quinta-feira, 31 de dezembro de 2015

Jesus é a própria misericórdia!


Escreve, Minha filha, que sou a própria Misericórdia para a alma contrita. A maior miséria da alma não Me inflama de ira, mas o meu Coração se comove por ela com grande misericórdia. [Diário 1739]. Jesus eu confio em Vós!
Senhor Deus, dono do tempo e da eternidade, Teu é o hoje e o amanhã, o passado e o futuro. Ao acabar mais um ano, quero te dizer obrigado por tudo aquilo que recebi de ti. Obrigado pela vida e pelo amor, pelas flores, pelo ar e pelo sol, pela alegria e pela dor, pelo que foi possível e pelo o que não foi.
Ofereço-Te tudo o que fiz neste ano, o trabalho que pude realizar, as coisas que passaram pelas minhas mãos e o que com elas pude construir. Apresento-Te as pessoas que ao longo destes meses amei, as amizades novas e os antigos amores. Os que estão perto de mim e aqueles que pude ajudar, os com quem compartilhei a vida, o trabalho, a dor e a alegria.
Mas também Senhor, hoje eu quero Te pedir perdão. Perdão pelo tempo perdido, pelo dinheiro mal gasto, pela palavra inútil e o amor desperdiçado. Perdão pelas obras vazias e pelo trabalho mal feito, perdão por viver sem entusiasmo.Também pela oração que aos poucos fui adiando e que agora venho apresentar-Te por todos os meus olvidos, descuidos e silêncios novamente Te peço perdão.
Amanhã começaremos um ano novo. Paro a minha vida diante do novo calendário que ainda não se iniciou e Te apresento estes dias que somente Tu sabes se chegarei a vivê-los. Hoje Te peço por mim, meus parentes e amigos, a paz e a alegria, a fortaleza e a prudência, a lucidez e a sabedoria.
Quero viver cada dia com otimismo e bondade, levando a toda parte um coração cheio de compreensão e paz. Fecha meus ouvidos a toda falsidade e meus lábios às palavras mentirosas, egoístas ou que magoem. Abre sim, o meu ser a tudo o que é bom.
Que o meu espírito seja repleto de bênçãos para que eu as derrame por onde passar.
Senhor, a meus amigos que leem esta mensagem, enche-os de sabedoria, paz e amor e que nossa amizade dure para sempre em nossos corações. Enche-me também de bondade e alegria, para que todas as pessoas que eu encontrar no meu caminho, possam descobrir em mim um pouquinho de Ti.
Dá-nos um ano feliz e ensina-nos a repartir a felicidade.
QUINZE MINUTOS DIANTE DO SANTÍSSIMO SACRAMENTO - QUINTA DIA DE ADORAÇÃO.
Muitas vezes nos colocamos diante de Jesus presente na Eucaristia e, envolvidos com nossos problemas e tribulações, não aproveitamos esses momentos preciosos diante de Deus Vivo. Padre Antonio Maria Claret (1807-1870), fundador dos claretianos, desenvolveu textos que nos levam a uma profunda intimidade com Deus na oração.

Deve-se fazer a oração diante do Santíssimo, por um período mínimo de quinze minutos, se possível diariamente.

Inicie sempre sua adoração procurando ouvir a voz de Jesus dizendo-lhe:

Tens algum pedido em favor de alguém?

Menciona-me o seu nome e diz-me o que desejas que Eu lhe faça. Pede muito. Não receies pedir. Conversa comigo, simples e francamente, sobre os pobres que gostarias de consolar, sobre os doentes que vês sofrer, sobre os desencaminhados que tanto desejas ver novamente no caminho certo. Diz-me a favor deles ao menos uma palavra.

E tu, não precisas de alguma graça?

Diz-me abertamente que te reconheces orgulhoso, egoísta, inconstante, negligente… e pede-me, então, que Eu venha em teu auxílio nos poucos ou muitos esforços que fazes para te livrares dessas faltas. Não te envergonhes! Há muitos justos, muitos santos no céu, que tinham exatamente os mesmos defeitos. Mas pediram com humildade, e… pouco a pouco se viram livres deles. Tampouco deixes de me pedir saúde, bem como bons resultados nos teus trabalhos, nos teus negócios ou estudos. Posso dar-te e realmente te darei tudo isso, contanto que não se oponha à tua santificação, mas antes a favoreça. Mas quero que o peças. O que é que necessitas precisamente hoje? Que posso fazer por ti? Ah!, se soubesses quanto Eu desejo ajudar-te!

Andas preocupado com algum projeto?

Conta-me. O que é que te preocupa? Que pensas? Que desejas? Que posso Eu fazer por teu irmão, por tua irmã, pelos teus amigos, pela tua família, pelos teus superiores? Que gostarias tu de lhes fazer? E no que se refere a mim, não sentes o desejo de me ver glorificado? E não queres fazer um favor aos amigos que amas, mas que talvez vivam sem jamais pensar em mim? Dize-me, em que se detém hoje, de maneira especial a tua atenção? Que desejas mais vivamente? Quais os meios que tens para o alcançar? Conta-me se não consegues fazer o que desejas e Eu te indicarei as causas do insucesso. Não gostarias de conquistar os meus favores?

Por acaso estás triste ou mal humorado?

Conta-me com todos os pormenores o que te entristece. Quem te feriu? Quem ofendeu o teu amor próximo? Quem te desprezou? Conta-me tudo. Então, em breve, chegarás ao ponto de me dizer que, imitando-me, queres perdoar tudo e de tudo te esqueceres. Como recompensa hás de receber a minha bênção consoladora. Acaso tens medo? Sentes na tua lama melancolia e incerteza que, embora não justificadas, não deixam de ser dolorosas? Lança-te nos braços da minha amorosa providência. Estou contigo, a teu lado. Vejo tudo, ouço tudo e, em momento algum te desamparo. Sentes frieza da parte das pessoas que antes te queriam bem e que agora, esquecidas, afastam-se de ti apesar de não encontrares em ti motivo algum para isso? Roga por elas, pois, se não forem obstáculo à tua santificação, Eu as trarei de volta a teu lado.

Não tens alguma alegria que possas partilhar Comigo?

Por que não me deixas tomar parte nela com a força de um bom amigo? Conta-me o que desde ontem, desde tua última visita, consolou e agradou teu coração. Talvez fossem surpresas agradáveis; talvez se tenham recebido boas notícias, uma carta, uma demonstração de carinho; talvez tenhas conseguido vencer alguma dificuldade ou sair de algum apuro. Tudo é obra minha. Dize-me simplesmente, como um filho ao seu pai: Obrigado, meu Pai, obrigado!.

E não queres prometer-me alguma coisa?

Bem sabes que Eu leio o que está no fundo do teu coração. É fácil enganar os homens, mas a Deus não podes enganar. Fala-me, pois, com toda a sinceridade. Fizeste o propósito firme de, no futuro, não mais te expores àquela ocasião de pecado, de te privares do objeto que te seduz, não mais leres o livro que exalta a tua imaginação, de não procurares a companhia das pessoas que perturbam a paz da tua alma? Serás novamente amável e condescendente para agradar àquela outra, a quem, por ter te ofendido, consideraste até hoje como inimiga? Ora, meu filho, volta agora às tuas ocupações habituais: ao teu trabalho, à tua família, aos teus estudos; mas não esqueças os quinze minutos desta agradável conversa que tiveste aqui, a sós comigo, no silêncio do santuário.

Pratica tanto quanto possível o silêncio, a modéstia, o recolhimento, a serenidade e a caridade para com o próximo. Ama e honra minha Mãe que é também tua. E volta amanhã, com o coração mais amoroso, mais entregue a mim. No meu coração hás de encontrar, em cada dia, um amor totalmente novo, novos benefícios e novas consolações. Vem, que Eu aqui te espero.

Trecho do livro: Uma visita ao Santíssimo Sacramento, de Comunidade Canção Nova

quarta-feira, 30 de dezembro de 2015

Obrigada, Santíssima Trindade!


Agradeço-Vos, Santíssima Trindade, pelas graças imensuráveis, com que me cumulastes sem cessar a vida toda. Minha gratidão se multiplicará, quando o fulgor eterno surgir, quando, pela primeira vez, eu cantar a Vossa glória. [Diário 1286]. Jesus eu confio em Vós!


No mundo de hoje sabemos o quanto é difícil pertencermos a Deus e estarmos no mundo.
Diz a bíblia que: “Nenhum servo poder servir a dois senhores: ou há de odiar a um e amar o outro, ou há de aderir a um e desprezar o outro…”.
Segue 7 dicas que podemos viver no nosso caminho que nos fará firme na caminhada:
1. Vida de sacrifício – praticar o jejum e encarar a nossas dificuldades como sacrifício e oferta a Deus, na esperança que Ele está sempre conosco, não abrir o coração para a murmuração, divisão.
2. Vida de oração – investir na vida de oração. A oração é o meio de nos comunicar com Deus e se Ele é nosso Senhor, temos que buscar ter uma intimidade maior com Ele.
3. Santidade provada – a medida que o tempo vai passando na caminhada do discípulo cristão as dificuldades vão aparecendo, mas ao mesmo tempo vão nos gratificando em graças e santidade, e pela santidade devemos enfrentá-las e sermos fiéis ao seguimento de Cristo.
4. Fuga do mal – com o mal não devemos brincar. O único capaz de vencê-lo é Jesus. Claro que com Ele somos mais que vencedores. Porém na nossa vida, existe várias formas do mal querer nos destruir melhor é nos afastarmos dele e se aproximar cada vez mais de Deus.
5. Vida apostólicafazer alguma coisa por Cristo e pela Igreja Dele. O reino de Deus cresce em nós à medida que nos damos ao outro. Servir a Deus e ao próximo e estaremos fortificando nossa vida apostólica e nos preparando para a vinda do Senhor.
6. Ame concretamentenão tem como ser Cristão e não amar concretamente, devemos a cada dia procurar viver mais o amor. O amor é o fundamento de nossa fé, um dia tudo passará e apenas o amor permanecerá, porque o amor é Deus, que vivamos Deus no próximo a cada dia de nossa vida, em tudo que fazemos e temos. Amar concretamente significa amar com atos.
7. Perdoaronde há o amor há o perdão, devemos a cada dia colocá-lo em prática em nossa vida e perceberemos o quanto nos sentiremos mais livre e mais perto de Deus.
Estas são as sete dicas que nos levará a um caminho cristão mais forte e nos fará a se decidir a cada dia por Cristo e seu reino.

terça-feira, 29 de dezembro de 2015

Oração para ser misericordioso!

Meu Jesus, eis que hoje vou ao deserto para conversar somente Convosco, meu Mestre e Senhor. Que a Terra se cale, e falai-me somente Vós, Jesus. Vós sabeis que não compreendo outra voz a não ser a Vossa, ó Bom Pastor. Na morada do meu coração está o deserto onde nenhuma criatura tem acesso. Aí, só Vós sois o Rei. [Diário 725]. Jesus eu confio em Vós!
ORAÇÃO PARA SER MISERICORDIOSO -
Santa Faustina Kowalska

“Oh, Senhor, desejo transformar-me toda em tua Misericórdia e ser um vivo reflexo de ti. Que este supremo atributo de Deus, sua insondável Misericórdia, passe através de meu coração ao próximo.

Ajuda-me, oh Senhor, para que meus olhos sejam misericordiosos, a fim de que eu jamais desconfie de ninguém ou julgue segundo as aparências, e que busque o belo na alma de meu próximo e corra a ajudá-lo.

Ajuda-me, oh Senhor, para que meus ouvidos sejam misericordiosos, a fim de que leve em conta as necessidades de meu próximo e não seja indiferente a suas penas e gemidos.

Ajuda-me, oh Senhor, para que minha língua seja misericordiosa, a fim de que jamais fale negativamente de meu próximo e que tenha sempre uma palavra de consolo e perdão para todos.

Ajuda-me, oh Senhor, para que minhas mãos sejam misericordiosas e cheias de boas obras, a fim de que saiba fazer só o bem a meu próximo e tome para mim os trabalhos mais difíceis e mais penosos.

Ajuda-me, oh Senhor, para que meus pés sejam misericordiosos, a fim de que sempre me apresse a socorrer meu próximo, dominando minha própria fadiga e meu cansaço.
Ajuda-me, oh Senhor, para que meu coração seja misericordioso, a fim de que eu sinta todos os sofrimentos de meu próximo.

Que tua Misericórdia, oh Senhor meu, repouse sempre dentro de mim”. [Diário 163].

segunda-feira, 28 de dezembro de 2015

Santos inocentes, rogai por nós!

Jesus, amante da salvação humana, bendita seja a grandeza da Vossa misericórdia aqui na Terra e na eternidade. Ó sublime Amante das almas, que na Vossa inesgotável compaixão abristes as fontes salvíficas da misericórdia, para que as almas fracas se fortaleçam na peregrinação desta vida. [Diário 1466]. Jesus eu confio em Vós!
Novena "Almas Aflitas"
Segunda-feira, dia dedicado as Almas do Purgatório.
"Pai Eterno, eu vos ofereço o sangue de nosso Senhor Jesus Cristo, intercedei pelas almas aflitas.
E vós, almas aflitas, ide perante a Deus e pedi a graça que necessito (fazer o pedido)".Rezar: Pai Nosso, Ave Maria e o Glória.
A festa de hoje, instituída pelo Papa São Pio V, ajuda-nos a viver com profundidade este tempo da Oitava do Natal. Esta festa encontra o seu fundamento nas Sagradas Escrituras. Quando os Magos chegaram a Belém, guiados por uma estrela misteriosa, “encontraram o Menino com Maria e, prostrando-se, adoraram-No e, abrindo os seus tesouros, ofereceram-Lhe presentes – ouro, incenso e mirra. E, tendo recebido aviso em sonhos para não tornarem a Herodes, voltaram por outro caminho para a sua terra. Tendo eles partido, eis que um anjo do Senhor apareceu em sonhos a José e disse-lhe: ‘Levanta-te, toma o Menino e sua mãe e foge para o Egito, e fica lá até que eu te avise, porque Herodes vai procurar o Menino para o matar’. E ele, levantando-se de noite, tomou o Menino e sua mãe, e retirou-se para o Egito. E lá esteve até à morte de Herodes, cumprindo-se deste modo o que tinha sido dito pelo Senhor por meio do profeta, que disse: ‘Do Egito chamarei o meu filho’. Então Herodes, vendo que tinha sido enganado pelos Magos, irou-se em extremo e mandou matar todos os meninos que havia em Belém e arredores, de dois anos para baixo, segundo a data que tinha averiguado dos Magos. Então se cumpriu o que estava predito pelo profeta Jeremias: ‘Uma voz se ouviu em Ramá, grandes prantos e lamentações: Raquel chorando os seus filhos, sem admitir consolação, porque já não existem'” (Mt 2,11-20) Quanto ao número de assassinados, os Gregos e o jesuíta Salmerón (1612) diziam ter sido 14.000; os Sírios 64.000; o martirológio de Haguenau (Baixo Reno) 144.000. Calcula-se hoje que terão sido cerca de vinte ao todo. Foram muitas as Igrejas que pretenderam possuir relíquias deles.

Na Idade Média, nos bispados que possuíam escola de meninos de coro, a festa dos Inocentes ficou sendo a destes. Começava nas vésperas de 27 de dezembro e acabava no dia seguinte. Tendo escolhido entre si um “bispo”, estes cantorezinhos apoderavam-se das estolas dos cônegos e cantavam em vez deles. A este bispo improvisado competia presidir aos ofícios, entoar o Invitatório e o Te Deum e desempenhar outras funções que a liturgia reserva aos prelados maiores. Só lhes era retirado o báculo pastoral ao entoar-se o versículo do Magnificat: Derrubou os poderosos do trono, no fim das segundas vésperas. Depois, o “derrubado” oferecia um banquete aos colegas, a expensas do cabido, e voltava com eles para os seus bancos. Esta extravagante cerimônia também esteve em uso em Portugal, principalmente nas comunidades religiosas.

A festa de hoje também é um convite a refletirmos sobre a situação atual desses milhões de “pequenos inocentes”: crianças vítimas do descaso, do aborto, da fome e da violência. Rezemos neste dia por elas e pelas nossas autoridades, para que se empenhem cada vez mais no cuidado e no amor às nossas crianças, pois delas é o Reino dos Céus. Por estes pequeninos, sobretudo, é que nós cristãos aspiramos a um mundo mais justo e solidário. Santos Inocentes, rogai por nós!
Fonte:http://santo.cancaonova.com/santo/os-santos-inocentes/

domingo, 27 de dezembro de 2015

Sagrada Família de Nazaré, rogai por nós!

Disse Jesus: _ Minha filha, delicia de predileção Minha, nada Me impedirá de te conceder graças. A tua miséria não perturba a minha misercórdia. Minha filha, escreve que quanto maior a miséria da alma, tanto mais direito tem à Minha misericórdia, e [estimula] toda as almas à confiança no inconcebivel abismo da Minha misericórdia, porque desejo salvá-las todas. A fonte da Minha misericórdia foi na cruz aberta com a lança para todas as almas _ não excluí a niguém. [ Diário 1182]. Jesus eu confio em Vós!
Hoje a Igreja celebra a Sagrada Família.
Jesus Maria e José Nossa Familia Vossa é.
A família de Nazaré é para nós,hoje, mais do que nunca, modelo de unidade e fidelidade.
Mais do que nunca a família hoje está sendo destruída em sua identidade e em seus valores.
A família de Nazaré ensina ainda hoje que a família desses nossos tempos pós-modernos só poderá se reencontrar e salvar a sociedade se souber olhar para a Sagrada Família e copiar o seu modo de vida: serviçal, religioso, moral, trabalhador, simples, humilde, amoroso... Sem isso, não haverá verdadeira família e sociedade feliz. Consagramos nossas famílias á Jesus Maria e José e peçamos a intercessão deles por nossas família que eles nos abençoe Amem !

CONSAGRAÇÃO: Sagrada Família, eu vos escolho hoje, por modelo e guia para minha família. Consagro todos os membros desta casa com tudo o que temos, somos e fazemos; todos os nossos bens, nossas alegrias e tristezas. Fazei que reine a paz verdadeira neste lar; que haja diálogo, o perdão, o respeito e a união.
Sagrada Família brilhe hoje e sempre a luz da vossa presença, irradiando santidade a todos nós. Que amemos nossos parentes, vizinhos, profissionais que nos servem colegas de escola e de trabalho, irmãos de comunidade, amigos e inimigos. Que eles vejam e sintam em nossa família o Amor de Deus.
Olhai Sagrada Família para nossas necessidades. Intercedei por nós, para que confiemos cada vez mais na Divina Providência, que tudo providencia para os filhos de Deus.
Sagrada Família, colocados sob a vossa poderosa proteção e benéfica influência, que os pais sejam pais como José, que as mães sejam mães como Maria e os filhos, filhos como Jesus. Assim queremos viver e um dia nos encontrar no Reino definitivo, porque hoje, livremente escolho: “EU E MINHA CASA SERVIREMOS AO SENHOR”. Amém! 
Sagrada Família de Nazaré: Jesus, Maria e José. Nossa Família Vossa é!

Não existe família perfeita. Não temos pais perfeitos, não somos perfeitos, não nos casamos com uma pessoa perfeita nem temos filhos perfeitos. Temos queixas uns dos outros. Decepcionamos uns aos outros. Por isso, não há casamento saudável nem família saudável sem o exercício do perdão. O perdão é vital para nossa saúde emocional e sobrevivência espiritual. Sem perdão a família se torna uma arena de conflitos e um reduto de mágoas.

Sem perdão a família adoece. O perdão é a assepsia da alma, a faxina da mente e a alforria do coração. Quem não perdoa não tem paz na alma nem comunhão com Deus. A mágoa é um veneno que intoxica e mata. Guardar mágoa no coração é um gesto autodestrutivo. É autofagia. Quem não perdoa adoece física, emocional e espiritualmente.


É por isso que a família precisa ser lugar de vida e não de morte; território de cura e não de adoecimento; palco de perdão e não de culpa. O perdão traz alegria onde a mágoa produziu tristeza; cura, onde a mágoa causou doença. Papa Francisco.

sábado, 26 de dezembro de 2015

Misericórdia Divina eu te glorifico!

Que o poder da Vossa misericórdia, Senhor, seja glorificado no mundo todo, que sua honra nunca cesse! Anuncia com ardor, alma minha, a minha misericórdia divina. [Diário 1298]. Jesus eu confio em Vós!
ORAÇÃO PEDINDO A PROTEÇÃO E A INTERCESSÃO
DA MÃE DE MISERICÓRDIA

todo sábado é dedicado a Nossa Senhora.

Ó Senhora minha, Santa Maria!
À Vossa graça, à Vossa especial vigilância e misericórdia hoje, todos os dias e na hora da minha morte recomendo o meu corpo e a minha alma.
Todas as minhas esperanças e os meus consolos, todas as aflições e sofrimentos, a vida e o fim da minha vida confio a Vós, para que pelos Vossos méritos todos os meus atos sejam praticados e guiados segundo a vontade Vossa e de Vosso Filho. Amém.

NA OITAVA DO NATAL - UMA MENSAGEM DO PAPA FRANCISCO
O Natal costuma ser sempre uma ruidosa festa; entretanto se faz necessário o silêncio, para que se consiga ouvir a voz do Amor.
Natal é você, quando se dispõe, todos os dias, a renascer e deixar que Deus penetre em sua alma.
O pinheiro de Natal é você, quando com sua força, resiste aos ventos e dificuldades da vida.
Você é a decoração de Natal, quando suas virtudes são cores que enfeitam sua vida.
Você é o sino de Natal, quando chama, congrega, reúne.
A luz de Natal é você quando com uma vida de bondade, paciência, alegria e generosidade consegue ser luz a iluminar o caminho dos outros.
Você é o anjo do Natal quando consegue entoar e cantar sua mensagem de paz, justiça e de amor.
A estrela-guia do Natal é você, quando consegue levar alguém, ao encontro do Senhor.
Você será os Reis Magos quando conseguir dar, de presente, o melhor de si, indistintamente a todos.
A música de Natal é você, quando consegue também sua harmonia interior.
O presente de Natal é você, quando consegue comportar-se como verdadeiro amigo e irmão de qualquer ser humano.
O cartão de Natal é você, quando a bondade está escrita no gesto de amor, de suas mãos.
Você será os “votos de Feliz Natal” quando perdoar, restabelecendo de novo, a paz, mesmo a custo de seu próprio sacrifício.
A ceia de Natal é você, quando sacia de pão e esperança, qualquer carente ao seu lado.
Você é a noite de Natal quando consciente, humilde, longe de ruídos e de grandes celebrações, em silêncio recebe o Salvador do Mundo.
Um muito Feliz Natal a todos que procuram assemelhar-se com esse Natal.
Papa Francisco


sexta-feira, 25 de dezembro de 2015

Natal de Jesus!

Ó luz Eterna, que vindes à Terra, iluminai a minha mente e fortalecei a minha vontade, para que eu não sucumba em momentos de duras provas. Que a Vossa luz dissipe todas as dúvidas. Que a Vossa onipotência atue através de mim. Confio em Vós, ó Luz incriada! Vós, ó Menino Jesus, sois para mim o modelo no cumprimento da vontade de Vosso Pai, Vós que dissestes: "Eis que vou cumprir a vontade do Pai", fazei que também eu cumpra em tudo fielmente a vontade de Deus. Ó Deus-Menino, concedei-me essa graça. [Diário 830]. Jesus eu confio em Vós!
Vim pra ficar na tua casa
Eu vim ao mundo, numa noite fria e eis que nasci em uma pobre manjedoura pois não havia lugar para mim na hospedaria.
Mesmo diante das circunstâncias que o mundo me ofereceu, recebi um profundo amor de Maria e José meus pais, que antes do meu nascimento prepararam tudo para a minha chegada.
O tempo foi passando e eu fui crescendo em sabedoria e humildade, e fiz a minha opção em buscar as coisas do Pai.
Em virtude desta minha escolha vieram muitas coisas boas, realizei curas, milagres, prodígios, com isso muitas pessoas mudaram de vida, se converteram, passaram a crer em Deus e suas vidas se modificaram. Mas ao aceitar os planos do Criador em minha história, apareceram as dificuldades, tribulações e sofrimentos que me levaram a morte de Cruz.
Apesar de tudo o que passei; se fosse necessário faria tudo novamente, pois o Pai jamais me abandonou, e me ensinou que o significado do amor está em dar a vida por amor ao próximo, e é perdendo que se ganha a eternidade.
E esta é minha história que se comemora a todo ano, recordando o menino que veio salvar o que estava perdido, e você pode se tomar um Salvador de Almas, acolhendo a estas palavras e deixando que eu entre em seu coração.
 “Eis que estou à porta e bato; se alguém ouvir a minha voz, e abrir a porta, entrarei em sua casa, e com ele cearei, e ele comigo“.Ap 3,20.
“Não temas; de agora em diante serás pescador de homens” Lc 5,10.
Sinceros votos de um Santo e Feliz Natal! E que Jesus e Maria abençoe a nós e nossa família! Amém.

quinta-feira, 24 de dezembro de 2015

9º dia da novena de natal.

A Mãe de Deus ensinou-me como devo preparar-me para a Festa do Santo Natal do Senhor. Eu A vi hoje sem o Menino Jesus. Ela disse: Minha filha, busca o silêncio e a humildade, para que Jesus, que habita continuamente no teu coração, possa repousar. Adora-o no teu coração, não saias do teu interior. Pedirei para ti, minha filha, a graça da vida interior tal que, mesmo vivendo essa intimidade espiritual, sejas capaz de cumprir exteriormente todas as tuas obrigações com uma exatidão ainda maior. Permanece com Ele continuamente no teu próprio coração. Ele será tua força. Com as criaturas relaciona-te na medida em que a necessidade e os teus deveres o exigirem. És uma morada agradável para o Deus Vivo, na qual Ele permanece continuamente com amor e predileção, e a presença viva de Deus que sentes de maneira mais viva e clara te confirme, Minha filha, naquilo que Eu te disse. Procure proceder assim até o Natal e depois Ele mesmo te dará a conhecer de que maneira deverás conviver e unir-te com Ele. [ Diário 785 ]. Jesus eu confio em Vós!
Oração inicial
Deus Benigno de infinita caridade que nos amastes tanto e que nos destes em vosso filho a melhor prenda de vosso amor, para que, encarnado e feito nosso irmão no seio da Virgem, nascesse em um presépio para nossa saúde e remédio; vos damos graças por tão imenso benefício. De volta vos oferecemos, Senhor, o esforço sincero para fazer deste vosso mundo e nosso, um mundo mais justo, mais fiel ao grande mandamento de nos amarmos como irmãos. Nos conceda, Senhor, vossa ajuda para poder realizá-lo. Vos pedimos que este natal, festa de paz e alegria, seja para nossa vida um estímulo a fim de que, vivendo como irmãos, procuremos mais e mais os caminhos da verdade, da justiça, do amor e da paz. Amém. (Rezar 1 Pai Nosso). 
9º Dia
Nono dia para avivar a ESPERANÇA e o AMOR.
O amor e a esperança sempre vão de mãos dadas com a fé. Por isso em seu hino ao amor nos mostra São Paulo que o amor crê sem limites e espera sem limites. (1Cor 13, 7)
Uma fé viva, um amor sem limites e uma esperança firme são o incenso, e ouro e a mirra que nos dão ânimo para viver e coragem para não cair.
É graças ao amor que sonhamos com altos ideais e é graças a esperança que os alcançamos.
O amor e a esperança são as asas que nos elevam à grandeza, apesar dos obstáculos e das insipidezes.
Se amarmos a Deus, amamos a nós mesmos e amamos a outros, podemos obter o que sugere São Pedro em sua primeira carta: "estejam sempre dispostos a dar razão de sua esperança. Com doçura, respeito e com uma boa consciência". 3, 15 - 16.
Se acendermos a chama da esperança e o fogo do amor, sua luz radiante brilhará no novo ano depois que se apaguem as luzes do natal.
Oração final
Senhor, Natal é a lembrança de teu nascimento entre nós, é a presença de teu amor em nossa família e em nossa sociedade. Natal é certeza de que o Deus do céu e da terra é nosso pai, que tu, Divino Menino, é nosso irmão.
Que esta memoria junto a teu presépio nos aumente a fé em sua bondade, comprometa-nos a viver como irmãos, nos dê valor para matar o ódio e semear a justiça e a paz. Ó Divino Menino, ensina-nos a compreender que onde há amor e justiça, ali estas tu e ali também é natal. Amém. (Rezar 1 Glória ao Pai).

quarta-feira, 23 de dezembro de 2015

8º dia da novena de natal.

_ Minha filha, nesta meditação reflete sobre o amor ao próximo: se o teu amor ao próximo é guiado pelo Meu amor, se rezas pelos inimigos; se desejas o bem àqueles que de qualquer forma te entristeceram ou ofenderam.

_ Fica sabendo que tudo de bom que fizerdes a qualquer alma, Eu o aceito como se o tivesses feito a Mim mesmo. [ Diário 1768 ]. Jesus eu confio em Vós!


Oração inicial
Deus Benigno de infinita caridade que nos amastes tanto e que nos destes em vosso filho a melhor prenda de vosso amor, para que, encarnado e feito nosso irmão no seio da Virgem, nascesse em um presépio para nossa saúde e remédio; vos damos graças por tão imenso benefício. De volta vos oferecemos, Senhor, o esforço sincero para fazer deste vosso mundo e nosso, um mundo mais justo, mais fiel ao grande mandamento de nos amarmos como irmãos. Nos conceda, Senhor, vossa ajuda para poder realizá-lo. Vos pedimos que este natal, festa de paz e alegria, seja para nossa vida um estímulo a fim de que, vivendo como irmãos, procuremos mais e mais os caminhos da verdade, da justiça, do amor e da paz. Amém. (Rezar 1 Pai Nosso). 
8º Dia
Oitavo dia para assegurar a FÉ.
Uma fé que é firme quando nasce de uma relação amistosa com o Senhor.
Uma fé que é autêntica se está confirmada com as boas obras, de modo que a religião não seja apenas de rezas, ritos e tradições.
Precisamos cultivar a fé com a Bíblia, a oração e a prática religiosa porque a fé é nosso melhor apoio na crise.
Necessitamos de uma fé grande em nós mesmo, em Deus e nos demais. Uma fé sem vacilações como queria Jesus: Marcos 11. 23.
Uma fé que ilumina o amor com a força da confiança, já que "o amor em tudo crê". 1Cor 13, 7.
A FÉ é a força da vida e sem ela andamos à deriva. Razão tinha Publio siro ao dizer: aquele que perdeu a fé, já não tem mais nada a perder.
Que bom que cuidemos de nossa fé como se cuida de um tesouro!
Que bom que nos possam saudar como à Virgem!: "Feliz és tu que acreditaste ". Lc 1, 45.6.
Oração final
Senhor, Natal é a lembrança de teu nascimento entre nós, é a presença de teu amor em nossa família e em nossa sociedade. Natal é certeza de que o Deus do céu e da terra é nosso pai, que tu, Divino Menino, é nosso irmão.
Que esta reunião junto a teu presépio nos aumente a fé em sua bondade, comprometa-nos a viver  como irmãos, nos dê valor para matar o ódio e semear a justiça e a paz. Ó Divino Menino, ensina-nos a compreender que onde há amor e justiça, ali estas tu e ali também é natal. Amém. (Rezar 1 Glória ao Pai).

terça-feira, 22 de dezembro de 2015

7º dia da novena de natal.

Sede bendito, nosso Deus misericordioso, Nosso onipotente Criador e Senhor! Nós Vos damos honra na mais profunda humildade, mergulhando no oceano da Vossa divindade. [Diário 1744]. Jesus eu confio em Vós!
Oração inicial
Deus Benigno de infinita caridade que nos amastes tanto e que nos destes em vosso filho a melhor prenda de vosso amor, para que, encarnado e feito nosso irmão no seio da Virgem, nascesse em um presépio para nossa saúde e remédio; vos damos graças por tão imenso benefício. De volta vos oferecemos, Senhor, o esforço sincero para fazer deste vosso mundo e nosso, um mundo mais justo, mais fiel ao grande mandamento de nos amarmos como irmãos. Nos conceda, Senhor, vossa ajuda para poder realizá-lo. Vos pedimos que este natal, festa de paz e alegria, seja para nossa vida um estímulo a fim de que, vivendo como irmãos, procuremos mais e mais os caminhos da verdade, da justiça, do amor e da paz. Amém. (Rezar 1 Pai Nosso).
7º Dia
Sétimo dia para crescer em GENEROSIDADE.
É a capacidade de dar com desinteresse onde o amor ganha a corrida do egoísmo.
É na entrega generosa de nós mesmos que se mostra a profundidade de um amor que não se esgota nas palavras.
E isso é o que celebramos no Natal: o gesto sem par de um Deus que dá a si mesmo. Isso São Paulo destaca: "... pois conheceis a generosidade de Nosso Senhor Jesus Cristo o qual sendo rico, por vós se fez pobre para que vos enriquecêsseis com sua pobreza".
É uma passagem bíblica em que o apóstolo convida aos Coríntios a compartilhar seus bens com os necessitados. 2Cor 8, 7 - 15.
Sabemos amar quando sabemos compartilhar, sabemos amar quando damos o melhor de nós mesmos em lugar de dar apenas coisas.
Tomemos pois, a melhor decisão: dar carinho, afeto, ternura e perdão; dar tempo e dar alegria e esperança.
São os presentes que mais valem e não custam dinheiro.
Demos amor, como dizia São João da Cruz: onde não há amor coloques amor, e tirarás amor. 
Oração final
Senhor, Natal é a lembrança de teu nascimento entre nós, é a presença de teu amor em nossa família e em nossa sociedade. Natal é certeza de que o Deus do céu e da terra é nosso pai, que tu, Divino Menino, é nosso irmão.
Que esta reunião junto a teu presépio nos aumente a fé em sua bondade, comprometa-nos a viver como irmãos, nos dê valor para matar o ódio e semear a justiça e a paz. Ó Divino Menino, ensina-nos a compreender que onde há amor e justiça, ali estas tu e ali também é natal. Amém. (Rezar 1 Glória ao Pai).

segunda-feira, 21 de dezembro de 2015

6º dia da novena de natal.

Jesus Disse: _ As almas se perdem, apesar da Minha amarga Paixão. Estou lhes dando a ultima tábua de salvação, isto é, a Festa da Minha misericórdia. Se não venerarem a Minha misericórdia, perecerão por toda a eternidade. _ Secretária da Minha misericórdia, escreve, fala às almas desta Minha grande misericórdia, porque está próximo o dia da Minha justiça. [Diário 965]. Jesus eu confio em Vós!
Segunda-feira, dia dedicado as Almas do Purgatório.
"Pai Eterno, eu vos ofereço o sangue de nosso Senhor Jesus Cristo, intercedei pelas almas aflitas.
E vós, almas aflitas, ide perante a Deus e pedi a graça que necessito (fazer o pedido)". Rezar: Pai Nosso, Ave Maria e o Glória.
Oração inicial
Deus Benigno de infinita caridade que nos amastes tanto e que nos destes em vosso filho a melhor prenda de vosso amor, para que, encarnado e feito nosso irmão no seio da Virgem, nascesse em um presépio para nossa saúde e remédio; vos damos graças por tão imenso benefício. De volta vos oferecemos, Senhor, o esforço sincero para fazer deste vosso mundo e nosso, um mundo mais justo, mais fiel ao grande mandamento de nos amarmos como irmãos. Nos conceda, Senhor, vossa ajuda para poder realizá-lo. Vos pedimos que este natal, festa de paz e alegria, seja para nossa vida um estímulo a fim de que, vivendo como irmãos, procuremos mais e mais os caminhos da verdade, da justiça, do amor e da paz. Amém. (Rezar 1 Pai Nosso). 
6º Dia
O Sexto dia para valorizar a SIMPLICIDADE.
Simplicidade que é a virtude das almas grandes e das pessoas nobres.
Simplicidade que foi o adorno de Maria de Nazaré tal como ela mesma o proclama em seu canto de Magníficat.
"Meu espírito se alegra em Deus meu Salvador porque olhou a humildade de sua serva" Lucas 1, 47 – 48.
Natal é uma boa época para desterrar o orgulho e tomar consciência de tantos males que conduzem a soberba. Nenhuma virtude nos aproxima tanto dos demais como a simplicidade e nenhum defeito nos afasta tanto como a arrogância.
O amor só reina nos corações humildes, capazes de reconhecer suas limitações e de perdoar sua altivez.
É graças à humildade que agimos com delicadeza, sem nos crer mais do que ninguém, imitando a simplicidade de um Deus que "se despojou de si mesmo e tomou a condição de servo" Filipenses 2, 6 - 11.
Crescer em simplicidade é um admirável presente para nossas relações.
Recordemos que nesta pequenez há verdadeira grandeza, e que o orgulho acaba com o amor.
Oração final
Senhor, Natal é a lembrança de teu nascimento entre nós, é a presença de teu amor em nossa família e em nossa sociedade. Natal é certeza de que o Deus do céu e da terra é nosso pai, que tu, Divino Menino, é nosso irmão.
Que esta reunião junto a teu presépio nos aumente a fé em sua bondade, comprometa-nos a viver como irmãos, nos dê valor para matar o ódio e semear a justiça e a paz. Ó Divino Menino, ensina-nos a compreender que onde há amor e justiça, ali estas tu e ali também é natal. Amém. (Rezar 1 Glória ao Pai).

domingo, 20 de dezembro de 2015

4º domingo do advento e 5º dia da novena de natal.

A verdadeira grandeza da alma está no amor a Deus e na humildade. [Diário 427]. Jesus eu confio em Vós!
Evangelho desse domingo de São Lucas 1,39-45 - Naqueles dias, Maria partiu para a região montanhosa, dirigindo-se, às pressas, a uma cidade da Judeia. Entrou na casa de Zacarias, e saudou Isabel. Quando Isabel ouviu a saudação de Maria, a criança se agitou no seu ventre, e Isabel ficou cheia do Espírito Santo.  Com um grande grito exclamou: «Você é bendita entre as mulheres, e é bendito o fruto do seu ventre!  Como posso merecer que a mãe do meu Senhor venha me visitar?  Logo que a sua saudação chegou aos meus ouvidos, a criança saltou de alegria no meu ventre. Bem-aventurada aquela que acreditou, porque vai acontecer o que o Senhor lhe prometeu.» Palavras da Salvação. Glória a vós Senhor!!

Oração inicial
Deus Benigno de infinita caridade que nos amastes tanto e que nos destes em vosso filho a melhor prenda de vosso amor, para que, encarnado e feito nosso irmão no seio da Virgem, nascesse em um presépio para nossa saúde e remédio; vos damos graças por tão imenso benefício. De volta vos oferecemos, Senhor, o esforço sincero para fazer deste vosso mundo e nosso, um mundo mais justo, mais fiel ao grande mandamento de nos amarmos como irmãos. Nos conceda, Senhor, vossa ajuda para poder realizá-lo. Vos pedimos que este natal, festa de paz e alegria, seja para nossa vida um estímulo a fim de que, vivendo como irmãos, procuremos mais e mais os caminhos da verdade, da justiça, do amor e da paz. Amém. (Rezar 1 Pai Nosso) 
5º Dia
O quinto dia é dedicado ao DIÁLOGO.
Toda a Bíblia é um diálogo amoroso e salvífico de Deus com os homens. Um diálogo que leva a seu cume e sua plenitude quando a Palavra de Deus que é Seu Filho, se faz carne, se faz homem, tal como narra São João no primeiro capítulo de seu evangelho.
De Deus apoiado na sinceridade, assegurado no respeito e enriquecido pela compreensão, é o que necessitamos em todas nossas relações.
Um diálogo em que diariamente "nos revestimos de misericórdia, bondade, humildade, mansidão e paciência". Colossenses 3, 12.
O diálogo sereno que brota de um sincero amor e de uma alma em paz é o melhor presente que podemos nos dar em Dezembro. Assim evitamos que nossa casa seja lugar vazio de afeto onde andamos dispersos como estranhos sob o mesmo teto.
Deus concede a todos o dom de nos comunicar sem ofensas, sem julgamentos, sem altivez, e sim com apreço que gera acolhida e aceitação mútua.
Oração final
Senhor, Natal é a lembrança de teu nascimento entre nós, é a presença de teu amor em nossa família e em nossa sociedade. Natal é certeza de que o Deus do céu e da terra é nosso pai, que tu, Divino Menino, é nosso irmão.
Que esta reunião junto a teu presépio nos aumente a fé em sua bondade, comprometa-nos a viver como irmãos, nos dê valor para matar o ódio e semear a justiça e a paz. Ó Divino Menino, ensina-nos a compreender que onde há amor e justiça, ali estas tu e ali também é natal. Amém. (Rezar 1 Glória ao Pai). 

sábado, 19 de dezembro de 2015

4º dia da novena de natal.


Ó Jesus, concedei-me Vossa vida divina, que Vosso Sangue, puro e nobre, pulse com todo o vigor no meu coração. Entrego-Vos todo o meu ser, transformai-me em Vós e tornai-me capaz de cumprir em tudo a Vossa santa vontade, correspondendo ao Vosso amor. [Diário 832]. Jesus eu confio em Vós!

Oração inicial
Deus Benigno de infinita caridade que nos amastes tanto e que nos destes em vosso filho a melhor prenda de vosso amor, para que, encarnado e feito nosso irmão no seio da Virgem, nascesse em um presépio para nossa saúde e remédio; vos damos graças por tão imenso benefício. De volta vos oferecemos, Senhor, o esforço sincero para fazer deste vosso mundo e nosso, um mundo mais justo, mais fiel ao grande mandamento de nos amarmos como irmãos. Nos conceda, Senhor, vossa ajuda para poder realizá-lo. Vos pedimos que este natal, festa de paz e alegria, seja para nossa vida um estímulo a fim de que, vivendo como irmãos, procuremos mais e mais os caminhos da verdade, da justiça, do amor e da paz. Amém. (Rezar 1 Pai Nosso). 
4º Dia
O quarto dia é dedicado à SINCERIDADE.
Uma qualidade sem a qual o amor não pode subsistir, já que não há amor onde há mentira. Amar é andar na verdade, sem máscaras, sem o peso da hipocrisia e com a força de integridade.
Só na verdade somos livres como anunciou Jesus Cristo: João 8, 32. Só sobre a rocha firme da verdade pode se sustentar uma relação nas crises e nos problemas. Com a sinceridade ganhamos a confiança e com a confiança chegamos ao entendimento e a unidade. O amor ensina a não agir como os egoístas e os soberbos que acreditam que sua verdade é a verdade.
Se o Natal nos aproximar da verdade é um bom Natal, é uma festa em que acolhemos Jesus como luz verdadeira que vem a este mundo: João 1, 9. Luz verdadeira que nos afasta das trevas nos move a aceitar a Deus como caminho, verdade e vida. Que nosso amor esteja sempre iluminado pela verdade, de modo que esteja também favorecido pela confiança.
Oração final
Senhor, Natal é a lembrança de teu nascimento entre nós, é a presença de teu amor em nossa família e em nossa sociedade. Natal é certeza de que o Deus do céu e da terra é nosso pai, que tu, Divino Menino, é nosso irmão.
Que junto a teu presépio nossa fé seja aumentada em sua bondade, comprometa-nos a viver como irmãos, nos dê valor para matar o ódio e semear a justiça e a paz. Ó Divino Menino, ensina-nos a compreender que onde há amor e justiça, ali estas tu e ali também é natal. Amém. (Rezar 1 Glória ao Pai).