quarta-feira, 16 de dezembro de 2015

2º dia da novena de Natal.

Diz Santa Faustina: _ Depois da Santa Comunhão ouvi estas palavras: _ Estás vendo o que és por ti mesma, mas não te assustes com isso. Se Eu revelasse toda a tua miséria, morrerias de espanto; no entanto, deves saber o que és. E porque és tamanha miséria, desvendarei-te todo o mar da Minha misericórdia. Procuro e anseio por almas como a tua, mas elas são poucas.Tua grande confiança em Mim Me obriga a conceder-te graças sem cessar. Tens grandes e inconcebíveis direitos ao Meu Coração, porque és uma filha cheia de confiança. Não suportarias a grandeza do amor que tenho para contigo, se Eu te revelasse esse amor aqui na terra, em toda a sua plenitude. Freqüentemente, afasto um pouco o véu para ti, mas deves saber que isso é apenas uma graça excepcional. _ O Meu amor e a Minha misericórdia não tem limites. [Diário 718]. Jesus eu confio em Vós!
Oração inicial
Deus Benigno de infinita caridade que nos amastes tanto e que nos destes em vosso filho a melhor prenda de vosso amor, para que, encarnado e feito nosso irmão no seio da Virgem, nascesse em um presépio para nossa saúde e remédio; vos damos graças por tão imenso benefício. De volta vos oferecemos, Senhor, o esforço sincero para fazer deste vosso mundo e nosso, um mundo mais justo, mais fiel ao grande mandamento de nos amarmos como irmãos. Nos conceda, Senhor, vossa ajuda para poder realizá-lo. Vos pedimos que este natal, festa de paz e alegria, seja para nossa comunidade um estímulo a fim de que, vivendo como irmãos, procuremos mais e mais os caminhos da verdade, da justiça, do amor e da paz. Amém. (Rezar 1 Pai Nosso)
 2º Dia
O segundo dia é dedicado à COMPREENSÃO. Compreensão é uma nota distintiva de todo verdadeiro amor. Podemos dizer que a encarnação de um Deus que se faz homem pode ler-se em chave desse grande valor chamado compreensão. É um Deus que fica em nosso lugar, que rompe as distâncias e compartilha nossos afãs e nossas alegrias. É graças a esse amor compreensivo de um Deus pai que somos filhos de Deus e irmãos entre nós. Deus, como afirma São João, nos mostra a grandeza de seu amor e nos chama a viver como filhos dele. Ler a primeira carta de *João 3, 1 - 10. 
Com um amor compreensivo somos capazes de ver as razões de outros e ser tolerantes com suas falhas.
Se o NATAL nos tornar compreensivos será um excelente Natal.
Feliz Natal é aprender a nos colocarmos no lugar dos demais.
Oração final
Senhor, Natal é a lembrança de teu nascimento entre nós, é a presença de teu amor em nossa família e em nossa sociedade. Natal é certeza de que o Deus do céu e da terra é nosso pai, que tu, Divino Menino, é nosso irmão.
Que esta reunião junto a teu presépio nos aumente a fé em sua bondade, comprometa-nos a viver verdadeiramente como irmãos, nos dê valor para matar o ódio e semear a justiça e a paz. Ó Divino Menino, ensina-nos a compreender que onde há amor e justiça, ali estas tu e ali também é natal. Amém. (Rezar 1 Glória ao Pai).
Vede quão grande amor nos tem concedido o Pai, que fôssemos chamados filhos de Deus. Por isso o mundo não nos conhece; porque não o conhece a ele.
Amados, agora somos filhos de Deus, e ainda não é manifestado o que havemos de ser. Mas sabemos que, quando ele se manifestar, seremos semelhantes a ele; porque assim como é o veremos.
E qualquer que nele tem esta esperança purifica-se a si mesmo, como também ele é puro. Qualquer que comete pecado, também comete iniquidade, porque o pecado é iniquidade.
E bem sabeis que ele se manifestou para tirar os nossos pecados; e nele não há pecado.
Qualquer que permanece nele não peca; qualquer que peca não o viu nem o conheceu.
Filhinhos, ninguém vos engane. Quem pratica justiça é justo, assim como ele é justo.
Quem comete o pecado é do diabo; porque o diabo peca desde o princípio. Para isto o Filho de Deus se manifestou: para desfazer as obras do diabo.
Qualquer que é nascido de Deus não comete pecado; porque a sua semente permanece nele; e não pode pecar, porque é nascido de Deus.
Nisto são manifestos os filhos de Deus, e os filhos do diabo. Qualquer que não pratica a justiça, e não ama a seu irmão, não é de Deus.


Nenhum comentário:

Postar um comentário