segunda-feira, 31 de julho de 2017

Jesus fonte de Misericórdia.

E eu alegrava-me com isso no mais fundo da minha alma e já muito tempo estava preparada para isso. Quando viu a minha coragem, ficou muito surpreendida. Sei agora que a alma por si só não pode muito, mas com Deus tudo pode. Eis do que é capaz a graça de Deus. Poucas são as almas que estejam sempre atentas à inspirações de Deus e menos ainda as que estejam dispostas a segui-las fielmente. [Diário de Santa Faustina nº 138]. Editora Apostolado da Divina Misericórdia. Jesus eu confio em Vós! 
Santo Inácio de Loiola, presbitero 
Nasceu em Loiola na Cantábria (Espanha), em 1491; viveu primeiramente na corte e seguiu a carreira militar. Depois, consagrando-se totalmente ao Senhor, estudou teologia em Paris, onde reuniu os primeiros companheiros com quem mais tarde fundou, em Roma, a Companhia de Jesus. Exerceu intensa atividade apostólica não apenas com seus escritos, mas formando discípulos que muito contribuíram para a reforma da Igreja. Morreu em Roma no ano de 1556.

Oração: Ó Deus, que suscitastes em vossa Igreja Santo Inácio de Loiola para propagar a maior glória do vosso nome, fazei que, auxiliados por ele, imitemos seu combate na terra, para partilharmos no céu sua vitória. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo. O Senhor nos abençoe, 
nos livre de todo o mal e nos conduza à vida eterna. Amém.
Novena "Almas Aflitas"
Segunda-feira, dia dedicado as Almas do Purgatório.
"Pai Eterno, eu vos ofereço o sangue de nosso Senhor Jesus Cristo, intercedei pelas almas aflitas.
E vós, almas aflitas, ide perante a Deus e pedi a graça que necessito (fazer o pedido)". Rezar: Pai Nosso, Ave Maria e o Glória.

“Dai-lhes Senhor as almas o descanso eterno e que a luz perpétua as ilumine, Descansem em paz. Amém”.

domingo, 30 de julho de 2017

Domingo dia do Senhor.

O sofrimento parecia brotar debaixo da terra. Até a própria Madre Margarida admirava-se disso. Às outras deixam passar muitas coisas, porque realmente não vale a pena prestar atenção nisso, mas a mim não deixam passar nada, toda palavra analisada, todo passo observado. Uma das Irmãs disse-me: ¨A Irmã que se prepare para receber a pequena cruz que a aguarda da parte da Madre Superiora; tenho tanta pena da Irmã¨.  [Diário de Santa Faustina nº 138]. Editora Apostolado  da Divina Misericórdia. Jesus eu confio em Vós! 
Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Mateus 13,44-52
Naquele tempo, disse Jesus à multidão: 'O Reino dos Céus é como um tesouro escondido no campo. Um homem o encontra e o mantém escondido. Cheio de alegria, ele vai, vende todos os seus bens e compra aquele campo.O Reino dos Céus também é como um comprador que procura pérolas preciosas.Quando encontra uma pérola de grande valor, ele vai, vende todos os seus bens e compra aquela pérola.O Reino dos Céus é ainda como uma rede lançada ao mar e que apanha peixes de todo tipo.Quando está cheia, os pescadores puxam a rede para a praia, sentam-se e recolhem os peixes bons em cestos e jogam fora os que não prestam.Assim acontecerá no fim dos tempos: os anjos virão para separar os homens maus dos que são justos,e lançarão os maus na fornalha de fogo. E ai, haverá choro e ranger de dentes.Compreendestes tudo isso?' Eles responderam: 'Sim.'Então Jesus acrescentou: 'Assim, pois, todo o mestre da Lei, que se torna discípulo do Reino dos Céus, é como um pai de família que tira do seu tesouro coisas novas e velhas.' Palavra da Salvação. Glória a Vós Senhor.
Oração Jubilar: 300 Anos de Bênçãos 

Senhora Aparecida, Mãe Padroeira, em vossa singela imagem,  há 300 anos aparecestes nas redes dos três benditos pescadores  no Rio Paraíba do Sul. Como sinal vindo do céu,  em vossa cor, vós nos dizeis que para o Pai não existem escravos,  apenas filhos muito amados. Diante de vós, embaixadora de Deus, rompem-se as correntes da escravidão!  Assim, daquelas redes, passastes para o coração e a vida  de milhões de outros filhos e filhas vossos.  Para todos tendes sido bênção: peixes em abundância, famílias recuperadas, saúde alcançada, corações reconciliados, vida cristã reassumida. Nós vos agradecemos tanto carinho, tanto cuidado! Hoje, em vosso Santuário e em vossa visita peregrina, nós vos acolhemos como mãe, e de vossas mãos recebemos o fruto de vossa missão entre nós: o vosso Filho Jesus, nosso Salvador. Recordai-nos o poder, a força das mãos postas em prece! Ensinai-nos a viver vosso jubileu com gratidão e fidelidade! Fazei de nós vossos filhos e filhas, irmãos e irmãs de nosso Irmão Primogênito, Jesus Cristo, Amém!

sábado, 29 de julho de 2017

Virgem Maria, Mãe de Deus e nossa Mãe.

A coragem e a força permaneceram na minha alma. Quando saí da adoração, olhei com tranquilidade para tudo aquilo que antes tanto temia. Foi logo no corredor que deparei com um grande sofrimento e humilhação da parte de uma pessoa. Aceitei-o com submissão à vontade superior e recolhi-me profundamente no Sacratíssimo Coração de Jesus, dando-Lhe a conhecer que estou pronta para o que me havia oferecido. [Diário de Santa Faustina nº 138]. Editora Apostolado da Divina Misericórdia. Jesus eu confio em Vós! 
Consagração ao Imaculado 
Coração de Maria
Virgem Maria, Mãe de Deus e nossa Mãe, 
 ao vosso Coração Imaculado nos consagramos, 
 em ato de entrega total ao Senhor. 
 Por Vós seremos levados a Cristo. 
 Por Ele e com Ele seremos levados ao Pai. 
 Caminharemos à luz da fé 
 e faremos tudo para que o mundo creia 
 que Jesus Cristo é o Enviado do Pai. 
 Com Ele queremos levar o Amor e a Salvação 
 até aos confins do mundo.
 Sob a proteção do vosso Coração Imaculado 
 seremos um só povo com Cristo. 
 Seremos testemunhas da Sua ressurreição. 
 Por Ele seremos levados ao Pai, 
 para glória da Santíssima Trindade,
 a Quem adoramos, louvamos e bendizemos. Amém.
SANTA MARTA
Era irmã de Maria e de Lázaro. Quando recebia o Senhor em sua casa de Betânia, servia-o com muita solicitude. Com suas preces, obteve a ressurreição do irmão.

Oração: Pai todo-poderoso, cujo Filho quis hospedar-se em casa de Marta, concedei por sua intercessão que, servindo fielmente a Cristo em nossos irmãos e irmãs, sejamos recebidos por vós em vossa casa. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo. Bendigamos ao Senhor. Demos graças a Deus.

sexta-feira, 28 de julho de 2017

Um grande mistério, realizou-se entre mim e Deus.

Nesse momento senti-me consagrada. O invólucro do corpo parecia o mesmo, mas a minha alma estava alterada, pois agora nela habitava Deus com toda a Sua complacência. E isto não é uma mera sensação, mas uma realidade consciente, que nada pode obscurecer . Um grande mistério, realizou-se entre mim e Deus. [Diário de Santa Faustina nº 137]. Editora Apostolado da Divina Misericórdia. Jesus eu confio em Vós! 
ATO DE DESAGRAVO E 
CONSAGRAÇÃO AO CORAÇÃO DE JESUS
Oh! Coração clementíssimo de Jesus, pelo qual prometeu o Eterno Pai que ouviria sempre nossas orações: eu me uno convosco para oferecer a vosso Eterno Pai este meu pobre e mesquinho coração, contrito e humilhado em seu divino acatamento, e desejoso de reparar completamente as ofensas, em especial as que vós recebeis continuamente na Eucaristia, e principalmente as que eu, por minha desgraça, também tenho cometido. 
Quisera, Divino Coração, lavar com lágrimas e apagar com sangue de minhas veias as ingratidões com que todos temos pagado vosso terno amor. 
Junto minha dor, ainda que tão leve, com aquela angustia mortal que vos fez no horto suar sangue à vista de nossos pecados. 
Oferecendo meu coração, Senhor, a vosso Eterno Pai, unido com vosso amabilíssimo Coração. 
Dando-lhe infinitas graças pelos grandes benefícios que nos faz continuamente, e complete com vosso amor essa nossa ingratidão e esquecimento. 
Concedei-me a graça de apresentar-me sempre com grande veneração ante o acatamento de vossa divina Majestade, para ressarcir de algum modo as irreverências e ultrajes que em vossa presença me atrevi a cometer, e que de hoje em diante me ocupe com todo meu empenho em atrair com palavras e exemplos muitas almas para que vos conheçam e tenham as delicias de Vosso Coração. Desde este momento me ofereço e dedico todo a dilatar a glória deste sacratíssimo e dulcíssimo Coração. 
Vos elejo por objeto santo de todos os meus afetos e desejos, e desde agora para sempre constituo Nele minha perpétua morada, reconhecendo-lhe, adorando-lhe e amando-lhe com todas as minhas forças, o Coração de meu amabilíssimo Jesus, de meu Rei e soberano dono, Esposo de minha alma, Pastor e Mestre, verdadeiro Amigo, amoroso Pai, Guia seguro, fidelíssimo Amparo e Bem-aventurança. Amém 

No dia 06 de agosto celebraremos Senhor Bom Jesus dos Aflitos, hoje inicia a novena, segue link:
http://senhorbomjesus.net/sbj/?p=1540

quinta-feira, 27 de julho de 2017

Falava muito com o Senhor, mas sem palavras.

Ocorreu um grande segredo nessa adoração. Um segredo entre mim e o Senhor, e parece-me que ia morrer de amor só de ver o Seu olhar. Falava muito com o Senhor, mas sem palavras. E o Senhor disse-me : És a delícia do Meu Coração. De hoje em diante tudo o que fizeres, mesmo mais insignificante será agradável aos Meus olhos. [Diário de Santa Faustina nº 137]. Jesus eu confio em Vós! 

A Adoração é o primeiro ato da virtude da religião. Adorar a Deus é reconhecê-lo como Deus, como o Criador e o Salvador, o Senhor e o Mestre de tudo o que existe, o Amor infinito e misericordioso. ”Adorarás o Senhor teu Deus e só a ele prestarás culto” (Lc 4,8).

Jesus: “Não é preciso, meu filho, saber muito para me agradar, basta-me amar fervorosamente. Fala-me pois de uma coisa simples, assim como falarias com o mais íntimo dos amigos.”
BENEDICTUS
Bendito o Senhor Deus de Israel, porque visitou, e redimiu a seu povo; E nos levantou o corno da salvação na casa de Davi seu servo; Como falou por boca de seus santos Profetas, que desde o princípio do mundo houve; Que nos livraria de nossos inimigos, e da mão de todos os que nos aborrecem. Para fazer misericórdia a nossos pais, e se lembrar de seu santo concerto; E do juramento, que jurou a Abraão nosso pai que nos havia de dar; Que libertados da mão de nossos inimigos, o serviríamos sem temor, Em santidade e justiça diante dele, todos os dias de nossa vida. E tu, ó menino, Profeta do Altíssimo serás chamado; porque diante da face do Senhor hás de ir, a aparelhar seus caminhos; Para dar a seu povo conhecimento da salvação, em remissão de seus pecados; Pelas entranhas da misericórdia de nosso Deus, com que o Oriente do alto nos visitou; Para aparecer aos que assentados estão nas trevas, e em sobra de morte; para endereçar nossos pés pelo caminho da paz.

quarta-feira, 26 de julho de 2017

Uni-me com Deus.

Uni-me com Deus de uma maneira estranha. Via grande agrado que Deus tem por mim, e o meu espírito por sua vez mergulhou n´Ele. Consciente dessa união com Deus, sinto que sou amada de maneira especial e eu, da minha parte, estou amando com toda a força da minha alma.  [Diário de Santa Faustina nº 137]. Editora Apostolado da Divina Misericórdia. Jesus eu confio em Vós! 
TODA QUARTA É DEDICADA A SÃO JOSÉ
Vida Simples
São José devotou sua vida aos cuidados de Jesus e Maria. Vivendo do trabalho de suas mãos, como carpinteiro, sustentou sua família com dignidade e exemplo. A profissão de carpinteiro propiciava dignidade à família. José era um judeu religioso e praticante. Ele consagrou o menino Jesus no Templo, logo depois que o menino nasceu. Este ato só era praticado na época por judeus piedosos. São José levava sua família regularmente às peregrinações de seu povo em Jerusalém, como, por exemplo, na Páscoa. Foi numa dessas peregrinações em que, na volta para Nazaré, o menino Jesus ficou em Jerusalém conversando com os doutores da lei. O menino tinha, então, doze anos. José e Maria, aflitos, voltam ao templo e encontram o menino Jesus debatendo com os doutores da lei. Nesta ocasião, Jesus afirma que “Tinha que cuidar das coisas de seu Pai”. Esta é a última vez que José é mencionado nas Sagradas Escrituras. Todos os indícios levam a crer que José faleceu antes de Jesus começar sua vida pública. Caso contrário, ele certamente teria sido mencionado pelos evangelistas, como o foi Maria.

Influência de José na formação da personalidade de Jesus
São José teve papel importantíssimo na formação da personalidade de Jesus enquanto pessoa humana. Claro, Jesus é o Filho de Deus. Porém, se analisarmos o comportamento de Jesus do ponto de vista humano, veremos que ele (Jesus) foi um menino e um homem que teve um pai presente, piedoso e influente. Um pai que ensinou ao filho o caminho da justiça, da verdade, do amor e do conhecimento da Palavra de Deus. Não é à toa que São José é chamado de “Justo” desde os Evangelhos. Por isso, São José é um dos maiores santos de todos os tempos.

Devoção a São José
São José foi inserido no calendário litúrgico Romano em 1479. Sua festa é celebrada no dia 19 de março. São Francisco de Assis e, mais tarde, Santa Teresa d’Ávila, foram grandes santos que ajudaram a divulgar a devoção a São José. No ano de 1870, São José foi declarado oficialmente como o Patrono Universal da Igreja. O autor desta declaração foi o Papa Pio IX. No ano de 1889, o Papa Leão XIII, num de seus grandes documentos,exaltou as virtudes de São José. O Papa Bento XV declarou São José como o patrono da justiça social. Para ressaltar a grande qualidade e poder de intercessão de São José como “trabalhador”, O Papa Pio XII instituiu uma segunda festa em homenagem a ele, a festa de "São José operário". Esta, acontece no dia primeiro de maio.
São José é invocado também como o padroeiro dos carpinteiros. Na arte cristã ele é representado tendo um lírio na mão, representando a vitória dos santos. Algumas vezes ele aparece também com o menino Jesus ou nos braços, ou ensinando a Ele a profissão de carpinteiro.

Revelações sobre o poder de intercessão de São José
São José é, sem dúvida, uma dos santos mais importantes da Igreja. Ele é invocado como o santo que intercede a Deus por todas as nossas necessidades. São José tem, diante de Deus, privilégios únicos. Esta é uma das revelações que foram dadas à Serva de Deus chamada Santa Águeda: “Por sua intercessão alcançamos a virtude da castidade e a vitória sobre as tentações contra pureza; alcançamos o poderoso auxílio da graça para sair do pecado e voltar à amizade com Deus; alcançamos a benevolência da Santíssima Virgem Maria e a verdadeira devoção a ela; alcançamos a graça de uma boa morte e a especial proteção contra o demônio nesta hora.” A Igreja afirma que os espíritos do mal estremecem quando ouvem o nome de São José ser invocado. Pela intercessão de São José, podemos alcançar a saúde e a ajuda nas dificuldades. Através dele, as famílias podem alcançar a bênção de uma vida digna.

Nossa Senhora também revelou a Santa Águeda: "Os homens ignoram os privilégios que o Senhor concedeu a São José, e quanto pode sua intercessão junto de Deus. Somente no dia do Juízo os homens conhecerão sua excelsa santidade e chorarão amargamente por não haverem se aproveitado desse meio tão poderoso e eficaz para sua salvação e alcançar as graças de que necessitavam". 
Fonte:http://www.nossasenhoracuidademim.com/2014/03/historia-de-sao-jose.html
HOJE CELEBRAMOS 
SÃO JOAQUIM E SANT’ANA, 
PAIS DE NOSSA SENHORA
Segundo uma antiga tradição, já conhecida no século II, assim eram chamados os pais da Santíssima Virgem Maria. O culto a Sant’Ana, prestado no Oriente desde o século VI, difundiu-se pelo Ocidente no século X. Mais recentemente, São Joaquim passou também a ser venerado.
Oração: Senhor Deus de nossos pais, que concedestes a São Joaquim e Sant’Ana a graça de darem a vida à Mãe de vosso Filho Jesus, fazei que, pela intercessão de ambos, alcancemos a salvação prometida a vosso povo. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo. Amém.

terça-feira, 25 de julho de 2017

Minha alma mergulhou em Deus e foi inundada de felicidade.

Nesse momento, quando consenti nesse sacrifício de toda minha vontade e coração, a presença de Deus me penetrou toda. A minha alma mergulhou em Deus e foi inundada de tanta felicidade de que nem em parte posso descrevê-la. Sentia que Sua majestade me envolvia. [Diário de Santa Faustina nº 137. Editora Apostolado da Divina Misericórdia.]. Jesus eu confio em Vós! 
Súplica ao anjo da guarda
Ó meu anjo da guarda, príncipe celestial e meu amoroso tutor, alcançai-me o perdão dos desgostos que a Deus e a vós tenho dado, e imprimi na minha alma tão profundo respeito para convosco que nunca me atreva a fazer coisa que vos desagrade.
(Rezar: Pai-Nosso, Ave-Maria, Glória)
SÃO TIAGO MAIOR, APÓSTOLO
Nasceu em Betsaida; era filho de Zebedeu e irmão do apóstolo João. Esteve presente aos principais milagres realizados por Cristo. Foi morto por Herodes, cerca do ano 42. É venerado com grande devoção em Compostela (Espanha), onde se ergue uma célebre basílica dedicada a seu nome.

Oração: Deus eterno e todo-poderoso, que pelo sangue de São Tiago consagrastes as primícias dos trabalhos dos Apóstolos, concedei que a vossa Igreja seja confirmada pelo seu testemunho e sustentada pela sua proteção. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo.

segunda-feira, 24 de julho de 2017

Fazei de mim o que quiserdes.

Neste ato voluntário e consciente reside todo o poder e valor diante de Sua majestade inconcebível. Sentia que Deus estava aguardando a minha palavra, o meu consentimento. Então, o meu espírito mergulhou no Senhor e eu disse: ¨Fazei de mim o que você aprouver, submeto-me à Vossa vontade. A vossa santa vontade hoje em diante será o meu alimento. Serei fiel às Vossas exigências, com o auxílio da Vossa graça. Fazei de mim o que quiserdes. Suplico-Vos, Senhor, permanecei comigo em cada momento da minha vida.¨ [Diário de Santa Faustina nº 136. Editora Apostolado da Divina Misericórdia.]. Jesus eu confio em Vós!
SANTO DE HOJE
SÃO CHARBEL MAKHLOUF
Ermitão do rito católico maronita, é o primeiro libanês canonizado pela Sé Apostólica nos tempos modernos,  09 de outubro de 1977 pelo Papa Paulo VI. Grande amante da  Eucaristia e da  Virgem Santíssima. Exemplo de  vida consagrada e de ermitão. 
Deus quis manifestar sua glória por meio desse  humilde eremita. Grande quantidade de  milagres ocorrem por sua intercessão. Diz-se no Oriente que numerosas  de suas  imagens milagrosamente produzem azeite de oliva,  que se utiliza na oração pelos enfermos. Além de ser bem conhecido no oriente Médio e  em toda a Igreja, na América é particularmente venerado no México a  partir da imigração maronita que começou no século XIX. Sua devoção se propaga na atualidade mui rapidamente pelo número crescente de milagres atribuídos à sua intercessão. Parece que Deus deseja utilizar este santo com o sinal de  seu desejo de  unificar o Oriente com o Ocidente. 
Nasceu no povoado de Beka'kafra,  a 140 km do Líbano,  capital libanesa, em  08 de maio de 1828. Era o quinto filho de Antun Makhlouf e Brigitte Chidiac, uma piedosa família campesina.  Foi batizado após oito dias na Igreja de Nossa Senhora, em sua cidade natal, recebendo por nome Yusef (José).  Aos três anos o pai de Yusef foi inscrito no exército turco na guerra contra os egípcios e morreu quando regressava para casa. Sua mãe foi quem cuidou da família, sendo um exemplo de virtude e de fé. Passado algum tempo, ela casou-se de novo com um homem devoto que posteriormente iria ser ordenado sacerdote. (No rito maronita, homens casados podem ser escolhidos para o sacerdócio). Yusef ajudou a  seu padrasto no ministério sacerdotal. Já desde jovem era ascético e de  profunda oração. 
Yusef estudou na  pequena escola paroquial do povoado.  À idade de 14 anos foi pastor de  ovelhas, quando aperfeiçoou-se na oração. Retirava-se com freqüência a uma cova que descobriu próxima às pastagens para adentrar-se em horas de oração. Por isso, era alvo de zombaria de outros jovens pastores. Dois de  seus tios maternos eram ermitões pertencentes à Ordem Libanesa Maronita. Yusef acudia a eles com freqüência para aprender sobre a vida religiosa e especialmente a vida monástica. Aos 20 anos de idade, Yusef é o sustento da sua casa. Sendo o tempo de  contrair matrimônio, sente-se chamado à outro tipo de vida. Depois de três anos de espera, escutou a voz do Senhor: “Deixa tudo, vem e segue-me”.  Assim,  numa manhã do ano 1851 se  dirige ao convento de Nossa Senhora de Mavfouq, onde foi recebido como postulante. Ao entrar no noviciado, renuncia ao seu nome batismal e  escolhe como nome de consagração: Sharbel. Algum tempo depois  foi enviado ao Convento de Annaya, onde professou os votos perpétuos como monge, em 1853. 
O enviaram imediatamente ao Mosteiro de São Cipriano de Kfifen, onde realizou seus estudos de filosofia e teologia, levando uma vida exemplar de oração e apostolado, entre estes, o cuidado dos  enfermos, o pastoreio das  almas e  o trabalho manual em coisas  mui humildes. 
Sharbel  recebeu autorização para a  vida ermitã em 13 de fevereiro de 1875. Deste momento até sua morte, ocorrida na ermida dos Santos Pedro e  Paulo  na véspera de Natal do ano 1898,  dedicou-se inteiramente à oração (rezava 7 vezes ao dia a Liturgia das Horas),  as  asceses, a  penitência e  o trabalho manual. Comia uma vez ao dia e  levava consigo o cilício. 
O padre Sharbel alcançou a  celebridade depois de sua morte, ocorrida em 24 de dezembro de  1898. Deus quis assinalar a este santo numerosos prodígios: Seu corpo se mantém incorrupto e seu sangue, ocorrem prodígios de luz, constatados por muitas pessoas. O povo venerava como santo, ainda que a hierarquia e seus próprios superiores, proibissem seu culto formal enquanto a Igreja não pronunciasse  seu veredicto. Dado o  constante culto do povo, o Padre Superior Geral Ignácio Dagher  solicitou ao Papa Pio XI em 1925, a abertura do processo de beatificação do Padre Sharbel. Foi beatificado durante o fechamento do Concílio Vaticano II, em 5 de dezembro de  1965, pelo Papa Paulo VI, que disse: “Um ermitão da  montanha libanesa está inscrito no número dos Bem-Aventurados ... Um novo membro da  santidade  monástica enriquece com seu exemplo e  com sua intercessão a  todo o povo cristão.  E pode nos fazer entender, em  um mundo fascinado pelas  comodidades e  pela riqueza, o grande valor da pobreza, da  penitência e  do ascetismo, para libertar a  alma em sua ascensão a Deus”. Em 09 de outubro de  1977, durante o Sínodo Mundial dos Bispos, o Papa canonizou ao P. Sharbel com a seguinte proclama: “Em honra à Santa e Individual Trindade, para a  exaltação da fé católica e promoção da vida cristã, com a  autoridade de Nosso Senhor Jesus Cristo,  dos bem-aventurados apóstolos Pedro e Paulo e nossa, depois de  madura deliberação e  após implorar intensamente a ajuda divina... decretamos e definimos que o beato Sharbel Makluf é SANTO, e o inscrevemos no catálogo dos santos, estabelecendo que seja venerado como santo com piedosa devoção em toda a Igreja.  Em nome do Pai,  do Filho e  do Espírito Santo". 

ORAÇÃO: Deus, infinitamente santo e glorificado por meio de  teus santos. Tu que inspiraste o santo monge e ermitão Sharbel para que vivesse e  morresse em perfeita  união com Jesus Cristo,  dando-se a força para renunciar ao mundo e  fazer triunfar de sua ermida, ao heroísmo de  suas virtudes monásticas: pobreza, obediência e santidade. Te imploramos nos concedas a  graça de  te amar e  servir seguindo seu exemplo. Deus Todo-Poderoso, Tu que tens manifestado o poder da intercessão  de São Sharbel através de  seus numerosos milagres e  favores,  concedei-nos a  graça que te imploramos por sua intercessão (fazer o pedido). Amém.  (Pai-Nosso, Ave-Maria e Glória)
Novena "Almas Aflitas"
Segunda-feira, dia dedicado as Almas do Purgatório.
"Pai Eterno, eu vos ofereço o sangue de nosso Senhor Jesus Cristo, intercedei pelas almas aflitas.
E vós, almas aflitas, ide perante a Deus e pedi a graça que necessito (fazer o pedido)". Rezar: Pai Nosso, Ave Maria e o Glória. 

domingo, 23 de julho de 2017

O Reino dos Céus é como um homem que semeou boa semente no seu campo.

Jesus me deu a conhecer que, embora eu não concordasse com isso, poderia me salvar sem que diminuíssem as graças que me concedia, continuando até com a mesma íntima união comigo de tal forma que, mesmo sem a minha adesão a esse sacrifício conhecer que todo o mistério dependia de mim, do meu voluntário consentimento no sacrifício na inteira consciência do meu espírito. [Diário de Santa Faustina nº 136. Editora Apostolado da Divina Misericórdia.]. Jesus eu confio em Vós! 
Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Mateus 13,24-43
Naquele tempo:
 Jesus contou outra parábola à multidão:
 'O Reino dos Céus é como um homem
 que semeou boa semente no seu campo.
 Enquanto todos dormiam, veio seu inimigo,
 semeou joio no meio do trigo, e foi embora.
 Quando o trigo cresceu
 e as espigas começaram a se formar,
 apareceu também o joio.
 Os empregados foram procurar o dono e lhe disseram:
 `Senhor, não semeaste boa semente no teu campo?
 Donde veio então o joio?'
 O dono respondeu:
 `Foi algum inimigo que fez isso'.
 Os empregados lhe perguntaram:
 `Queres que vamos arrancar o joio?'
 O dono respondeu:
 Não! pode acontecer que, arrancando o joio,
 arranqueis também o trigo.
 Deixai crescer um e outro até a colheita!
 E, no tempo da colheita, direi aos que cortam o trigo:
 arrancai primeiro o joio
 e o amarrai em feixes para ser queimado!
 Recolhei, porém, o trigo no meu celeiro!
 Jesus contou-lhes outra parábola:
 'O Reino dos Céus é como uma semente de mostarda
 que um homem pega e semeia no seu campo.
 Embora ela seja a menor de todas as sementes,
 quando cresce, fica maior do que as outras plantas.
 E torna-se uma árvore, de modo que os pássaros vêm
 e fazem ninhos em seus ramos.'
 Jesus contou-lhes ainda uma outra parábola:
 'O Reino dos Céus é como o fermento
 que uma mulher pega e mistura com três porções de
 farinha, até que tudo fique fermentado.'
 Tudo isso Jesus falava em parábolas às multidões.
 Nada lhes falava sem usar parábolas,
 para se cumprir o que foi dito pelo profeta:
 Abrirei a boca para falar em parábolas;
 vou proclamar coisas escondidas desde a criação do
 mundo'.
 Então Jesus deixou as multidões e foi para casa.
 Seus discípulos aproximaram-se dele e disseram:
 'Explica-nos a parábola do joio!'
 Jesus respondeu:
 Aquele que semeia a boa semente é o Filho do Homem.
 O campo é o mundo.
 A boa semente são os que pertencem ao Reino.
 O joio são os que pertencem ao Maligno.
 O inimigo que semeou o joio é o diabo.
 A colheita é o fim dos tempos.
 Os ceifadores são os anjos.
 Como o joio é recolhido e queimado ao fogo,
 assim também acontecerá no fim dos tempos:
 o Filho do Homem enviará os seus anjos
 e eles retirarão do seu Reino
 todos os que fazem outros pecar
 e os que praticam o mal;
 e depois os lançarão na fornalha de fogo.
 Ali haverá choro e ranger de dentes.
 Então os justos brilharão como o sol
 no Reino de seu Pai.
 Quem tem ouvidos, ouça.'
 Palavra da Salvação. Glória a Vós Senhor.
A Liturgia das Horas e a reflexão no dia de Santa Brígida, religiosa 
Das Orações, atribuídas a Santa Brígida 
(Oratio 2: Revelationum S. Birgittae libri, 2, Romae 1628, p. 408-410) 
(Séc.XIV)
Elevação da mente ao Cristo salvador

Bendito sejas tu, Senhor meu, Jesus Cristo, que com antecedência predisseste sua morte, e na última ceia maravilhosamente consagraste em teu precioso corpo o pão material; aos apóstolos o entregaste por amor em memória de tua digníssima paixão e, lavando-lhes humildemente os pés com tuas mãos preciosas, demonstraste a máxima humildade.

Honra a ti, meu Senhor, Jesus Cristo que, no temor do sofrimento e da morte, fizeste correr de teu corpo inocente sangue como suor, e, mesmo assim, realizaste até o fim nossa redenção, objeto de teu desejo, e deste modo revelaste de modo claríssimo a caridade que tens pelo gênero humano.

Bendito sejas tu, Senhor meu, Jesus Cristo, que foste levado a Caifás, e tu, o juiz de todos, permitiste a humilhação de seres entregue ao julgamento de Pilatos.

Glória a ti, Senhor meu, Jesus Cristo, pelas zombaria que suportaste quando, revestido de púrpura, coroado de agudíssimos espinhos permaneceste de pé; e sofreste em tua gloriosa face ser cuspido, ter os olhos vendados e com a máxima paciência ser duramente batido no rosto e no peito pelas infelizes mãos dos perversos.

Louvor a ti, Senhor meu, Jesus Cristo, que te deixaste ser atado à coluna, flagelado desumanamente e coberto de sangue, ser conduzido a Pilatos e mostrando-te qual cordeiro inocente.

Honra a ti, Senhor meu, Jesus Cristo que, ensanguentado em todo o teu corpo, foste condenado à morte de cruz, e a carregaste com dores em teus sagrados ombros; conduzido com fúria ao lugar da paixão, despojado das vestes, assim quiseste ser pregado no lenho da cruz.

Honra perpétua a ti, Senhor Jesus Cristo, que, em tanta angústia, humildemente olhaste com teus benignos olhos amorosos tua excelente mãe, que nunca pecou nem jamais consentiu no mínimo pecado; e, consolando-a, a entregaste a teu discípulo para ser fielmente protegida.

Bênção eterna a ti, Senhor meu, Jesus Cristo, que, na agonia da morte, deste a todos os pecadores a esperança do perdão, quando ao ladrão voltado para ti prometeste misericordiosamente a glória do paraíso.

Louvor eterno a ti, Senhor meu, Jesus Cristo, por todas as horas em que na cruz suportaste as máximas amarguras e angústias por nós, pecadores; pois as dores agudíssimas nascidas de tuas chagas penetravam barbaramente em tua bem-aventurada alma e atravessavam cruelmente teu sacratíssimo coração, até que com um grito rendeste o espírito e, de cabeça inclinada, o entregaste humildemente às mãos de Deus, teu Pai; e então morto, ficaste com teu corpo todo frio.

Bendito sejas tu, meu Senhor Jesus Cristo, que com teu precioso sangue e morte sacratíssima remiste nossas almas e as levaste em tua misericórdia deste exílio para a vida eterna.

Glória a ti, meu Senhor, Jesus Cristo, que quiseste que teu bendito corpo fosse descido da cruz por teus amigos e reclinado nas mãos de tua mãe dolorosa; e aceitaste ser envolto por ela em lençóis, depositado no sepulcro e ali ser guardado por soldados.

Honra sempiterna a ti, meu Senhor, Jesus Cristo que ressuscitaste ao terceiro dia e àqueles que escolheste te manifestaste; depois de quarenta dias, subiste ao céu à vista de muitos, e lá colocaste honrosamente teus amigos que havias libertado dos infernos.

Júbilo e louvor eterno a ti, Senhor Jesus Cristo, que enviaste o Espírito Santo aos corações dos discípulos e neles aumentaste o imenso amor divino.

ORAÇÃO: Pela intercessão de Santa Brígida que celebramos hoje abençoai-nos Deus todo poderoso. Em nome do Pai, do Filho e do Espirito Santo. Amém. 

sábado, 22 de julho de 2017

Coração de Maria, perfeita imagem do Coração de Jesus.

O que escrevo é um resumo, mas esse conhecimento era tão claro que, o que mais tarde passei em nada era diferente daquilo que experimentei nesse momento. O meu nome devia ser “vítima.” Quando terminou a visão, um suor frio me cobria a testa. [Diário de Santa Faustina, 135. Editora Apostolado da Divina Misericórdia.]. Jesus eu confio em Vós!
Orações breves ao Coração de Maria
Oração por meio do Coração de Maria 
Clementíssimo Deus, que para salvação de pecadores e refugio de desgraçados, quisestes que o Coração Imaculado de Maria fosse o mais parecido em caridade e misericórdia ao divino Coração de seu Filho Jesus Cristo: Concedei-nos, pela intercessão e méritos do dulcíssimo e amantíssimo Coração  cheguemos a sermos semelhantes ao Coração de Jesus.  

Oração a Nossa Senhora do Sagrado Coração 
Coração de Maria, perfeita imagem do Coração de Jesus, fazei que nossos corações sejam semelhantes aos vossos. Amém.
SANTA MARIA MADALENA 

É mencionada entre os discípulos de Cristo, esteve presente ao pé da cruz e mereceu ser a primeira a ver o Redentor ressuscitado na madrugada do dia de Páscoa(Mc 16,9). Seu culto difundiu-se na Igreja ocidental, sobretudo a partir do século XII.

Oração: Ó Deus, o vosso Filho confiou a Maria Madalena o primeiro anúncio da alegria pascal; dai-nos, por suas preces e a seu exemplo, anunciar também que o Cristo vive e contemplá-lo na glória de seu Reino. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo.

sexta-feira, 21 de julho de 2017

Submeto, voluntariamente, a minha vontade à Vossa, agora e sempre.

Primeiramente, os sofrimentos físicos e todas as circunstâncias que os agravavam; em seguida os sofrimentos espirituais em toda sua extensão e ainda aqueles dos quais ninguém saberá. Essa visão englobava tudo: julgamentos injustos, difamações. [Diário de Santa Faustina, 135. Editora Apostolado da Divina Misericórdia.]. Jesus eu confio em Vós!
CONSAGRAÇÃO AO SAGRADO CORAÇÃO DE JESUS 

SAGRADO CORAÇÃO DE JESUS,
invadi-me plenamente, de modo que os meus sentimentos sejam os Vossos Sentimentos; os meus desejos sejam os Vossos Desejos; as minhas palavras sejam as Vossas Palavras; os meus pensamentos sejam os Vossos Pensamentos. Depois, me deixai penetrar no mais íntimo do Vosso SAGRADO CORAÇÃO. Aniquilai-me completamente. Adorarei o Vosso SAGRADO CORAÇÃO, do mais profundo do meu coração. Prometo servir o Vosso SAGRADO CORAÇÃO com um fogo interior, servir-Vos-ei com um zelo mais fervoroso que nunca. Sou fraco (a), mas sei que a Vossa Força me ajudará. Não permitais que eu Vos perca de vista e nem que o meu coração se volte para outro lado. Procurarei apenas o Vosso SAGRADO CORAÇÃO e só Vos desejarei a Vós.

SAGRADO CORAÇÃO DE JESUS,
fazei-me detestar tudo aquilo que é contrário à Vossa Santidade e à Vossa Vontade. Purificai-me repetidamente e fazei que nenhum rival permaneça dentro de mim. A partir de hoje, apertai os laços de amor com que me prendestes, e fazei que a minha alma tenha sede de Vós e o meu coração desfaleça de amor por Vós.
SANTO DO DIA
SÃO LOURENÇO DE BRINDISI
Senhor, que para glória do vosso nome e para salvação dos homens, destes a São Lourenço de Brindisi o espírito de conselho e de fortaleza, concedei-nos o mesmo espírito, para conhecermos a vossa vontade e fielmente a cumprirmos. Por Nosso Senhor. Amém.

quinta-feira, 20 de julho de 2017

Bendito seja Jesus Cristo, verdadeiro Deus e verdadeiro homem.

Embora exteriormente nada visse, a presença de Deus me penetrava toda. Nesse momento, a minha mente foi estranhamente iluminada. Surgiu diante dos olhos da minha alma uma visão que era como a de Nosso Senhor no Jardim das Oliveiras. [Diário de Santa Faustina, 135. Editora Apostolado da Divina Misericórdia.]. Jesus eu confio em Vós!
Tão sublime Sacramento adoremos neste altar, 
pois o Antigo Testamento deu ao Novo o seu lugar. 
Venha a fé por suplemento os sentidos completar. 
Ao eterno Pai cantemos a Jesus, o redentor, 
Ao Espírito exaltemos, na Trindade eterno amor. 
Ao Deus uno e trino demos a alegria do louvor. 
Amém! 

Do céu lhes destes o pão. 
Que contém todo o sabor. 

Oremos: Senhor, que, neste admirável sacramento, nos deixastes o memorial  de vossa paixão, concedei-nos a graça de venerar de tal modo os sagrados mistérios de vosso corpo e sangue, que possamos experimentar  sempre em nós o fruto de vossa redenção. Vós que viveis e reinais  com o Pai e o Espírito Santo.  Amém. 

BENÇÃO
- Deus nos abençoe e vos guarde! 
 Que Ele nos ilumine com a luz da sua face e nos seja favorável. 
 Que Ele nos mostre o seu rosto e nos traga a paz. 
 Que ele nos dê a saúde do corpo e da alma. 

 ATO DE LOUVOR 
 - Bendito seja Deus. 
 - Bendito seja o seu santo nome. 
 - Bendito seja Jesus Cristo, verdadeiro Deus e verdadeiro homem. 
 - Bendito seja o nome de Jesus. 
- Bendito seja o seu Sacratíssimo coração. 
 - Bendito seja o seu preciosismo sangue. 
- Bendito seja Jesus no Santíssimo sacramento do altar. 
- Bendito seja o Espírito Santo Paráclito. 
- Bendita seja a grande mãe de Deus, Maria santíssima. 
- Bendita seja sua santa e imaculada conceição. 
- Bendita seja sua gloriosa assunção. 
- Bendito seja o nome de Maria, virgem e mãe. 
- Bendito seja são José, seu castíssimo esposo. 
 - Bendito seja Deus, nos seus anjos e nos seus santos. 

Deus e Senhor nosso, protegei a vossa Igreja, dai-lhe santos pastores  e dignos ministros. Derramai as vossas bênçãos sobre o nosso Santo Padre,  o papa, sobre o nosso bispo, sobre o nosso pároco e todo o clero, sobre  o chefe da nação e do Estado e sobre todas as pessoas constituídas  em dignidade para que governem com justiça. 
Dai ao povo brasileiro paz constante e prosperidade completa. Favorecei  com os efeitos contínuos de vossa bondade o Brasil, este (arce) bispado,  a paróquia em que habitamos, cada um de nós em particular e todas as  pessoas por quem somos obrigados a rezar ou que se recomendaram as  nossas orações. Tende misericórdia das almas dos fiéis que padecem  no purgatório. Dai-lhes, Senhor, o descanso e a luz eterna. 
 (Pai nosso, Ave-maria, Glória ao Pai)

quarta-feira, 19 de julho de 2017

A palavra de Deus é viva.

Hoje não compreendes isso. Amanhã te darei a conhecer isso durante a adoração. Palavras de Jesus à Santa Faustina.  O meu coração e a minha alma tremiam. Essas palavras calaram profundamente na minha alma. A palavra de Deus é viva. Quando cheguei para adoração, senti na alma que tinha entrado no santuário do Deus Vivo, cuja majestade é grande e inconcebível. E o Senhor me deu a conhecer o que são até os espíritos mais puros diante d’Ele.  [Diário de Santa Faustina, 135. Editora Apostolado da Divina Misericórdia]. Jesus eu confio em Vós!
TODA QUARTA É DEDICADA A SÃO JOSÉ
São José é descendente da casa real de Davi. É o esposo da Virgem Maria e pai adotivo de Jesus Cristo. Nos Evangelhos ele aparece na infância de Jesus. Pode-se ver as citações nos livros de Mateus Capítulos 1 e 2, e em Lucas 1 e 2. Na Bíblia, São José é apresentado como um justo. Mateus, em seu Evangelho, descreve a história sob o ponto de vista de José. Já Lucas narra o tempo de infância do menino Jesus contando com a presença de José.

São José na História da Salvação
São José estava noivo de Maria e, ao saber que ela estava grávida, decidiu abandoná-la, pois o filho não era dele. Ele pensa em abandoná-la para que ela não fosse punida com a morte por apedrejamento
Mas ele teve um sonho com um anjo que lhe disse que Maria ficou grávida pela ação do Espírito Santo, e que o menino que iria nascer era Filho de Deus, então, ele aceitou Maria como esposa. Perto do tempo previsto do nascimento de Jesus, por um decreto romano ele partiu para Belém para o recenseamento, lá Maria deu à luz ao Menino Jesus e José estava presente no nascimento.

O anjo, porém, deu novo aviso a José, em sonho. Com efeito, o anjo avisou a José que Herodes queria matar o menino Jesus e mandou-o pegar o menino e sua mãe e fugir para o Egito com eles. José obedeceu. Assim, A sagrada família foi para o Egito e viveram lá durante quatro anos. Após este tempo, o anjo avisou novamente a José em sonhos, dizendo que eles poderiam voltar para Nazaré porque Herodes tinha morrido. José obedeceu e levou a Sagrada Família novamente para Israel.

Oração a São José

A vós, S. José, recorremos em nossa tribulação e, depois de ter implorado o auxílio de Vossa Santíssima Esposa, cheios de confiança solicitamos também o Vosso patrocínio. Por este laço sagrado de caridade que Vos uniu à Virgem Imaculada Mãe de Deus, e pelo amor paternal que tivestes ao Menino Jesus, ardentemente Vos suplicamos que lanceis um olhar benigno para a herança que Jesus Cristo conquistou com seu Sangue, e nos socorrais em nossas necessidades com o Vosso auxílio e poder. Protegei, ó Guarda providente da Divina Família, a raça eleita de Jesus Cristo. Afastai para longe de nós, ó Pai amantíssimo, a peste do erro e do vício. Assisti-nos do alto do céu, ó nosso fortíssimo sustentáculo, na luta contra o poder das trevas; e assim como outrora salvastes da morte a vida ameaçada do Menino Jesus, assim também defendei agora a Santa Igreja de Deus contra as ciladas de seus inimigos e contra toda adversidade. Amparai a cada um de nós com o Vosso constante patrocínio a fim de que, a Vosso exemplo e sustentados por Vosso auxílio, possamos viver virtuosamente, morrer piedosamente e obter no céu a eterna bem-aventurança. Amém.
Fonte:http://www.cruzterrasanta.com.br/historia-de-sao-jose/148/102/#c

terça-feira, 18 de julho de 2017

Devia sempre colocar-me na Sua presença como vítima de oblação.

Durante a terceira provação, o Senhor deu-me a conhecer que eu devia oferecer-me a Ele, a fim de que pudesse fazer comigo o que Lhe aprouvesse. Devia sempre colocar-me na Sua presença como vítima de oblação. No começo, fiquei com medo, sentindo a minha miséria profunda, conhecendo bem a mim mesma. Respondi ao Senhor mais uma vez:- “Sou a miséria em pessoa, como posso servir como vítima?” [Diário de Santa Faustina nº 135. Editora Apostolado da Divina Misericórdia.]. Jesus eu confio em Vós!
DIA DA ALIANÇA DE AMOR
CONSAGRAÇÃO A NOSSA SENHORA
“Ó minha Senhora, ó minha Mãe, eu me ofereço todo a vós! Em prova de minha devoção para convosco, consagro-vos, neste dia, os meus olhos, meus ouvidos, minha boca, meu coração e inteiramente todo o meu ser, porque assim sou vosso, ó incomparável Mãe, guardai-me e defendei-me como coisa e propriedade vossa. Amém.”
CONFIO
"Confio em teu poder, e em tua bondade, em ti confio com filialidade. Confio cegamente em toda a situação, Mãe, no teu Filho e na tua proteção. (3x)"
ORAÇÃO POR TUA PUREZA
“Ave Maria, por tua pureza, conserva puro meu corpo e minha alma.
Abre-me largamente o teu coração e o coração de teu divino Filho. Concede-me um profundo reconhecimento de mim mesmo e a graça da perseverança até a morte. Dá-me almas e tudo mais toma-
o para ti.
Dá-nos ser reflexos teus.
Fortes, dignos, simples e brandos.
Alegria, amor e paz pela vida irradiando. Vem no tempo em nós passar, para Cristo o preparar.
Tu és três vezes admirável.
Eu sou mil vezes miserável.
Mãe, Rainha e Vencedora Três vezes Admirável, mostra-te na minha vida.
Toma-me nos teus braços, toda vez que sou frágil.
Mostra-te Rainha e faz do meu coração o teu trono.
Reina em tudo o que eu fizer.
Eu te coroo como Rainha dos meus empreendimentos, dos meus sonhos e esforços.
Mostra-te vencedora no meu dia a dia, esmagando a cabeça da serpente do mau nas tentações que me afligem.
Vence em mim o egoísmo, a falta de fé, de esperança e de amor.
Tu és Três vezes Admirável.
Eu sou mil vezes Miserável.
Converte-me, Mãe, para a glória de teu filho Jesus. Amém.”

segunda-feira, 17 de julho de 2017

Como é bom entregar tudo nas mãos de Deus.

Ó meu Jesus, Vós me mandastes muitas provações nesta breve vida, compreendi muitas coisas ate coisas assim de que agora me admiro. Oh! Como é bom entregar tudo nas mãos de Deus e consentir que Ele aja plenamente na alma. [Diário de Santa Faustina nº 134. Editora Apostolado da Divina Misericórdia.]. Jesus eu confio em Vós!
BEM-AVENTURADO INÁCIO DE AZEVEDO,
PRESBÍTERO, E SEUS COMPANHEIROS, MÁRTIRES
Inácio de Azevedo nasceu no Porto (Portugal), de família ilustre, em 1526 ou 1527; entrou na Companhia de Jesus em 1548 e foi ordenado sacerdote em 1553. Mais tarde partiu para o Brasil, a fim de se consagrar ao apostolado missionário. Tendo voltado à pátria, conseguiu recrutar numerosos colaboradores para a sua obra evangelizadora e empreendeu a viagem de regresso; mas, interceptados ao largo das ilhas Canárias pelos corsários anticatólicos, ali sofreu o martírio no dia 15 de julho de 1570. Os trinta e nove Companheiros que iam na mesma nau (trinta e um portugueses e oito espanhóis) foram também Martirizados no mesmo dia ou no dia seguinte. Foram beatificados pelo papa Pio IX em 1854.

Oração: Ó Deus, que escolhestes Inácio de Azevedo e seus trinta e nove companheiros para regarem com seu sangue as primeiras sementes do Evangelho lançadas na Terra de Santa Cruz, concedei-nos professar constantemente, para vossa maior glória, a fé que recebemos de nossos antepassados. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo.
Novena "Almas Aflitas"
Segunda-feira, dia dedicado as Almas do Purgatório.
"Pai Eterno, eu vos ofereço o sangue de nosso Senhor Jesus Cristo, intercedei pelas almas aflitas.
E vós, almas aflitas, ide perante a Deus e pedi a graça que necessito (fazer o pedido)". Rezar: Pai Nosso, Ave Maria e o Glória.