sexta-feira, 31 de julho de 2015

Santo Inácio de Loyola, rogai por nós!

 
"Tudo o que é nobre e belo está em Deus (...). Ó sábios do mundo e grandes inteligências, conhecei que a verdadeira grandeza está em amar a Deus." [Diário 990]. Jesus eu confio em Vós!
Orações de Santo Inácio
Tomai, Senhor, e recebei
Toda a minha liberdade, a minha memória também.
O meu entendimento e toda a minha vontade
Tudo o que tenho e possuo, vós me destes com amor.
Todos os dons que me destes, com gratidão vos devolvo
Disponde deles, Senhor, segundo a vossa vontade.
Dai-me somente, o vosso amor, vossa graça
Isto me basta, nada mais quero pedir.
II
Alma de Cristo, santificai-me.
Corpo de Cristo, salvai-me.
Sangue de Cristo, inebriai-me.
Água do lado de Cristo, lavai-me.
Paixão de Cristo, confortai-me.
Ó bom Jesus, ouvi-me.
Dentro de vossas chagas, escondei-me.
Não permitais que eu me afaste de vós.
Do espírito maligno, defendei-me.
Na hora da minha morte, chamai-me e mandai-me ir para vós
para que, com os vossos santos, vos louve por todos os séculos dos séculos.
Amém.

Glorioso Santo Inácio de Loyola intercedei por nós, intercedei também pelas almas do purgatório. Dai-lhe Senhor o descanso eterno e a luz perpetua do esplendor. Que a alma de Maria Angela Pastre Caetano, descanse em paz. Amém.

quinta-feira, 30 de julho de 2015

Jesus meu coração sempre esta unido ao Vosso.

Jesus, quando vindes a mim [na] Santa Comunhão, Vós que dignastes residir com o Pai e o Espírito Santo no pequeno céu do meu coração, procuro fazer-Vos companhia o dia todo, não Vos deixo sozinho, nem por um momento. E ainda que esteja em companhia de pessoas, ou junto com as educandas, o meu coração sempre está unido com o Vosso.  [Diário 486]. Jesus fonte de milagres e prodígios, eu confio em Vós!

“Ó minha alma, louva ao Senhor. Louvarei ao Senhor durante a minha vida; cantarei louvores ao meu Deus enquanto eu for vivo.” Salmo 146,1.

“Graças e louvores sejam dados a todo o momento, ao Santíssimo e Divinissimo Sacramento.”
Coroa pelas almas do Purgatório
* Meu Jesus, pelo abundante suor de sangue que derramastes no Jardim de Gethsémani, tende piedade das Almas dos meus antepassados mais queridos que sofrem no Purgatório. 
Pai   Nosso, Ave Maria. Que as Almas dos fiéis defuntos pela Misericórdia Divina, descansem em paz. Amém.

* Meu Jesus, pelas humilhações e troças que sofrestes diante dos tribunais até ser esbofeteado, maltratado pelo povo e banido como um malfeitor, tende piedade das Almas dos nossos defuntos que no Purgatório esperam para serem glorificados no Vosso Reino.
Pai Nosso, Ave Maria. Que as Almas dos fiéis defuntos pela Misericórdia Divina, descansem em paz. Amém.
* Meu Jesus, por esta coroa de agudos espinhos que trespassaram a Vossa Santa Face, tende piedade da Alma mais abandonada e sem socorro, e daquela que está mais longe de ser liberta do Purgatório.
Pai Nosso, Ave Maria. Que as Almas dos fiéis defuntos pela Misericórdia Divina, descansem em paz. Amém.

* Meu Jesus, pelos dolorosos passos que destes com a Cruz sobre os ombros, tende piedade da Alma que está mais próxima de ser liberta do Purgatório, e pelas dores que sofrestes com Vossa Santa Mãe no encontro no caminho do Calvário, livrai das penas do Purgatório as Almas que foram fiéis a esta Mãe Bem-Amada.
Pai Nosso, Ave Maria. Que as Almas dos fiéis defuntos pela Misericórdia Divina, descansem em paz. Amém.
* Meu Jesus, pelo Vosso Santíssimo Corpo estendido sobre a Cruz, pelos Vossos Pés e Mãos trespassados pelos cravos, pela morte cruel e pelo Vosso Santíssimo Lado aberto pela lança, tende piedade das Almas sofredoras e aceitai-as na Vossa doce companhia no Paraíso.
Pai Nosso, Ave Maria. Que as Almas dos fiéis defuntos e especialmente a de Maria Angela pela Misericórdia Divina, descansem em paz. Amém.

quarta-feira, 29 de julho de 2015

A paciência, a oração e o silêncio.

Existem momentos em que não confio em mim mesma, em que estou convencida até o fundo da minha fraqueza e miséria, e sei que nesses momentos posso perseverar desde que confie na infinita misericórdia de Deus. A paciência, a oração e o silêncio — eis o que fortalece a minha alma. [Diário 944].
LADAINHA PELAS ALMAS DO PURGATÓRIO
Senhor, tende piedade de nós.
Cristo, tende piedade de nós.
Senhor, tende piedade de nós.
Jesus Cristo, ouvi-nos.
Jesus Cristo, atendei-nos.
Deus, Pai dos Céus, tende piedade de nós.
Deus Filho, Redentor do mundo, tende piedade de nós.
Deus Espírito Santo, tende piedade de nós.
Santíssima Trindade que sois um só Deus, tende piedade de nós.

Santa Maria, rogai pelas almas do Purgatório.
Santa Mãe de Deus,
Santa Virgem das virgens,
São Miguel,
Santos Anjos e Arcanjos,
Coro dos Espíritos bem-aventurados,
São João Batista,
São José,
Santos Patriarcas e Santos Profetas,
São Pedro,
São Paulo,
São João,
Santos Apóstolos e Santos Evangelistas,
Santo Estêvão,
São Lourenço,
Santos Mártires,
São Gregório,
Santo Ambrósio,
Santo Agostinho,
São Jerônimo,
Santos Pontífices e Santos Confessores,
Santos Doutores,
Santos Sacerdotes e Santos Levitas,
Santos Frades e Santos Eremitas,
Santas Virgens e Santas Viúvas,
Vós todos, Santos amigos de Deus,

Sede-nos propício, perdoai-lhes, Senhor.
Sede-nos propício, ouvi-nos, Senhor.

De seus sofrimentos, livrai-as, Senhor.
Da Vossa cólera,
Da severidade da Vossa justiça,
Do remorso da consciência,
Das tristes trevas que as cercam,
Dos prantos e gemidos,
Pela Vossa encarnação,
Pelo Vosso nascimento,
Pelo Vosso doce nome,
Pela Vossa profunda humildade,
Pela Vossa obediência,
Pelo Vosso infinito amor,
Pela Vossa agonia e Vossos sofrimentos,
Pela Vossa paixão e Vossa Santa cruz,
Pela Vossa Santa ressurreição,
Pela Vossa admirável ascensão,
Pela vinda do Espírito Santo consolador,
No dia do julgamento,

Ainda que sejamos pecadores, nós Vos pedimos, ouvi-nos!
Vós que perdoastes aos pecadores e salvastes o Bom ladrão,
Vós que nos salvais por misericórdia,
Vós que tendes as chaves da morte e do inferno,
Dignai-Vos livrar das chamas nossos parentes, amigos e benfeitores,
Dignai-Vos salvar todas as almas que gemem longe de Vós,
Dignai-Vos ter piedade daqueles que não tem intercessores neste mundo,
Dignai-Vos admiti-los no número de Vossos eleitos,

Cordeiro de Deus, que tirais os pecados do mundo, dai-lhes o descanso eterno. Em especial a alma de Maria Angela Pastre Caetano.(três vezes)

ORAÇÃO
Ó Deus, Criador e Redentor de todos os fiéis, concedei às almas de Vossos servos e de Vossas servas a remissão de todos os pecados, a fim de que, pelas humildes orações da Vossa Igreja, eles obtenham o perdão que sempre desejaram. É o que nós Vos pedimos por elas, ó Jesus, que viveis e reinais por todos os séculos dos séculos.  Amém."

terça-feira, 28 de julho de 2015

A santidade do Senhor.

“Nesse tempo o Senhor concedeu-me muitas luzes, para conhecer os Seus atributos. O primeiro atributo que o Senhor me deu a conhecer foi a Sua santidade. Essa santidade é tão elevada que tremem diante d’Ele todas as potestades e virtudes. (...) A santidade de Deus derrama-se sobre a Sua Igreja e sobre toda a alma que nela vive, embora nem sempre com a mesma intensidade. Existem almas inteiramente divinizadas, enquanto há outras que apenas vivem. [Diário 180]. Jesus eu confio em Vós! 
ORAÇÃO A SANTÍSSIMA VIRGEM PELAS ALMAS

Santíssima Virgem Maria, que olhais por todos nos que somos seus filhos, hoje vos peço pelas almas benditas que precisam de vosso auxílio para se purificarem totalmente e poderem desfrutar das maravilhas do céu.
Intercedei por todas e cada um delas e que minha prece suplicante possa antecipar para elas o encontro glorioso com vosso Filho Jesus.
Para o alivio das almas e pelos merecimentos da vossa divina maternidade, saúdo-Vos o Santíssima Virgem como fez São Gabriel na anunciação:

Ave-Maria ........

Que essa oração que acabamos de rezar conceda o descanso, o conforto e a luz eterna a todas as  almas, em especial a alma de Maria Angela Pastre Caetano.

segunda-feira, 27 de julho de 2015

O poder da oração de intercessão diante de Deus.


Hoje minha irmã veio me visitar. Quando me contou os seus planos, fiquei apavorada, não acreditando que fosse possível. Era um bela almazinha diante de Deus, que, no entanto, estava envolta por grandes trevas e não sequer sabia como se livrar delas. Via tudo escuro. O bom Deus deixou-a sob meus cuidados durante duas semanas e pude ajudá-la. Contudo, quantos sacrifícios me custou essa alma só Deus o sabe. Por nenhuma alma levei diante do Trono divino tantos sacrifícios, sofrimentos e orações quanto por ela. Era como se houvesse forçado o próprio Deus a conceder-lhe a graça. Quando reflito sobre tudo isso, vejo nisso um verdadeiro milagre. Agora, reconheço que grande força tem a oração de intercessão diante de Deus. [Diário 202]. Jesus eu confio em Vós!

Novena "Almas Aflitas"
Segunda-feira, dia dedicado as Almas do Purgatório.
 "Pai Eterno, eu vos ofereço o sangue de nosso Senhor Jesus Cristo, intercedei pelas almas aflitas.
E vós, almas aflitas, ide perante a Deus e pedi a graça que necessito (fazer o pedido)"
Rezar: Pai Nosso, Ave Maria e o Glória.

domingo, 26 de julho de 2015

Nosso Senhor derrama muitas graças sobre as almas!

Hoje vi Nosso Senhor crucificado. Da chaga do Seu Coração derramavam-se preciosas pérolas brilhantes. Vi como uma multidão de almas recolhia esses dons. Mas havia aí uma alma que estava mais próxima do Seu Coração e recolhia com grande abundância não só para si, mas também para outros, conhecendo a grandeza do dom. O Salvador me disse: - Eis os tesouros das graças que descem sobre as almas, mas nem todas as almas sabem aproveitar a Minha generosidade. [Diário 1687]. Domingo sem Missa, semana sem graça!

Oração a Sant'Ana e São Joaquim. 

Ó Beatíssimos pais da Mãe de Deus, S. Joaquim e Sant’Ana, nós vos saudamos e bendizemos com devoção e amor. Alegramo-nos de todo o coração pela vossa glória e por aquele sublime privilégio pela qual Deus vos escolheu para serdes os pais da Mãe de Deus, Maria Santíssima. Rogai por nós a Jesus e a Maria para que nós os agrademos em tudo. Tende piedade de nós como os pais têm de seus filhos. Nós vos pedimos do fundo do coração para que intercedeis ao vosso divino Neto para que nos ajude na nossa caminhada e ilumine os nossos espíritos. Sede nossos consoladores na vida e na morte. Assisti-nos na nossa última agonia, para que dignamente recebamos os santos sacramentos da Igreja e, partindo deste mundo com o coração contrito, possamos chegar ao céu. Amem.

sábado, 25 de julho de 2015

São Cristovão, rogai por nós!

A tua oração Me é imensamente agradável. -Depois destas palavras penetrou na minha alma uma estranha força e um gozo espiritual. A presença de Deus penetrou toda a minha alma. Óh! O que aconteceu com a alma que se encontra face a face com o Senhor! Nenhuma caneta conseguiu expressá-lo, nem expressará jamais. [Diário 691]. Jesus eu confio em Vós!
Hoje a Igreja Celebra São Cristóvão
São Cristóvão é o protetor dos motoristas e dos viajantes. Viveu provavelmente na Síria e sofreu o martírio no século III. "Cristóvão"significa "Aquele que carrega Cristo" ou "porta-Cristo". Seu culto remonta ao século V. De acordo com uma lenda, Cristóvão era um gigante com mania de grandezas. ele supunha que o rei a quem ele servia era o maior do mundo. Veio a saber, então, que o maior rei do mundo era Satanás. Colocou-se pois, a serviço deste. Informando-se melhor, descobriu que o maior rei do mundo era Nosso Senhor. Um ermitão mostrou-lhe que a bondade era a coisa mais agradável ao Senhor. São Cristóvão resolveu trocar a sua mania de grandeza pelo serviço aos semelhantes. Valendo-se da imensa força de que era dotado, pôs-se a baldear pessoas, vadeando o rio. Uma noite, entretanto, um menino pediu-lhe que o transportasse à outra margem do rio. À medida que vadeava o rio, o menino pesava cada vez mais às suas costas, como se fosse o peso do mundo inteiro. Diante de seu espanto, o menino lhe disse: "Tiveste às costas mais que o mundo inteiro. Transportasse o Criador de todas as coisas. Sou Jesus, aquele a quem serves".
Fonte:http://www.comamor.com.br/cristovao.htm
Oração a São Cristóvão (Protetor dos motoristas e viajantes)
Ó São Cristóvão, que atravessastes a correnteza furiosa de um rio com toda a firmeza e segurança, porque carregáveis nos ombros o Menino Jesus, fazei que Deus se sinta sempre bem em meu coração, porque então eu terei sempre firmeza e segurança no guidão do meu carro e enfrentarei corajosamente todas as correntezas que eu encontrar, venham elas dos homens ou do espírito infernal. São Cristóvão, rogai por nós e rogai pelas almas do purgatório. Amém.

sexta-feira, 24 de julho de 2015

Nas nossas dificuldades, REZEMOS com mais intensidade!

A noite quando entrei na pequena capela, ouvi na alma estas palavras: Minha Filha, medita sobre estas palavras: ¨E, estando em agonia, rezava com mais intensidade.¨ Quando comecei a refletir mais profundamente, muita luz se derramou minha alma. Conheci de quanta perseverança necessitamos na oração, e de uma oração tão penosa depende, às vezes, nossa salvação. [Diário 157]. Jesus eu confio em Vós!
Súplicas a Jesus Cristo pelas almas.
Dulcíssimo Jesus, pelo suor e sangue que derramastes no Horto das Oliveiras, tende piedade das almas do purgatório.
Dulcíssimo Jesus, pelas dores da vossa crudelíssima flagelação, tende piedade das almas do purgatório.
Dulcíssimo Jesus, pelas dores da Vossa coroação de espinhos, tende piedade das almas do purgatório.
Dulcíssimo Jesus, pelas dores que sofreste no caminho do Calvário, tende piedade das almas do purgatório.
Dulcíssimo Jesus, pelas dores de Vossa penosíssima agonia, tende piedade das almas do purgatório.
Dulcíssimo Jesus, pelas imensas dores que sentistes expirando na cruz, tende piedade das almas do purgatório.
Dulcíssimo Jesus, pelas últimas gotas de sangue do Vosso amantíssimo Coração transpassado pela lança, tende piedade das almas do purgatório.

quinta-feira, 23 de julho de 2015

Pão dos Anjos, do fundo da alma glorifico-Vos!


" + Curvo-me diante de Vós, Pão dos Anjos
Com profunda fé, esperança, amor,
E do fundo da alma glorifico-Vos,
E amo-Vos de todo o coração." [Diário 1324].

“Ó minha alma, louva ao Senhor. Louvarei ao Senhor durante a minha vida; cantarei louvores ao meu Deus enquanto eu for vivo.” Salmo 146,1

“Graças e louvores sejam dados a todo o momento, ao Santíssimo e Divinissimo Sacramento.”
AS QUINZE ORAÇÕES REVELADAS POR JESUS À SANTA BRIGIDA NA IGREJA DE SÃO PAULO EM ROMA.
Estas orações foram APROVADAS pelo PAPA PIO IX em 31/05/1862, que as reconheceu como autênticas e de grande proveito para as almas.
AS PROMESSAS DE JESUS: Como já há muito tempo Santa Brígida desejasse saber o número de golpes que JESUS levara durante a Sua dolorosíssima Paixão. Um dia enquanto rezava na Igreja de são Paulo em Roma apareceu-lhe o amoroso, misericordioso e fiel SENHOR dizendo:
“Recebi em todo o Meu Corpo 5.480 golpes. Se desejardes honrar as chagas que eles ME produziram, mediante uma veneração particular, deveis recitar 15 Pai Nossos, e 15 Ave Marias, acrescentando as seguintes orações, durante um ano inteiro; quando o ano terminar, tereis prestado homenagem a cada uma das Minhas Chagas. Quem recitar estas orações durante um ano inteiro conseguirá livrar do Purgatório 15 almas de sua família, 15 justos também de sua linhagem serão conservados em graça e 15 pecadores de sua família serão convertidos”.

A pessoa que as recitar será elevada ao mais eminente grau de perfeição e 15 dias antes da sua morte EU lhe darei meu Precioso Corpo, para que ela seja livre da fome eterna. EU lhe darei também de beber o Meu Precioso Sangue, afim de que não padeça sede eternamente e 15 dias antes da morte ela experimentará uma profunda contrição de todos os seus pecados e um perfeito conhecimento deles. Diante dela colocarei o sinal da Minha Cruz vitoriosa como socorro e defesa contra os embustes dos seus inimigos.

Antes da sua morte, EU virei em companhia de Minha muito cara e bem amada Mãe, para receber a sua alma e conduzi-la às alegrias eternas. E tendo-a levado até lá, EU lhe darei a beber um trago singular da fonte da Minha Divindade, o que não farei, absolutamente, a outros que não tenham recitado as Minhas Orações.

Aquele que disser estas Orações pode estar seguro de ser associado ao supremo coro dos Anjos e todo aquele que as ensinar a alguém, terá assegurado para sempre sua felicidade e seus méritos. Sim, eles serão estáveis e durarão perpetuamente.

No lugar onde se encontrarem e onde forem recitadas essas Orações DEUS estará também presente com Suas Graças”.

Todos esses privilégios foram prometidos a Santa Brígida por Nosso Senhor Crucificado com a condição de que as orações fossem recitadas diariamente. São, igualmente, prometidas a todos os que as recitarem, devotamente, durante um ano inteiro.

PERGUNTA : É necessário recitá-las sem interrupção?
RESPOSTA : Faltar o menos possível. Todavia devemos recuperá-las, se por força maior não as pudermos rezar em um dia. Devemos recitá-las 365 vezes dentro de um ano, com devoção, esforçando-nos para penetrar no sentido profundo das palavras que vamos pronunciando.

1. É bom rezar sempre a intenção antes de cada oração;

2. Não precisa ler este cabeçalho com as promessas de JESUS todos os dias;

3. As intenções citadas para cada uma das orações, são opcionais.
AS ORAÇÕES

Sinal da Cruz - Oração: Vinde ESPÍRITO SANTO...!

1ª ORAÇÃO: Pelos Sacerdotes, freiras e religiosos militantes!
Ó JESUS CRISTO, doçura eterna para aqueles que vos amam, alegria que ultrapassa todo entendimento e todo o desejo, esperança de salvação dos pecadores, que declarastes não terdes maior contentamento do que estar entre os homens, até o ponto de assumir a nossa natureza, na plenitude dos tempos, por amor deles. Lembrai-Vos dos sofrimentos, desde o primeiro instante da Vossa Conceição e sobretudo durante a Vossa Santa Paixão, assim como havia sido decretado e estabelecido desde toda a eternidade na mente divina. Lembrai-Vos Senhor, que, celebrando a Ceia com os Vossos discípulos, depois de lhes haverdes lavado os pés, deste-lhes o Vosso Sagrado Corpo e precioso Sangue e, consolando-os docemente lhes predissestes a Vossa Paixão iminente.
Lembrai-Vos da tristeza e da amargura que experimentastes em Vossa Alma como o testemunhastes Vós mesmo por estas palavras: “a Minha Alma está triste até a morte”. Lembrai-Vos, Senhor, dos temores, angustias e dores que suportastes em Vosso Corpo delicado, antes do suplício da Cruz, quando, depois de ter rezado por três vezes, derramado um suor de Sangue, fostes traído por Judas Vosso discípulo, preso pela nação que escolhestes, acusado por testemunhas falsas, injustamente julgado por três juizes, na flor da Vossa juventude e no tempo solene da Páscoa. Lembrai-Vos que fostes despojado de Vossas vestes e revestido com as vestes da irrisão, que Vos velaram os olhos e a face, que Vos deram bofetadas, que Vos coroaram de espinhos, que Vos puseram uma cana na mão e que, atado a uma coluna, fostes despedaçado por golpes e acabrunhado de afrontas e ultrajes. Em memória destas penas e dores que suportastes antes da Vossa Paixão sobre a Cruz, concedei-me, antes da morte, uma verdadeira contrição, a oportunidade de me confessar com pureza de intenção e sinceridade absoluta, uma adequada satisfação e a remissão de todos os meus pecados. Assim seja!
Pai Nosso... e Ave Maria ...

2ª ORAÇÃO: Pelos trabalhadores em Geral.
Ó JESUS CRISTO, verdadeira liberdade dos Anjos, paraíso de delícias, lembrai-Vos do peso acabrunhador de tristezas que suportastes, quando Vossos inimigos, quais leões furiosos, Vos cercaram e, por meio de mil injúrias, escarros, bofetadas, arranhões e outros inauditos suplícios Vos atormentaram a porfia.
Em consideração destes insultos e destes tormentos, eu Vos suplico, ó meu Salvador, que Vos digneis libertar-me dos meus inimigos, visíveis e invisíveis e fazer-me chegar, com o Vosso auxílio a perfeição da salvação eterna. Assim seja!
Pai Nosso... e Ave Maria ...

3ª ORAÇÃO: Pelos presos.
Ó JESUS, Criador do Céu e da terra, a quem coisa alguma pode conter ou limitar, Vós que tudo abarcais e tendes tudo sob o Vosso poder, lembrai-Vos da dor, repleta de amargura, que experimentastes quando os soldados, pregando na Cruz Vossas Sagradas mãos e Vossos pés tão delicados, transpassaram-nos com grandes e rombudos cravos e não Vos encontrando no estado em que teriam desejado, para dar largas a sua cólera, dilataram as Vossas Chagas, exacerbando assim as Vossas dores. Depois, por uma crueldade inaudita, Vos estenderam sobre a Cruz e Vos viraram de todos os lados, deslocando, assim, os Vossos membros. Eu vos suplico, pela lembrança desta dor que suportastes na Cruz, com tanta santidade e mansidão, que Vos digneis conceder-me o Vosso Temor e o Vosso Amor. Assim seja!
Pai Nosso... e Ave Maria ...

4ª ORAÇÃO: Pelos doentes.
Ó JESUS, médico celeste, que fostes elevado na Cruz afim de curar as nossas chagas por meio das Vossas, lembrai-Vos do abatimento em que Vos encontrastes e das contusões que Vos infligiram em Vossos Sagrados membros, dos quais nenhum permaneceu em seu lugar, de tal modo que dor alguma poderia ser comparada a Vossa. Da planta dos pés até o alto da cabeça, nenhuma parte do Vosso Corpo esteve isenta de tormentos e, entretanto esquecido dos Vossos sofrimentos, não Vos cansastes de suplicar a Vosso PAI, pelos inimigos que Vos cercavam, dizendo-LHE: “PAI, perdoai-lhes porque não sabem o que fazem”. Por esta grande misericórdia e em memória desta dor, fazei com que a lembrança da Vossa Paixão, tão impregnada de amargura, opere em mim uma perfeita contrição e a remissão de todos os meus pecados. Assim seja!

Pai Nosso... e Ave Maria ...

5ª ORAÇÃO: Pelos funcionários dos hospitais.
Ó JESUS, espelho do esplendor eterno. Lembrai-Vos da tristeza que sentistes, quando, contemplando a luz da Vossa Divindade a predestinação daqueles que deveriam ser salvos pelos méritos da Vossa santa paixão, contemplastes, ao mesmo tempo, a multidão dos réprobos, que deveriam ser condenados por causa de seus pecados e lastimastes, amargamente, a sorte destes infelizes pecadores, perdidos e desesperados. Por este abismo de compaixão e de piedade e, principalmente, pela bondade que manifestastes ao bom ladrão dizendo-lhe: “Hoje mesmo estarás Comigo no Paraíso”, eu Vos suplico ó Doce Jesus, que na hora da minha morte useis de misericórdia para comigo. Assim seja!
Pai Nosso... e Ave Maria ...

6ª. ORAÇÃO: Pelas famílias.
Ó JESUS, Rei amável e de todo desejável, lembrai-vos da dor que experimentastes quando, nu e como um miserável, pregado e levantado na Cruz, fostes abandonado por todos os vossos parentes e amigos, com exceção de Vossa mãe bem amada, que permaneceu, em companhia de São João, muito fielmente junto de Vós na agonia, lembrai-Vos que os entregastes um ao outro dizendo: “Mulher eis ai o teu filho”! e a João: “Eis ai a tua Mãe!” Eu vos suplico, ó meu Salvador, pela espada de dor que então transpassou a alma de Vossa Santa Mãe, que tenhais compaixão de mim, em todas as minhas angustias e tribulações, tanto corporais como espirituais e que Vos digneis assistir-me nas provações que me sobrevierem, sobretudo na hora da minha morte. Assim seja!
Pai Nosso... e Ave Maria ...

7ª ORAÇÃO: Contra a luxúria.
Ó JESUS, fonte inexaurível de piedade, que por uma profunda ternura de amor, dissestes sobre a Cruz: “Tenho sede!”, mas sede de salvação do gênero humano. Eu Vos suplico, ó meu Salvador, que Vos digneis estimular o desejo que meu coração experimenta de tender a perfeição em todas as minhas obras e extinguir, por completo, em mim, a concupiscência carnal e o ardor dos desejos mundanos. Assim seja!
Pai Nosso... e Ave Maria ...

8ª ORAÇÃO: Pelas crianças e jovens.
Ó JESUS, doçura dos corações, suavidade dos espíritos, pelo amargo sabor do fel e do vinagre que provastes sobre a Cruz por amor de todos nós, concedei-me a graça de receber dignamente o Vosso Corpo e Vosso Preciosíssimo Sangue, durante toda a minha vida e, na hora da minha morte afim de que sirvam de remédio e de consolo para minha alma. Assim seja!
Pai Nosso... e Ave Maria ...
9ª ORAÇÃO: Pelos agonizantes espirituais.
Ó JESUS, virtude real, alegria do espírito, lembrai-Vos da dor que suportastes, quando, mergulhado na amargura, ao sentir aproximar-se a morte, insultado e ultrajado pelos homens, julgastes haver sido abandonado por Vosso PAI dizendo: “Meu DEUS, Meu DEUS, porque Me abandonastes?” Por esta angustia eu Vos suplico ó meu Salvador, que não me abandoneis nas aflições e nas dores da morte. Assim seja!
Pai Nosso... e Ave Maria ...

10ª ORAÇÃO: Pelos sofredores em geral.
Ó JESUS, que sois em todas as coisas começo e fim, vida e virtude, lembrai-Vos de que por nós fostes mergulhado num abismo de dores, da planta dos pés até o alto da cabeça. Em consideração da extensão das Vossas Chagas, ensinai-me a guardar os Vossos Mandamentos, mediante uma sincera caridade, mandamentos estes que são caminhos espaçoso e agradável para aqueles que Vos amam. Assim seja!
Pai Nosso... e Ave Maria ...

11ª ORAÇÃO: Pelos pecadores de todo o mundo.
Ó JESUS, profundíssimo abismo de misericórdia, suplico-Vos, em memória de Vossas Chagas, que penetraram até a medula dos vossos ossos e atingiram até as vossas entranhas, que vos digneis afastar esse(a) pobre pecador(a) do lodaçal de ofensas em que está submerso(a) conduzindo- o(a) para longe do pecado. Suplico-Vos também, esconder-me de Vossa Face irritada, ocultando-me dentro de Vossas Chagas, até que a Vossa cólera e a Vossa justa indignação tenham passado. Assim seja!
Pai Nosso... e Ave Maria ...

12ª ORAÇÃO: Por todas as Igrejas.
Ó JESUS, espelho de verdade, sinal de unidade, laço de caridade, lembrai-Vos dos inumeráveis ferimentos que recebestes, desde a cabeça até os pés, ao ponto de ficardes dilacerado e coberto pela púrpura do Vosso Sangue adorável. Ó quão grande e universal foi a dor que sofrestes em Vossa Carne virginal por nosso amor! Ó Dulcíssimo JESUS, que poderíeis fazer por nós que não o houvésseis feito? Eu vos suplico, ó meu Salvador, que vos digneis imprimir, com o Vosso Precioso Sangue, todas as Vossas chagas em meu coração, afim de que eu relembre, sem cessar, as Vossas Dores e o Vosso Amor. Que pela fiel lembrança da Vossa Paixão, o fruto dos Vossos Sofrimentos seja renovado em mim, cada dia mais, até que eu me encontre, finalmente, Convosco, que sois o tesouro de todos os bens e a fonte de todas as alegrias. Ó Dulcíssimo JESUS, concedei-me poder gozar de semelhante ventura na vida eterna. Assim seja!

Pai Nosso... e Ave Maria ...

13ª ORAÇÃO: Pelos profetas atuais.
Ó JESUS, fortíssimo Leão, Rei imortal e invencível, lembrai-Vos da dor que vos acabrunhou quando sentistes esgotadas todas as vossas forças, tanto do Coração como do Corpo e inclinastes a cabeça dizendo: “Tudo está consumado!” Por esta angústia e por esta dor, eu Vos suplico, Senhor JESUS, que tenhais piedade de mim, quando soar a minha última hora e minha alma estiver amargurada e o meu espírito cheio de aflição. Assim seja!
Pai Nosso... e Ave Maria ...
14ª ORAÇÃO: Pelos políticos e pelos governantes.
Ó JESUS, Filho Único do PAI, esplendor e imagem da sua substância, lembrai-Vos da humilde recomendação que LHE dirigistes dizendo: “Meu PAI, em Vossas Mãos entrego o Meu Espírito!” Depois expirastes, estando Vosso Corpo despedaçado, Vosso Coração transpassado e as entranhas da Vossa Misericórdia abertas para nos resgatar. Por esta preciosa morte eu Vos suplico, ó Rei dos Santos, que me deis força e me socorrais, para resistir ao demônio, a carne a ao sangue, afim de que, estando morto(a) para o mundo, eu possa viver somente para Vós. Na hora da morte, recebei, eu Vos peço, minha alma peregrina e exilada que retorna para Vós. Assim seja!
Pai Nosso... e Ave Maria ...

15ª ORAÇÃO: Pelo Papa.
Ó JESUS, vide verdadeira e fecunda, lembrai-Vos da abundante efusão de Sangue, que tão generosamente derramastes de Vosso Sagrado Corpo, assim como a uva é triturada no lagar. Do Vosso lado aberto pela lança de um dos soldados, jorraram Sangue e água, de tal modo que não retivestes uma gota sequer. E, enfim, como um ramalhete de mirra elevado na Cruz, Vossa Carne delicada se aniquilou, feneceu o humor de Vossas entranhas e secou a medula dos Vossos ossos. Por esta tão amarga Paixão e pela efusão de Vosso precioso Sangue, eu vos suplico, ó Bom JESUS, que recebais minha alma quando eu estiver na agonia. Assim seja! Pai Nosso... e Ave Maria ...

ORAÇÃO FINAL:
Ó doce JESUS, vulnerai o meu coração, afim de que lágrimas de arrependimento, de compunção e de amor, noite e dia me sirvam de alimento. Convertei-me inteiramente a Vós. Que o meu coração Vos sirva de perpétua habitação; Que a minha conduta vos seja agradável e que o fim da minha vida seja de tal modo edificante que eu possa ser admitido no Vosso Paraíso, onde, com os vossos Santos, hei de vos louvar para sempre. Assim seja!

CONSAGRAÇÃO DIÁRIA À NOSSA SENHORA:

Ó Santa Mãe Dolorosa de DEUS, ó Virgem Dulcíssima, eu Vos ofereço o meu coração afim de que o conserveis intacto como o Vosso Coração Imaculado.
Eu Vos ofereço a minha inteligência, para que ela conceba apenas pensamentos de paz e de bondade, de pureza e verdade.
Eu Vos ofereço a minha vontade, para que ela se mantenha viva e generosa ao serviço de DEUS.
Eu vos ofereço meu trabalho, minhas dores, meus sofrimentos, minhas angustias, minhas tribulações e minhas lágrimas, no meu presente e meu futuro, para serem apresentadas por Vós ao Vosso Divino FILHO, para purificação da minha vida.
Mãe Compassiva, eu me refugio em Vosso Coração Imaculado, para acalmar as dolorosas palpitações de minhas tentações, de minha aridez, de minha indiferença e das minha negligencias.
Escutai-me ó Mãe, guiai-me, sustentai-me e defendei-me, contra todos os perigos da alma e do corpo, agora e por toda a eternidade. Assim seja!

Gloriosa Santa Brígida rogai por nós, que recorremos a Vós!
Gloriosa Santa Brígida rogai pelos doentes, pelos que cuidam dos doentes e  profissionais da saúde!
Gloriosa Santa Brígida rogai pelas almas do purgatório. Amém.

quarta-feira, 22 de julho de 2015

Amor e humildade!

A verdadeira grandeza da alma está no amor e na humildade . [Diário 427]. Jesus eu confio em Vós!
A igreja militante, padecente e triunfante - Parte II
A Doutrina da Comunhão dos Santos
Existem fora da Igreja Católica os que fazem objeção a esta ideia. Eles dizem que Cristo receberá nossas preces diretamente e que é um desrespeito a Ele sugerir que precise de alguém para lhe levar os nossos pedidos. Isso, em parte, resulta de uma incompreensão.
Os católicos não acreditam que os santos, ou qualquer outra pessoa, tenham poder por si mesmo, porém somente na medida em que Deus lho dá. Também acreditamos que podemos, na realidade, aproximar-nos diretamente de Deus, como mostra claramente a principal oração da Igreja: a Santa Missa.
Mas lembramo-nos como Deus estava disposto a salvar Sodoma por amor de apenas dez homens justos, se os pudesse encontrar na cidade e como São Tiago tornou claro que as orações dos bons são do mais alto valor (Tg 5,16).
É uma questão de humildade acreditarmos que Deus ouvirá a prece dos pecadores mais facilmente quando forem apresentadas pelos seus amigos mais íntimos. Nossa comunhão com as almas do purgatório vem do fato de que por si mesmas elas nada podem fazer para terminar seu tempo de purificação. Seguindo a orientação da Bíblia de que "era um pensamento santo e saudável orar pelos mortos, para que fossem livres dos seus pecados" (II Mac 12,48), esperamos que nossas preces, e particularmente a Santa Missa possam ser aplicadas para abreviar seu tempo de purificação. E podemos ter certeza de que aqueles que chegaram mais depressa no céu, em virtude das nossas orações, não demorarão apagar sua dívida como membros da Igreja Triunfante. Naturalmente, o maior de todos os santos é Maria, a mãe de Deus. Sua intimidade com seu filho dá a seus pedidos um poder que não é excedido por qualquer outra pessoa no céu. A Igreja a vê prosseguindo em sua grande colaboração na Redenção iniciada há mais de dois mil anos, pelas suas orações em benefício dos que ainda estão na terra. Se os santos, que também foram pecadores, conseguiram obter méritos extraordinários que podem ser aplicados a nós, quanto mais Nossa Senhora, que é livre de pecado.
Recorramos a Virgem Maria, para que, por sua intercessão e prece, vivendo nesta vida de Igreja Peregrina a comunhão com Seu amado Filho no Augusto Sacramento do Altar, o vivamos plenamente no céu, na majestosa Igreja triunfante. Assim Seja! Paz e Bem!
Fonte:http://www.paroquianossasenhoradocarmo.com/jornal/200911igreja_militante.htm

terça-feira, 21 de julho de 2015

Que toda alma glorifique a bondade de Jesus!

Jesus: _ Que toda alma glorifique a Minha bondade. _ Desejo a confiança das Minhas criaturas; exorta as almas a uma grande confiança na Minha inconcebivel misericórdia. que a alma fraca, pecadora, não tenha medo de se aproximar de Mim, pois, mesmo que os seus pecados fossem mais numerosos que os grãos de areia da Terra, ainda assim seriam submersos no abismo da Minha misericórdia. [Diário 1059]. Jesus eu confio em Vós!
A igreja militante, padecente e triunfante - Parte I
A Doutrina da Comunhão dos Santos
No Credo, a frase: "Na Comunhão dos Santos", vem após "Creio na Santa Igreja Católica", existindo uma boa razão para esta seqüência, porque uma é extensão da outra.
Todos os que estão no céu, canonizados ou não, isto é, os conhecidos e os desconhecidos, naturalmente participam da vida de Deus ainda mais diretamente do que nós. Assim, quando falamos da comunhão dos santos, não nos referimos simplesmente a ligação (comunhão) de um cristão com outro na terra, mas de nossa ligação com antigos membros da Igreja na terra e que agora estão no céu.

O Corpo Místico da Igreja é formado pela:
IGREJA MILITANTE, que somos nós, a
IGREJA PADECENTE, os que estão no purgatório e a
IGREJA TRIUNFANTE, os que estão no céu.

As almas que deixaram a terra e estão destinadas ao céu talvez tenham de se submeter à purificação no purgatório, antes que possam atingir sua meta. Estas também são santas, e estão em comunhão com o resto da Igreja.
Existe uma estreita ligação entre os membros da Igreja Militante e a maneira como as boas ações de um, beneficiam todo o resto.
São Paulo escreveu muito claramente sobre a importância do oferecimento de orações em benefício uns dos outros. Também é desta maneira que estamos em comunhão com a Igreja Triunfante. Os grandes méritos que os santos obtiveram, muito além das necessidades da sua própria salvação, fazem parte do tesouro da Igreja que pode ser aplicado em favor dos que ainda estão em luta aqui na terra.
Se, como diz São Paulo, nós na terra podemos orar em benefício uns dos outros com tal efeito, é evidente que os santos no céu, muito mais próximos de Deus do que nós podem orar e interceder por nós com poder ainda maior.

segunda-feira, 20 de julho de 2015

Tudo começa e termina com a Vossa Misericórdia!

+ Ó Deus inconcebível, o meu coração derrete-se de alegria por me terdes dado penetrar os mistérios da Vossa misericórdia. Tudo começa com a Vossa misericórdia e termina com a Vossa misericórdia... Toda graça decorre da misericórdia, e a última hora é cheia de misericórdia para conosco. [Diário 1506]. Jesus eu confio em Vós!
Novena "Almas Aflitas"
Segunda-feira, dia dedicado as Almas do Purgatório.
 "Pai Eterno, eu vos ofereço o sangue de nosso Senhor Jesus Cristo, intercedei pelas almas aflitas.
E vós, almas aflitas, ide perante a Deus e pedi a graça que necessito (fazer o pedido)"

Rezar: Pai Nosso, Ave Maria e o Glória.

domingo, 19 de julho de 2015

Mais santidade Senhor!

Hoje, durante a meditação, Deus deu-me a luz interior e a compreensão da santidade e em que ela consiste. Embora já tenha ouvido isso muitas vezes, em conferencias, a alma o compreende de outra forma quando conhece pela luz divina que a ilumina. Nem graças, nem aparições, nem êxtases, ou qualquer outro dom que lhe seja concedido torna a alma perfeita, mas sim a união íntima com Deus. Esses dons são apenas o adorno da alma, mas não constituem a essência nem a perfeição. A santidade e perfeição consistem na união estreita da minha vontade com a vontade de Deus. Deus nunca força a nossa livre vontade. [Diário 1107].  Jesus eu confio em Vós!
ORAÇÃO DO DOMINGO
Deus bom e misericordioso,
Vós me dais o domingo com dia de descanso.
Vós descansastes no sétimo dia
de Vossas Obras.
E Vistes que tudo era bom.
Fazei com que eu participe hoje de Vosso descanso sabático
e olhe agradecido
para o que aconteceu
nesta semana que passou.
Concedei-me não só o descanso exterior,
mas também a paz interior,
para que eu diga sim a tudo que existe em meu interior.
Possa eu dizer-vos de tudo que passou:
“Foi muito bom”.

Vós nos dais o domingo
como dia santo,como um dia
livre do terror dos prazos e metas,
sobre o qual o mundo não tem poder
com seu ativismo comercial.
Curai hoje as pessoas que estão dilaceradas e presas
dentro de si.
Levai-as ao encontro com o espaço sagrado
que há dentro delas e no qual Vós viveis.
Lá onde morais nelas,
já estão curadas e intactas.

Domingo é o dia comemorativo
da ressurreição de Jesus Cristo.
Como o sol vence a escuridão da noite,
assim Vosso Filho Jesus Cristo
triunfou na ressurreição
sobre as trevas da morte.
Fazei com que em memória da Ressurreição de Jesus
eu ressuscite hoje da sepultura
de minha acomodação e autocompaixão.
Rompei as amarras que me prendem interiormente
e fazei com que eu surja para a vida.
Rolai de cima de mim a pedra
que não me deixa viver minha própria vida.

Mas penso também em todos
aqueles que não sabem o que fazer
com a ideia da ressurreição.
Fazei com que o sol de Vossa Graça brilhe
sobre todos os que ainda estão aprisionados,
a fim de que, com Vosso Filho Jesus Cristo,
possam ressurgir do sepulcro
de sua escravidão e gozar agradecidos
da liberdade e largueza de vossa vida.

Abençoai a todos
que podem descansar hoje
de sua luta diária.
E fazei que encontrem também o repouso interior,
para que, descansados e reanimados,
possam começar nova semana.
Que assim seja,
Amém.

No seu dia Senhor, conceda a todas as almas do purgatório, em especial as mais necessitadas, aquela que seria a ultima alma a ser agraciada o descanso eterno e a luz perpetua do esplendor. Que todas as almas pela misericórdia infinita de Deus, descansem em paz. Amém.

sábado, 18 de julho de 2015

Mãe Rainha, rogai por nós!


Assim como Nossa Senhora de Fátima é lembrada no dia 13 de cada mês, a Mãe, Rainha e Vencedora Três Vezes Admirável de Schoenstatt é celebrada em cada dia 18. Deus escolhe o dia 18 de outubro de 1914 para a realização da Aliança de Amor, no Santuário de Schoenstatt, e a Fundação dessa Obra Internacional.
HISTÓRICO
O Movimento Apostólico de Schoenstatt faz parte da Obra Internacional de Schoenstatt, fundada pelo Pe. José Kentenich em 18 de outubro de 1914, em Schoenstatt, na Alemanha.
O ato da Fundação é a Aliança de Amor, selada pelo Pe. José Kentenich juntamente com um grupo de seminaristas pallottinos convidando a Mãe de Deus a estabelecer-se numa Capelinha e fazer dela um Santuário de graças, de onde partisse um movimento de renovação religioso e moral para mundo.
As circunstâncias comprovam que Nossa Senhora aceita esse convite e leva a sério a consagração realizada.
Em poucos anos a Mãe de Deus atrai muitas pessoas a este lugar de graças realizando prodígios de transformações nas almas.
A Obra é duramente provada no decorrer das duas guerras mundiais e também por meio das autoridades eclesiásticas. Tais dificuldades aprofundam ainda mais a espiritualidade própria de Schoenstatt e amadurecem o amor e a fidelidade à Igreja de todos os que se empenham por essa Obra.
A essência desta espiritualidade é a Aliança de Amor que os membros selam com a Mãe, Rainha e Vencedora Três Vezes Admirável de Schoenstatt, no Santuário. Essa Aliança é um meio eficaz para a vivência mais consciente da Nova e Eterna Aliança, na qual somos inseridos pelo Batismo. Por meio dela, podemos crescer numa profunda fé na Divina Providência e aproveitar as pequenas coisas do dia-a-dia como caminho de santidade.
Uma Obra de tão grandes dimensões tem seu ponto de unidade na Aliança de Amor com a Mãe Três Vezes Admirável de Schoenstatt, na vinculação ao seu Santuário de graças e na fidelidade aos ensinamentos do Fundador, Pe. José Kentenich. Fonte: http://www.maeperegrina.org.br/
CONSAGRAÇÃO A NOSSA SENHORA
Ó minha Senhora, ó minha Mãe, eu me ofereço toda a Vós,
e em prova de minha devoção para convosco,
eu vos consagro neste dia meus olhos, meus ouvidos,
minha boca, meu coração e inteiramente todo o meu ser.
E porque assim sou vossa, ó incomparável Mãe,
guardai-me, defendei-me como coisa e propriedade vossa. Amém.
CONFIO
Confio em teu poder, e em tua bondade, em ti confio com filialidade.
Confio cegamente em toda a situação,
Mãe, no teu Filho e na tua proteção. (3x)