobrenaturais para realizar sua missão específica para a Igreja atual e do futuro. Todos os êxitos, o Fundador atribuiu ao poder da Mãe, Rainha e Vencedora Três Vezes Admirável de Schoenstatt e seu grande desejo era anunciar a grandeza da Mãe de Deus e formar novos homens e comunidades, nos quais resplandecesse a imagem de Maria. Empregou toda a força e atração de sua personalidade para conduzir as pessoas que nele confiavam à proximidade com Deus, ao abandono total à Santíssima Trindade. Totalmente vinculado ao sobrenatual e sempre atento ao presente, interpretava profeticamente os sinais de Deus na Igreja e no mundo. 
As palavras “Dilexit Ecclesiam” (Amou a Igreja) que elegeu como epitáfio, são as que melhor resumem o sentido mais profundo de quem foi o Pai e Fundador da Família de Schoenstatt.
FONTE: http://www.schoenstatt.org/pt/servicios/conhecendo-schoenstatt/o-fundador-p-jose-kentenich/
ANO JUBILAR - ANO DE GRAÇAS 
70 anos da primeira visita do Pai e Fundador Padre Jose Kentenich ao Brasil
“Vim para experimentar aqui as magnificências da Mãe e Rainha Três Vezes Admirável de Schoenstatt…”, disse o Pe. José Kentenich em solo brasileiro durante sua primeira visita, que completa 70 anos.
No dia 16 de março de 1947 seu avião aterrissou no Rio de Janeiro/RJ e o Brasil tornou-se, então, o primeiro país na América a receber sua visita. Antes, porém, de ele chegar ao Rio de Janeiro, o avião que o trouxe da Europa fez um pouso em Recife; assim, Pernambuco teve o privilégio de ser o primeiro solo pisado pelo Pai e Fundador. Após sua chegada ao Rio de Janeiro, ele hospedou-se no convento dos Franciscanos para, no dia seguinte, continuar sua viagem até o Rio Grande do Sul.
Oração pela canonização do Padre José Kentenich
Deus Pai, todo poderoso! És o amor e a misericórdia!
Somente tu, como Pai Onisciente compreendes tudo o que se passa em mim!
Ajuda-me, Pai de bondade, nesta minha grande aflição. Atende-me pela intercessão do Padre José Kentenich. Como fiel sacerdote, ele amou tanto a tua Igreja Peregrina e procurou conduzir todos os que dele se aproximavam a um amor pessoal a ti. Foi sábio e humilde conselheiro, para todos os que dele precisaram.
Concede-me Pai eterno por intercessão do Padre José Kentenich, especialmente a graça (...).
Em sinal de gratidão, eu te ofereço o precioso sangue de Cristo, nas intenções da santa Igreja e de todos os que se encontram em grandes aflições.
Querida Mãe, Rainha e Vencedora Três Vezes Admirável de Schoenstatt, roga ao Pai eterno que conceda ao Padre José Kentenich a honra dos altares, como recompensa por todo o bem que fez à Igreja, para teu louvor e a glória da Santíssima Trindade. Amém.
3 vezes o Glória ao Pai, ao Filho...

sexta-feira, 17 de fevereiro de 2017

ORE e verá a glória de Deus.

Em determinado momento, Jesus me disse: Abandonarei esta casa...visto que há nela coisas que não me agradam. E a Hóstia saiu do Sacrário e pousou nas minhas mãos, e eu com alegria coloquei-a novamente no Sacrário. Repetiu-se isso mais uma vez,  eu fiz com ela a mesma coisa; mas repetiu-se pela terceira vez, mas então a Hóstia transformou-se em Nosso Senhor vivo e Jesus me disse: Não ficarei aqui por mais tempo! [Diário de Santa Faustina nº 44]. Jesus eu confio em Vós!
ORE e verá a glória de Deus.
Sabe qual o som que Deus mais gosta de ouvir?
O som da nossa voz!
É esse o som que Deus quer ouvir de nós em qualquer momento, a qualquer hora, em todas as situações que passamos – boas ou ruins, andando no mar ou no deserto.
Em muitos momentos nós paramos e ficamos esperando encontrar alguma forma de alcançar o Senhor, parece que não estamos conseguindo a atenção do Pai.
“Mas o que eu faço para estar ao lado do Senhor?
Como atingir o coração de Deus?”.
A resposta para essas perguntas é muito simples: Oração.
Temos que falar com Deus! A nossa voz é o som que Deus mais gosta de ouvir, Ele quer que tenhamos comunhão com Ele em todo tempo assim como era com Adão antes do pecado entrar na vida dele.
Os ouvidos de Deus estão abertos e a melodia entoada em nossas orações está tocando o coração do Pai, mesmo que às vezes isso pareça algo distante de ser percebido por nós.
Cada uma das minhas, das suas, das nossas palavras são como música aos ouvidos do Senhor e Ele se agrada em nos atender. Por meio de Jesus Cristo (só por Ele), nós podemos pedir qualquer coisa ao Pai.
Faça soar nos ouvidos de Deus o som que Ele quer ouvir.
Ore.
A oração traz intimidade, traz paz, supre as necessidades espirituais e materiais.
Existe uma batalha dentro de nós, essa batalha é entre a carne e o espírito.
Se alimentarmos a carne ela ganha e conseqüente ocorre a derrota do espírito em nossas vidas.
Porém, a verdadeira vida só recebemos por intermédio de Jesus Cristo, devemos alimentar o espírito.
E como alimentá-lo?
Somente buscando da fonte da vida que é Deus.
E como buscar da fonte?
Orando!!!“E tudo o que pedirdes na oração, crendo, recebereis.” Mt 21.22
“Está escrito: A minha casa será chamada casa de oração.” Mt 21.13
“Mas nós perseveraremos na oração.” At 6.4
Portanto, vamos conversar com Deus, pois Ele se agrada em ouvir a nossa voz.
Vamos tocar o som que toca o coração do Senhor.
Vamos orar sem cessar!!!!
E nunca se esqueça:
ORE e verá a glória de Deus!!
Esse texto é de São Francisco Xavier, que foi evangelizar China Índia e Japão, morreu de febre e cansaço. Esse grande santo missionário entrou no Céu com quarenta e seis anos, e percorreu grandes distâncias para anunciar o Evangelho, tanto assim que se colocássemos em uma linha suas viagens, daríamos três vezes a volta na Terra. São Francisco Xavier, com dez anos de apostolado, tornou-se merecidamente o Patrono Universal das Missões ao lado de Santa Teresinha do Menino Jesus.
ORAÇÃO AO SAGRADO CORAÇÃO DE JESUS
Ó Senhor Jesus Cristo, confio esta intenção ao Vosso Sagrado Coração
...(dizer qual a intenção que se recomenda)
Olhai apenas para mim e fazei aquilo que o Vosso Coração Vos inspirar... Que o Vosso Coração decida... Eu conto com Ele... Tenho confiança n'Ele... Lanço-me na Sua Misericórdia.
Senhor Jesus, Vós não me desiludireis. 
Sagrado Coração de Jesus, confio em Vós. 
Sagrado Coração de Jesus, creio no Vosso Amor por mim. Sagrado Coração de Jesus, venha a nós o Vosso Reino. 
Ó Sagrado Coração de Jesus, tenho-Vos pedido muitas graças, mas imploro-Vos ardentemente esta. 
Tomai-a, no Vosso Sagrado Coração; quando o Eterno Pai a vir, coberta com o Vosso Precioso Sangue, não me a recusará. Esta não mais será a minha oração, mas sim a Vossa, Jesus. Oh! Sagrado Coração de Jesus, eu ponho a minha confiança em Vós; que eu nunca seja confundido. Amém.

quinta-feira, 16 de fevereiro de 2017

Amemos a Deus e adoremo-lo com um coração puro.


Em determinado momento, vi duas Irmãs que estavam prestes a entrar no Inferno. Uma dor indizível oprimiu a minha alma e roguei a Deus por elas- disse-me Jesus: Vai falar com a Madre Superiora e conta-lhe que essas duas Irmãs estão em ocasião de cometer um pecado grave. No dia seguinte, disse isso à Superiora. Uma delas já esta em grande fervor, e a outra em grande luta. [Diário de Santa Faustina nº 43]. Jesus eu confio em Vós!
“A Eucaristia não é somente a comunhão… é também o sacrário e a custódia, Jesus presente nos nossos altares… verdadeiro Emanuel, verdadeiro "Deus connosco", exposto a toda a hora, em todas os lugares da terra, aos nossos olhos, à nossa adoração e ao nosso amor.” 

«Estais aqui, meu Senhor Jesus, na Santa Eucaristia; estais aqui, a um metro de mim, no sacrário!
O vosso corpo, a vossa humanidade, a vossa divindade, o vosso ser todo inteiro está aqui; como estais perto, meu Deus, meu Salvador, meu Jesus, meu Irmão, meu Esposo, meu Bem-amado…»

“Sim, amemos a Deus e adoremo-lo com um coração puro e alma simples, porque é isso o que ele mais que tudo deseja quando afirma: Os verdadeiros adoradores adorarão o Pai em espírito e verdade (Jo 4, 23).
Porque todos os que o adoram, devem adorá-lo em espírito e verdade (Jo 4, 24).
Dia e noite lhe dirijamos louvores e preces, dizendo: 'Pai nosso, que estais nos céus', porque importa orar sempre e sem cessar (Lc 18,1).”
“Tu és santo, Senhor Deus único, o que fazes maravilhas.
Tu és forte, Tu és grande, Tu és altíssimo, Tu és rei onipotente, Tu, Pai santo, rei do céu e da terra! Tu és trino e uno, Senhor Deus, todo o bem.
Tu és bom, todo o bem, o soberano bem, Senhor Deus, vivo e verdadeiro! Tu és caridade, amor! Tu és sabedoria! Tu és humildade! Tu és paciência! Tu és formosura! Tu és mansidão! Tu és segurança! Tu és descanso! Tu és gozo e alegria! Tu és a nossa esperança! Tu és justiça e temperança! Tu és toda a nossa riqueza e saciedade! Tu és beleza! Tu és mansidão! Tu és o protetor! Tu és o nosso guarda e defensor! Tu és fortaleza! Tu és consolação! Tu és a nossa esperança! Tu és a nossa fé! Tu és a nossa caridade! Tu és a nossa grande doçura. Tu és a nossa vida eterna, o Senhor grande e admirável, o Deus onipotente, o misericordioso Salvador!”
São Francisco de Assis